O campeão olímpico Paulo André Jukoski da Silva, conhecido como Paulão, assume a Fundação Catarinense de Esporte, a Fesporte.  A reunião entre ele e o governador Jorginho Mello aconteceu na tarde desta terça-feira (28), no Centro Administrativo do Governo do Estado. 

Entre as demandas pedidas pelo governador estão a elaboração de um grande calendário esportivo para o estado e um novo modelo de gestão para a fundação. 

Paulão foi campeão olímpico pela seleção brasileira de vôlei em 1992, na edição dos jogos em Barcelona, na Espanha. Gaúcho, iniciou sua carreira profissional no Vôlei na cidade de Chapecó, Oeste catarinense.

Fonte: Ricardo Trida (Secom/Gov SC) 

A plenária extraordinária do Conselho Estadual de Esporte (CED) homologou na quinta-feira, 23, as cidades sedes para alguns dos eventos do calendário 2023 da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte). 

O Campeonato Catarinense Escolar de Futebol - Moleque Bom de Bola, 11 a 14 anos, bem como os Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), 12 a 14 anos, serão sediados em Criciúma. 

Timbó sediará os Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), 15 a 17 anos; Curitibanos, os Joguinhos Abertos de Santa Catarina; e Rio do Sul será a sede estadual da 62ª edição  dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). 

As datas previstas, os regulamentos e o período das inscrições podem ser acessados no site da Fesporte.

Na tarde dessa terça-feira, 21, Sérgio Cirola, Superintendente Municipal de Esportes de Videira, esteve na Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) , com o objetivo de oficializar a candidatura de Videira para sediar os Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc).

Para Sérgio Cirola, é de extrema importância para o município de Videira sediar um evento tão relevante para a Fesporte e para o Paradesporto de Santa Catarina. "É uma satisfação muito grande estarmos aqui na Fesporte para reiterar nosso pedido para sediar um evento tão significativo para o esporte catarinense que são os Parajesc, promovidos pela Fesporte e pelo Governo do Estado. A Prefeitura de Videira abraçará com muita alegria esses jogos", ressaltou o superintendente de esportes.

 Willian Scheffer Santos, Gerente de Esporte de Participação, destaca a importância de Santa Catarina no paradesporto nacional e afirma de que se trata de um grandioso evento para o paradesporto catarinense. "Somos os vice-campeões nacionais das Paralimpíadas Escolares e revelamos todos os anos muitos atletas que são destaques, inclusive no contexto internacional".

 Sérgio Cirola, reunido com a equipe técnica, Diretoria Esportiva e Administrativa da Fesporte        Foto: Delamare de Oliveira Filho 

Os Parajesc são um evento do Governo do Estado, promovidos pela Fesporte, em parceria com Agências de Desenvolvimento Regional e município-sede. Os Parajesc servem como seletiva para as Paralimpíadas Escolares que será disputada em novembro em São Paulo.

Os Parajesc contam com a participação de aproximadamente 500 paratletas, representando mais de 200 escolas de Santa Catarina. Além dos atletas, também participam técnicos, árbitros,dirigentes esportivos, staffs e guias. Destinados a paratletas, estudantes, com idades entre 12 e 17 anos. Os Parajesc têm como objetivo fomentar o esporte adaptado nas instituições de ensino, incentivar a inclusão social e descobrir novos talentos.

Texto - Delamare de Oliveira Filho e Marina de Melo (Ascom/Fesporte)

Aconteceu nos dias 11 e 12 de março, no Ginásio Inácio Gullini, em Nova Trento, sob o comando dos treinador Marcelo Garim e da assistente técnica, Karina Patrícia de Souza, um trabalho preparatório, voltado principalmente a parte de entrosamento da equipe e a parte tática.

Foi o primeiro treino das recém convocadas da seleção catarinense de volei sub-18, visando a participação no Campeonato Brasileiro Feminino sub 18 Divisão Especial, com sede em Maringá/PR no período de 28 de março a 02 de abril de 2023.

Acompanhamos várias meninas ao longo de todo o ano, observamos a evolução delas durante as competições, e, realizamos laboratórios em algumas localidades do estado. Participaram cerca de 50 meninas nessas seletivas (oeste e sul/norte).

Realizamos uma outra seletiva em Florianópolis, com 22 meninas que se apresentaram, onde foram selecionadas as 12 que irão representar o estado no Campeonato Brasileiro, deixando duas meninas na reserva, caso seja necessário por força maior (lesão ou impossibilidade de alguém viajar), substituir algum atleta.

Para Karina Souza,  assistente técnica, "é uma honra para mim fazer parte novamente da comissão técnica da Seleção Catarinense de Volei sub 18. É muito gratificante poder contribuir com tudo que aprendei e também aprender com essas meninas, é muito bom".  

Karina ressaltou ainda que "do dia 21 ao dia 27, antes da viagem, as 12 meninas ficarão concentradas em Nova Trento, para ajustes na parte tática, treinamentos, e se possível, realizarmos amistosos com Brusque ou Florianópolis, pois situações de jogo são primordiais para uma  melhor preparação também do ponto de vista emocional".  

 Karina de Souza (Assistente técnica) e Marcelo Garim (Tecnico)   Créditos: Arquivo Pessoal/Marcelo Garim 

 

Já o treinador Marcelo Garim destaca que esse é um momento muito importante pois  esta competição "será um desafio muito grande. Encontramos na taça Paraná um nível de jogo bastante elevado e nesse evento se tem um parâmetro de atletas que irão servir as seleções estaduais."

