Segunda, 11 Setembro 2017 17:15

Time Santa Catarina escalado para os Jej, em Curitiba Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
 Alunos do Instituto Estadual Jangada, de Jaraguá do Sul, foram os campeões da etapa estadual e representarão Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude Alunos do Instituto Estadual Jangada, de Jaraguá do Sul, foram os campeões da etapa estadual e representarão Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude Foto: Heron Queiroz

Segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a edição de 2017 dos Jogos Escolares da Juventude quebrou um recorde no número de inscrições: são 4.069 atletas de 1.396 escolas públicas e privadas de todo o país. Desse total, Santa Catarina estará representada por 162 jovens competidores distribuídos entre as 13 modalidades da competição. São elas: atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei e xadrez. 


Todas as regiões de Santa Catarina estão presentes na etapa nacional

Ao todo, são 77 escolas de 37 municípios catarinenses representados. Com duas escolas classificadas em modalidades coletivas, Criciúma totaliza 23 representantes e é a cidade com mais alunos classificados. No handebol feminino, o Colégio São Bento terá 12 meninas representantes e, no futsal feminino, o Colégio Rogacionista Pio XII defenderá o título nacional da modalidade. No ano passado, as meninas do Sul de SC foram campeãs do futsal com uma campanha irretocável: cinco vitórias em cinco jogos, 30 gols marcados e apenas três gols sofridos.

A cidade com o maior número de escolas classificadas é Joinville. São 11 instituições de ensino com, ao menos, um atleta representante cada. Destaque para a natação, que classificou cinco jovens atletas, e para o atletismo, que classificou quatro.

Quanto ao número de atletas, Criciúma (23), Blumenau, com (21), Caçador (14), Timbó (12), Jaraguá do Sul (12), Saudades (10) e Camboriú (10) também se classificaram em modalidades coletivas e emplacaram jovens na etapa nacional de Curitiba.

Para Josélia Maranho, a chefe de delegação do Time Santa Catarina e gerente de esporte de base e inclusão da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), os Jogos Escolares da Juventude são uma grande oportunidade para os jovens aprenderem diferentes valores, em diferentes aspectos. Além, claro, do orgulho em poder defender o estado de Santa Catarina.

- Eles têm uma excelente convivência, conhecimento e confraternização com os demais atletas dos estados brasileiros. Todos têm em média de 100 a 190 alunos, que se reúnem nas refeições, além de ter uma área muito legal de conivência que COB oferece. Então, creio que o mais importante para eles é a experiência que eles levam. Sem contar com a possibilidade de viajar para outro estado e representar Santa Catarina, que para eles é um motivo de orgulho – destaca Josélia. 

Atuais medalhistas tentam repetir o feito de 2016

Das 35 medalhas que Santa Catarina conquistou no ano passado, algumas podem se repetir. Daniel Augusto Raduenz, da Escola Básica Municipal Almirante Barroso, de Pomerode, levou o ouro no lançamento de dardo em 2016 e disputará a prova mais uma vez. Já Ana Carolina Souza, da Escola Municipal Machado de Assis, de Blumenau, conquistou três medalhas de prata na ginástica rítmica no ano passado e volta para as competições de 2017 em 13 categorias da modalidade.

Josélia explica que o desempenho do estado, diante do retrospecto nos últimos anos, deve ser satisfatório dentro do processo que vem sendo realizado no esporte catarinense. 

- A delegação de Santa Catarina chega com uma excelente expectativa. Queremos conseguir um bom número de medalhas. Nesta primeira etapa, a individual, é que a gente sempre ganha mais medalhas. Queremos chegar ao máximo possível de pódios – comentou. 

Outro destaque individual vai para Kauan Figueroa Sttocco, de Caçador. O jovem, de 14 anos, do Colégio de Aplicação da Uniarp, é o único atleta catarinense que se classificou para mais de uma modalidade da etapa nacional. Além de integrar a equipe de handebol masculino, Kauan também foi campeão catarinense no badminton e vai disputar as categorias de simples, duplas e duplas mistas.

Os Jogos Escolares da Juventude 

Organizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro, o COB, os Jogos Escolares da Juventude são o maior celeiro de atletas olímpicos do país. Da delegação composta por 465 atletas do Time Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, um total de 52 já haviam participado dos Jogos Escolares, entre eles Mayra Aguiar e Sarah Menezes, do judô, e Hugo Calderano, do tênis de mesa. 

Além das competições, os jovens atletas terão à disposição em Curitiba uma série de eventos paralelos. O programa socioeducativo e cultural abrange diversas atividades extras com o intuito de aproximar os jovens de todo o país aos valores olímpicos.

- A revelação de talentos é importante, mas não é nosso principal objetivo nos Jogos. Queremos contribuir para a inclusão social e transformação do Brasil por meio do esporte. Tenho a convicção de que estamos alcançando nossos objetivos esportivos e sociais com a realização dos Jogos Escolares - diz Edgar Hubner, diretor geral dos Jogos Escolares da Juventude e gerente geral de Juventude COB. 

Para inspirar os jovens talentos do esporte nacional, o COB selecionou 11 atletas olímpicos ou pan-americanos para atuarem como Embaixadores dos Jogos em Curitiba. A função dos embaixadores é levar o exemplo positivo da prática esportiva para os jovens participantes, mediante o contato direto, palestras e atividades educativas. 

Entre os embaixadores para a capital paranaense, quase todos tiveram passagens pelos Jogos Olímpicos ou Pan-americanos. Destaque para o judoca Tiago Camilo, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos Sydney 2000 e bronze em Pequim 2008 e atual presidente da Comissão de Atletas do COB. Fabiana Murer, medalhista pan-americana e campeã mundial indoor do salto com vara, também estará em Curitiba, junto a Etiene Medeiros, melhor nadadora brasileira da atualidade.

 Além de Etiene, Tiago e Fabiana, também serão embaixadores na capital paranaense: Gideoni Monteiro (ciclismo), Jéssica Maier (ginástica rítmica), Luiz Henrique dos Santos (badminton), Aline Silva (lutas), Ligia Silva (tênis de mesa), Iziane Marques (basquete), Rodrigo Hardy (futsal) e Silvia Helena Pereira (handebol).

 

Texto: Nicolas Quadro e Renan Koerich

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

 

www.fesporte.sc.gov.br

 

https://www.facebook.com/fesporte

Lido 975 vezes Última modificação em Segunda, 11 Setembro 2017 17:24

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.