lucas

O futebol feminino tem um novo campeão nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. Na tarde desta sexta-feira, 14, Chapecó derrotou Joinville, ficando com o título inédito da modalidade. Com placar de 4 a 1, as meninas do Oeste quebraram a hegemonia da cidade do Norte que ganhou nos últimos quatro anos.

A final foi disputada no campo da comunidade Cará, em Caçador. No início, a equipe de Joinville chegou a colocar uma bola na trave e por pouco não abriu o placar, mas aos poucos Chapecó tomou conta do jogo. O primeiro gol saiu aos 19 minutos com a volante Luisa que recebeu a bola dentro da área, girou e mandou para as redes.

Na segunda etapa as chapecoenses continuaram melhor em campo. Aos 8 minutos, Paloma ampliou em cobrança de pênalti. Um minuto depois Isabela aproveitou cruzamento na área e marcou de joelho: 3 a 0.

Quando o duelo parecia definido, Mayara descontou para o time de Joinville em cobrança de pênalti. Mas a reação parou por aí. O dia era mesmo de Chapecó, que marcou mais um com a artilheira Paloma. A camisa nove fez gols em todos os jogos do torneio, sete no total.

“Final não tem favorito e apesar do placar foi um jogo bem disputado. Acredito que nossa equipe mereceu o título porque entramos em campo concentradas do início ao fim, e soubemos aproveitar bem as chances que tivemos de gol. É uma alegria levar esse troféu inédito para Chapecó”, disse Paloma já com a medalha de ouro no peito.

Na decisão do terceiro lugar Criciúma venceu Concórdia por 4 a 0 e ficou com o troféu e as medalhas de bronze.

Murilo Roso - Assessoria de Comunicação ADR Caçador
(49) 8814 0731

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado
Heron Queiroz
Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126 // 36656127 // 36656128
Cel: (48) 8802 7742
www.fesporte.sc.gov.br
https://www.facebook.com/fesporte

Jaraguá do Sul é campeã no vôlei masculino dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, em Caçador. O quarto título do município na competição foi conquistado nesta sexta-feira, 14 de outubro, contra Concórdia por 3 sets a 1 de virada (16/25, 25/22, 25/22 e 25/21).

Jaraguá do Sul chegou ao terceiro título em quatro anos, sequência interrompida em 2015, quando perdeu para Itajaí. Por outro lado, Concórdia não chegava à final da competição desde 1993, quando ficou com a prata. Hoje disputou sua quarta final, mas o título inédito ainda não veio. Porém, depois de tanto tempo sem disputar o ouro, a avaliação é positiva. “O resultado mostrou a evolução, pois fazia tempo que o vôlei não era desenvolvido na cidade, mas agora a base cresceu e mostrou o potencial que tem”, falou o atleta Davi Pozzobon.

Do lado dos campeões, sensação da volta por cima após a prata de 2015. Hendreo Schwartz foi campeão dos Joguinhos em 2014, vice em 2015 e agora encerra sua participação na competição com mais um título. “Ano passado o título ficou na goela e esse ano passamos dificuldades no treinamento, tomamos um pau no estadual, mas a gente acreditava no grupo e chegamos aqui sabendo do que éramos capazes, treinamos para isso e, apesar das dificuldades, foi muito bom.”

Emocionado, o atleta contou que ficou um tempo alojado no ginásio por falta de lugar para ficar, mas venceu as dificuldades fora e dentro de quadra. Natural de Timbó, Hendreo começou no vôlei aos 11 anos, se destacou e foi chamado pelo técnico Luiz Carlos Rodrigues da Silva, o Kadylac, para jogar por Jaraguá do Sul. Hoje ele integra a seleção catarinense e já foi convocado para a brasileira, passos que coloca na conta do técnico. "Eu sabia muito pouco de vôlei, mas esse cara aqui me ensinou praticamente tudo que eu sei, ele é o cara", falou enquanto apontava para o treinador.