E além disso, complementou Garim, a seleção catarinense sub 18 foi a campeão do Campeonato Brasileiro de Seleções 2022 na categoria Sub 17. "Isso aumenta demais o nosso compromisso. Porque queremos manter o resultado e de contrapartida as seleções dos outros estados pensam em superar a conquista deste grupo".

  Atleta Bruna Nunes, realizando um sonho     Créditos: Arquivo Pessoal/Bruna Nunes

 Para a atleta Bruna Eloisa Kopsel Nunes, "compor a seleção de seu estado é o sonho de qualquer garota. Você treina, batalha, se esforça todos os dias para fazer parte disso tudo. É incrível, estou realizando um sonho", disse ela muito entusiasmada.

Muitas das atletas convocadas e a comissão técnica, participam ao longo dos anos de várias competições da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) e em muitos projetos municipais que revelam   atletas para o esporte catarinense e brasileiro.

Dentre as competições citadas é importante ressaltar os Jogos Escolares (Jesc), a Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e os Joguinhos Abertos de Santa Catarina (Jasc). 

As convocadas:

 

NOME

 

 

POSIÇÃO

 

CLUBE

 

Ana Karolina Bononomi

Ponta

ADV-Jaraguá

Kamile Luiza Stein

Central

ADV-Jaraguá

Luana Camila Kuskowski

Central

ADV-Jaraguá

Vittoria Elena Kuehne

Ponta

ADV-Jaraguá

Betina Varnier Zarth

Levantadora

ADG-Guaraciaba

Bruna Eloisa Kopsel Nunes

Ponta / Oposta

ADG-Guaraciaba

Isabele Favero Lima

Ponta

Ass. de Voleibol Fem. de Lages

Allana Borba Vieira

Oposta

Sesi - Bauru

Júlia Fontana Fernandes

Líbero

Sesi - Bauru

Alyce Lorenzen

Levantadora

Nova Trento/TIM

Beatriz da Cruz da Silva

Ponta

Nova Trento/TIM

Melissa Baeta Faria de Souza

Central

Nova Trento/TIM

 

 

 

Reservas:

 

 

Joana Gevaerd Schaefer

Levantadora

ADV-Jaraguá

Kemelly Vitória Miecznikoski Baez

Central

ABC do Volei - Balneário

 

Letícia Andres, de Joaçaba, foi destaque da I Etapa do Circuito Brasileiro de Badminton em Toledo, no Paraná, em sua categoria Sub 17 (atletas até 16 anos).

Ela que é contemplada do projeto bolsa atleta do Governo do Estado de Santa Catarina, conseguiu um feito inédito ao ser campeã em todas as categorias: campeã individual; campeã em duplas feminina, com a atleta Eduarda  Dias Prates  (RS); campeã em duplas mistas, com o atleta Joaquim Mendonça (SP).

A joaçabense nunca tinha vencido em todas as categorias em um único nacional. “É um feito extremamente difícil, já que existe um desgaste físico e psicológico grande ao longo da competição e chegar em três finais e vencer todas é um feito para poucos atletas”, destacou o técnico Anderson Andres.

Letícia que tem no currículo o título Sul Americano Dupla Mista e também já foi campeã brasileira. Treina desde os cinco anos de idade e busca em 2023, ser convocada para a Seleção Brasileira Junior e assim ter a chance de disputar o Pan americano e o Sul-Americano pelo Brasil.

Letícia Andres, representando Santa Catarina nos Jogos Escolares de 2019.          Créditos:Arquivo Pessoal/Letícia Andres

 

Ao falar da conquista, a atleta de Joaçaba, agradeceu a todos que torcem por ela e em especial, enfatizou a parceria com a AMOB (Associação Meio Oeste Badminton). "Foi "uma grande conquista pessoal, eu treino muito para isso.  E também pois foi a primeira vez que alguém da Amob ganha três medalhas de ouro. É algo incrível para mim".

Letícia, também destacou seu orgulho e sua alegria por esse momento. "Estou muito orgulhosa e tenho que agradecer muito, a muitas pessoas que estão por trás dessas três medalhas. Muitas pessoas me ajudam e me incentivam. Obrigado a meus pais: Anderson e Andrea, essas medalhas também são de vocês".  

A I Etapa do Circuito Brasileiro de Badminton Sub 17 (atletas até 16 anos), aconteceu a 8 a 12 de março em Toledo, no Paraná.

Texto - Delamare de Oliveira Filho e Marina de Melo (Ascom/Fesporte)

A equipe técnica da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte) se reuniu na tarde de ontem, quarta, 15, com o Secretário Municipal de Esportes e Lazer, Aaron Mazaro,  e o Diretor Técnico e Esportivo, Eliton Ronsani, do município de Curitibanos. 

Na ocasião, os dirigentes oficializaram junto à Fesporte, o pedido para sediar a etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina 2023.

Para Aaron é um momento muito oportuno, uma vez que o município de Curitibanos sediou a primeira edição do evento em 1988 e agora o mesmo completará 35 anos de existência.  

Dirigentes de Curitibanos com Diretoria Esportiva e equipe técnica da Fesporte       Foto: Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) 

 "Procuramos na tarde de hoje, alinhar junto a diretoria esportiva equipe técnica da Fesporte, as tratativas para sediarmos a etapa estadual dos Joguinhos Abertos 35 anos. Nosso município está sempre de braços abertos para receber a comunidade esportiva catarinense", afirmou com orgulho Aaron Mazaro. 

Texto: Delamare de Oliveira Filho / Marina de Melo (Ascom/Fesporte)

Pagina 17 de 21