Prado

Aos 51 anos, o vigor físico impressiona. E o fôlego, de causar inveja. Nascido Sérgio Castro, Ceará é o jogador mais longevo do vôlei de praia nacional. Nesta quarta-feira, 6, ao lado de Tiagão, a dupla  de São José, conquistou o tricampeonato dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), ao superar Balneário Camboriú na decisão. Para Ceará, o 14º título. E a marca histórica ampliada, a lenda da modalidade disputou, e venceu, todas as edições desde a introdução da modalidade nos Jasc. Entre as mulheres, troféu para Balneário Camboriú.

Qual a fórmula da longevidade? Ceará tem a resposta na ponta da língua: “A receita para seguir vencendo é a combinação entre idade, experiência e o Tiagão, mais novo, que segura a onda comigo”, revela Ceará. “Cuidar da saúde, não exagerar em nada. Treinar com foco e objetivo. Pensando sempre na vitória”, completa o cinquentão mais jovem do vôlei de praia nacional.

E a resistência da dupla campeã foi levada ao limite. Vindos da repescagem, Ceará e Tiagão tiveram que vencer três jogos, na sequência, para chegar ao título. Foram oito sets no total. Primeiro, a vitória na chave dos perdedores sobre Itapema, por 2 a 0, para em seguida, conforme o regulamento, vencer duas vezes Balneário Camboriú – que havia garantido vaga na final por melhor desempenho na fase classificatória. 

“Ganhar em uma chave de repescagem é mais difícil, a gente disputa mais jogos, fica mais cansado, emocionalmente mais estressado A gente joga com tudo que tem, com o coração, com a alma. O corpo está um bagaço. É espetacular...”, avalia Tiagão, de 36 anos.

“Essa vitória foi a mais especial de todas. Porque, a cada ano que passa, está chegando uma garotada muito boa, muito forte. Fazendo a gente subir o nível do jogo”, finaliza Tiagão. 

 

VÔLEI DE PRAIA MASCULINO

Repescagem

Itapema 1 x 2 São José (17/21, 21/17, 11/15)

Final

1º jogo – São José 2 x 0 Balneário Camboriú (21/14 e 21/14)

2º jogo – São José 2 x 1 Balneário Camboriú (21/17, 16/21 e 15/12)

 

Classificação final

1º) São José

2º) Balneário Camboriú

3º) Itapema

4º) Jaraguá do Sul

5º) Blumenau

6º) Timbó

A etapa estadual dos 59º Jogos Abertos de SC é promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó, Indaial e Pomerode.

Texto: Olavo Moraes

São 13 títulos individuais nos Jogos Abertos de Santa Catarina, e a conquista do penta para Balneário Camboriú. Josi comandou a conquista do troféu do vôlei de praia feminino, na manhã ensolarada nas quadras do Parque Central de Timbó. A conquista, em parceria com Leize, foi garantida em dois sets, parciais de 21/16 e 21/19. No masculino, troféu para São José.

Atleta de carreira internacional consolidada, Josi exaltou o espírito de equipe para chegar ao título: “Jogar os Jasc é sempre muito especial, porque jogo ao lado de uma pessoa que admiro muito. Quando a gente joga em dupla, é fundamental ”. Emocionada, engrandeceu o espírito da amizade e reforçou o laço entre as duas. 

“Quero fazer um agradecimento especial para Leize, que, além de parceira dentro das quadras é parceira da vida também, e é isso que fica no esporte. A amizade que o esporte deixa, não só os títulos”, revelou Josi, com os olhos embargados.

Leize falou das dificuldades no duelo decisivo. “A gente já esperava um jogo difícil, as condições da competição colocaram as duplas em um perfil de jogo diferente, com o piso muito duro”. E falou da superação. “A gente entrou muito otimista. Jogando juntas, temos confiança, trabalhamos muito para buscar essa vitória”, apontou Leize, que alcançou o sexto título em parceria com Josi.

VÔLEI DE PRAIA FEMININO

Repescagem

Navegantes 2 x 0 Timbó (24/22 e 21/19)

Blumenau 2 x 0 Navegantes (21/9 e 21/13)

Final

Balneário Camboriú 2 x 0 Blumenau (21/16, 21/19)

Classificação final

1º) Balneário Camboriú

2º) Blumenau

3º) Navegantes

4º) Timbó

5º) Brusque

6º) Jaraguá do Sul

A etapa estadual dos 59º Jogos Abertos de SC é promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó, Indaial e Pomerode.