Também emocionado, Kadylac conta que o sucesso da equipe é resultado direto do Projeto Evoluir desenvolvido no município com cerca de 1.400 crianças, tanto que foram sete finais de Joguinhos nos últimos nove anos, um resultado que vai além da quadra, também. “Tem garoto que saiu de comunidade carente há sete anos e hoje está no voleibol, encaminhado para a vida. Não é só o esporte ou o título em si, mas é a evolução do ser humano, por isso o nome do projeto é tão sugestivo.”

Jaraguá do Sul comemora seu quarto título dos Joguinhos Abertos (Foto: Lucas Inácio)

Itajaí fica com o bronze

Em uma partida de 2h20min, Itajaí conquistou o bronze no primeiro jogo da manhã contra Joinville. A partida vencida por 3 sets a 2 contou com muitos torcedores apoiando as duas equipes e com a medalha ficando com os campeões de 2015.

Na manhã deste sábado, 15, serão realizadas a final e a disputa do bronze do vôlei feminino. Até o encerramento desta matéria, as finalistas ainda não haviam sido definidas.

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

A agenda será cheia no penúltimo dia dos 29ᵒˢ Joguinhos Abertos de Santa Catarina, em Caçador. Nesta sexta-feira, 14, serão finalizadas cinco modalidades coletivas (três no masculino e dois no feminino) e o ciclismo, que contará com duas provas, uma de manhã e outra à tarde. Além disso, teremos as estreias do Judô, já com medalhas, e da Ginástica Rítmica.

O primeiro troféu de campeão do dia sai no futsal feminino com a final entre Chapecó e Balneário Camboriú que começa às 10h15. Ainda pela manhã, Jaraguá do Sul e Concórdia disputam a final do voleibol masculino, a partir das 11h. O ciclismo terá a primeira premiação do dia com a prova contrarrelógio, às 9h, porém o troféu de campeão geral da modalidade só será entregue ao fim do bicicross, às 15h.

No período da tarde, Chapecó e Joinville fazem a final do futebol feminino às 15h15. Em seguida, às 16h30, os atletas de São José e Criciúma entram em quadra para a final do handebol. O basquete masculino encerra a entrega de troféus do dia às 18h com o confronto entre Joinville e Concórdia.

O judô, que estreia nesta sexta-feira, terá premiação individual prevista para às 11h e às 17h. A modalidade se encerra no sábado com a competição entre equipes, assim como a ginástica rítmica que também inicia hoje.

Criciúma assume o segundo lugar geral

A vitória de Criciúma no tênis masculino, nesta quinta-feira, 13, foi histórica e colocou a cidade no segundo lugar do quadro de pontuação dos Joguinhos. Além de conquistarem pela primeira vez a modalidade, os criciumenses chegaram aos 53 pontos, oito a mais que Blumenau. Joinville foi vice no tênis e continua na liderança chegando aos 75 pontos.

Vale destacar que o tênis feminino, vencido por Itajaí na última terça-feira, 11, não conta para a pontuação geral devido ao número de equipes inscritas.

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

O tênis de Criciúma conquistou seu primeiro título nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, nesta quinta-feira, 13. A equipe masculina venceu Joinville na série melhor de três por 2 a 1 e garantiu o troféu dourado da competição em Caçador. Florianópolis ficou com o bronze e completou o pódio.

Criciúma já havia se destacado por ter quebrado a hegemonia de Itajaí e Joinville, finalistas das últimas quatro edições do torneio. Além disso, o município não era finalista da modalidade desde 1991, um feito tão comemorado que rendeu um banho no técnico Rodrigo Canuto. “Nós temos um projeto social com cerca de 60 crianças carentes e a equipe de rendimento. Sempre tentávamos chegar, mas os adversários eram muito fortes como Florianópolis, Itajaí e Joinville, porém nesse ano a equipe estava muito focada e o título inédito veio coroar o trabalho”.

