Sábado, 10 Agosto 2019 04:13

Darlan e Beatriz: dos Jesc para a glória do Pan-Americano Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Foto Darlan: Abelardo Mendes Jr /rededoesporte.gov.br e Beatriz arquivo pessoal Foto Darlan: Abelardo Mendes Jr /rededoesporte.gov.br e Beatriz arquivo pessoal

Darlan Romani, do arremesso do peso de Concórdia, e Beatriz Linhares, da ginástica rítmica de Florianópolis, foram revelados nos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) e saíram do solo catarinense para brilhar nos palcos do mundo. Recentemente os dois foram campeões pan-americanos em Lima, no Peru, nos Jogos Pan-Americanos. E aproveitaram o momento para dar um recado de incentivo aos atletas dos Jesc em Curitibanos. Confira o vídeo que eles mandaram.

Na sua última tentativa, no arremesso do peso, que fechava a prova,  no dia 7, de agosto, o brasileiro de 28 anos arrancou o recorde do Pan. Com a marca de 22,07m, Darlan sobrou em Lima e conquistou um ouro inédito para o Brasil no arremesso do peso. O gigante de 1,90m e 155kg fez parecer fácil arremessar uma bola de ferro e chumbo de 7,26kg. Ele ficou com mais de um metro de vantagem para o segundo colocado, o americano Jordan Geist (20,67). O mexicano Uziel Muñoz Galarza completou o pódio com 20,56m.

A ginástica rítmica do Brasil conquistou uma medalha de ouro por equipes no Pan 2019, em Lima dia 5. No time brasileiro está uma atleta catarinense. A ginasta Beatriz Linhares da Silva, de 16 anos, de Florianópolis, forma o conjunto de três aros e duas maças, junto de outras quatro atletas. Elas ficaram na frente de mexicanas e cubanas, respectivamente, que completaram o pódio. Foi o último dia de disputa da modalidade em Lima, no Peru.

Junto de Beatriz formam o conjunto Camila Rossi, Deborah Medrado, Nicole Pircio e Vitória Guerra. As brasileiras somaram 24.250 pontos – 1.200 a mais que as segundas colocadas. O time ainda ganhou uma prata e três bronzes – duas também com a participação da atleta catarinense, no conjunto geral e no conjunto cinco bolas. Antes de começar a preparação em Aracaju (SE) com outras meninas do grupo principal, Bia era treinada desde o início da carreira por Maria Helena Kraeski, da Adiee/Udesc/FME. 

Lido 689 vezes Última modificação em Sábado, 10 Agosto 2019 04:47

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.