Texto: Olavo Moraes

Começaram as emoções do judô nesta terça-feira , 5, nos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) no ginásio de esporte Albany em indaial. Ao todo foram oito finais, que fecharam o primeiro dia.

Uma das lutas mais aguardadas foi o confronto na categoria pesado entre João Paulo Gonçalves, de Itajaí, que recentemente foi campeão nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), na Bahia, e  André Luiz Furtado, de Itapema.

Mas, na hora do ‘vamos ver’ João precisou de apenas seis segundos para aplicar um ippon, o chamado golpe vencedor (aplicou estrangulamento no adversário). Por fim, sem segurar as lágrimas, o campeão desabafou. “Semana passada eu estava na Bahia e acabei tendo uma fratura no braço e em uma semana consegui me recuperar e ganhar esta medalha de ouro. Não tenho palavras para descrever o que eu estou sentindo”, disse o campeão.

Presente à cerimônia, o presidente da Fesporte, Rui Godinho, elogiou o dia de competições dos Jasc. “Estive, durante o dia, em várias praças esportivas e observei jogos de excelente qualidade técnica e no judô não foi diferente. Vi grandes lutas com grandes campeões”, finalizou o dirigente.

Nesta quarta-feira, 6, o judô prossegue com as lutas dos pesos leve, meio leve, ligeiro e absoluto e por fim, na quinta-feira, 7 a modalidade se encerra com as disputas por equipe.

Confira os demais campeões desta terça-feira 

Masculino

Meio Médio – Marlon Costa (Videira)

Médio – Marcelo Filho (Santo Amaro da Imperatriz)

Meio Pesado – Marcelo da Silva (Tubarão)

Pesado – João Gonçalves (Itajaí)

Feminino

Meio Médio – Ariana Alberti (Itajaí) 

Médio – Amanda Costa (Itajaí)

Meio pesado – Nathália Parisoto – (São José)

Pesado – Anny Ribeiro (Santo Amaro da Imperatriz)

A etapa estadual dos Jasc, realizados de 1 a 10 de novembro em Timbó, Indaial e Pomerode, é uma realização do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios-sede.

 

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

A 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) chegou ao seu quarto  dia de competição, nesta quarta-feira, com Itajaí liderando a classificação geral com 62 pontos, seguido de Blumenau, com 57, e Chapecó, em terceiro lugar, com 42 pontos.

Os itajaienses somam, até o momento, cinco troféus. Foram campeões no masculino do bolão 16, ginástica artística e natação. Já no feminino levaram o troféu da ginástica artística e o taekwondo. Confira a tabela de pontuação.

QUADRO DE PONTOS (parcial, 12 modalidades encerradas):

1º Itajaí 62

2º Blumenau 57

3º Chapecó 42

4º Florianópolis 37

5º São José 31

6º Tubarão 30

7º Timbó 26

8º Joinville 18

9º Jaraguá do Sul 13

10º São Bento do Sul 11

QUADRO DE MEDALHAS (até às 22:17):

1º Itajaí 30 ouros, 16 pratas, 16 bronzes (62 no total)

2º Blumenau 10 ouros, 13 pratas, 24 bronzes (47)

3º Tubarão 10 ouros, 9 pratas, 11 bronzes (30)

4º Joinville 10 ouros, 9 pratas, 8 bronzes (27)

5º Florianópolis 9 ouros, 11 pratas, 11 bronzes (31)

QUADRO DE TROFÉUS (com 13 modalidades encerradas):

1º Itajaí 5 troféus de campeão, 1 de vice;

2º Florianópolis 2 troféus de campeão, 2 de 3º lugar;

3º Blumenau 1 troféu de campeão, 3 de vice, 3 de 3º;

4º Chapecó 1 troféu de campeão, 2 de vice, 2 de 3º;

5º Tubarão 1 troféu de campeão, 2 de vice;

6º Timbó 1 troféu de campeão, 1 de vice, 1 de 3º;

7º São José 1 troféu de campeão, 1 de vice;

8º Joinville 1 troféu de campeão.

 

 

 

 

 

 

 

A segunda-feira, 4, foi de fortes emoções no voleibol masculino dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), pois foi o dia de se conhecer os semifinalistas da competição. No final da rodada Chapecó, São José, Blumenau e Balneário Camboriú saíram vitoriosos e estão nas semifinais da competição.

No primeiro jogo eliminatório do dia Chapecó passou por Itajaí fazendo 3 a 0 com parciais de 25/18/25/16 e 25/21.

E no jogo seguinte, São José passou com dificuldade sobre Concórdia, fechando em 3 a 1 com parciais de 28/25, 17/25, 25/22 e 25/21. O oposto josefense Tuba, ex-seleção brasileira, com passagens em times do Japão e Itália, foi o destaque da partida com 31 pontos sendo sete aces.

“A vitória nossa veio de forma suada já que Concórdia estava em um dia inspirado, defendia tudo e estava complicado passar pela defesa deles. Mas, nosso time foi bem aguerrido e soube administrar as dificuldades”, falou ao final do jogo Tuba.

Blumenau (no bloqueio) venceu com dificuldade Concórdia (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Aposentado há quatro anos do vôlei de quadra, o atleta disse que disputar os Jasc tem um sabor especial. “É sempre bom representar a cidade em que você mora e os Jasc são uma competição que proporciona a você a rever amigos e também oportuniza a reaproximação das pessoas”, disse.

Na terceira partida eliminatória do dia Blumenau venceu Jaraguá do Sul por 3 a 0 com parciais de 25/15, 25/13 e 25/17. E por fim,  no jogo que fechou a rodada,  Balneário Camboriú venceu Xanxerê por 3 a 0 com parciais de 25/21, 25/20 e 25/18.

Desta feita a rodada das semifinais ficou assim definida para esta terça-feira, dia 5

18:00 Chapecó X São José

20:00 Blumenau X Balneário Camboriú

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

 

 

 

 

 

Nos 10 dias de competições da etapa estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em Timbó, Pomerode e Indaial cerca de 7.300 pessoas envolvidas diretamente com a competição circularão nos municípios-sede. Entre os atletas os números chegam a 4.800 participantes mais cerca de 2.500 profissionais envolvidos com o evento. E há ainda o universo de 14 mil pessoas envolvidas indiretamente com os Jogos. A estimativa dos organizadores dos Jasc, baseada nas edições anteriores, é que o evento injetará na economia local mais de 15 milhões de reais.

Para Tatiana Honczaryk, proprietária do Parque Hotel Timbó e presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SIHORBS), que abrange 41 municípios do Vale Europeu, um evento como os Jasc é muito importante para a região.

“Fico muito feliz com a vinda dos Jasc para cá, pois eles movimentam não somente Timbó e sim a nossa região inteira. Beneficia os hotéis, farmácias e lojas, enfim, todo o comércio. Para nós está sendo muito bom, Já que nossos 158 leitos estão praticamente lotados em todos os dez dias. Em algumas datas não há mais vagas”, enfatiza a empresária. 

Assista o vídeo sobre o impacto financeiro dos Jasc no comércio local

David Shutze, proprietário do Schütze Supermercado, em Timbó, destaca que, com a realização dos Jasc, todos ganham. “Não há dúvida que um evento desta magnitude é importante, pois além do esporte como fator de inclusão social toda a parte da economia local se beneficia com os Jogos. São cerca de 14 mil pessoas envolvidas indiretamente com os Jasc nos três municípios que sediam as competições. Ou seja, não há dúvida que os Jasc auxiliam na economia de forma muito contundente, pois me lembro que em 2004, quando o evento foi realizado aqui, isso ocorreu”.

Para Elias Maciel, chefe de cozinha do Schütze Restaurante, os Jasc são importantes para fortalecer a economia local e permitir que sejam mantidos na cidade bons restaurantes como o  Schütze. “O evento proporciona a oportunidade em poder manter um restaurante como o nosso, com uma variedade de cardápio que vai desde a gastronomia brasileira à francesa e com os Jasc as pessoas têm vindo nos prestigiar e isso tem feito a diferença”, conclui Maciel.

Quem também elogia a competição como fator de aquecimento da economia local é  Gessner Jr., presidente do Clube de Diretores Lojistas (CDL) de Timbó. “Os Jasc vêm incrementar de forma significativa nosso comércio, principalmente bares e restaurantes. Fico muito feliz que ele seja sediado em três municípios da região. Farmácia, lojas, hotéis, todos ganham”, finalizou Gessner.

A etapa estadual dos Jasc, realizados de 1 a 10 de novembro em Timbó, Indaial e Pomerode, é uma realização do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios-sede.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Pagina 10 de 236