Seis atletas fizeram parte do elenco campeão, com destaque para a dupla Igor São Thiago e Matheus Comunello que participaram dos três jogos da final. Para Igor, a conquista teve um gosto especial já que foram seus últimos Joguinhos Abertos. “Desde o começo eu falei para todos que seriam os Joguinhos mais especiais, desde o primeiro dia todo mundo me apoiando e nenhum senti pressão, foi o torneio perfeito”.

Atualmente, ele é o 93º no ranking da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), sendo o segundo melhor catarinense ranqueado com 18 anos ou menos. A experiência do parceiro ajudou Matheus (275º) a se recuperar da derrota na segunda partida e voltar para o título. “Realmente foi difícil, não consegui fazer meu jogo, mas aí tive quinze minutos para me recuperar e foi o suficiente, pois sabia que esse era o momento de dar a volta por cima”.

Final emocionante

Na primeira partida de simples, Igor São Thiago venceu Matheus Trevisan Rezende por 2 sets a 0. Na segunda, Matheus Comunello perdeu para Luiz Gustavo Hartkopf também por 2 a 0, resultado que levou a disputa ao terceiro jogo.

Os mesmos quatro atletas formaram as duplas da final com Joinville precisando da vitória para forçar um novo confronto na manhã desta sexta-feira. Eles venceram o primeiro set e abriram 3 games a 1 no segundo, mas tênis sempre há espaço para reação e foi o que aconteceu. A dupla de Criciúma reagiu, forçou o terceiro set e conseguiu a virada do título.

Após a cerimônia de premiação, foi a vez da homenagem a um companheiro da equipe que machucou o quadril no meio do ano e passou por duas cirurgias. Que o título ajude o Henrique para voltar ainda mais forte para as quadras.

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

O início do torneio do vôlei de praia é uma das atrações desta quinta-feira, 13 de outubro, nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. Além disso temos possível encerramento do tênis masculino, as primeiras medalhas do tênis de mesa e as semifinais de cinco modalidades coletivas.

O tênis masculino pode ser definido nesta quinta-feira, caso Criciúma vença a final. A equipe do Sul do estado já é finalista e aguarda os vencedores do confronto da manhã entre Joinville e Florianópolis para saber seu adversário. Caso Criciúma perca no confronto desta tarde, os finalistas se enfrentam novamente sexta-feira.

Já a estreia do vôlei de praia, que seria de manhã, foi adiada para a tarde devido às fortes chuvas em Caçador. As partidas nas quadras do Parque Central José Adami começam às 14h.

Outro destaque é o tênis de mesa, competição que terá a entrega das primeiras medalhas para as duplas duplas. Teríamos também ciclismo da categoria BMX, mas por conta das fortes chuvas, a prova foi adiada para esta sexta-feira às 15h, encerrando o ciclismo dos Joguinhos 2016.

Nos esportes coletivos, teremos semifinais em cinco modalidades. No masculino são três: basquete (a partir das 16h30), handebol (à partir das 15h) e voleibol (à partir das 9h30). No feminino, o futsal (à partir das 9h) e o futebol (à partir das 14h).

Joinville na liderança

Sem entrega de troféus no feriado desta quarta-feira, 12, a pontuação continua a mesma com Joinville liderando por 67 pontos, seguida por Blumenau com 44 e Criciúma com 40.

Os Joguinhos Abertos são promovidos pelo Governo do Estado, realizados pela Fesporte, em parceria com o Município de Caçador e Agência de Desenvolvimento Regional de Caçador.

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

O ano de 2016 foi importante para duas xarás que disputam o vôlei feminino dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. Daniela Seibt e Daniela Cechetto participaram da campanha vencedora da seleção brasileira sub-18 que disputou o Sul-Americano no Peru, em agosto. Agora elas representam os municípios de Guaraciaba e Rio do Sul, respectivamente, no Ginásio de Esportes da Sociedade Caçadorense das Bochas.

A atleta Guaraciaba foi uma das destaques do Brasil no torneio continental, onde foi eleita a melhor central. “Eu não imaginava chegar aonde eu cheguei, ir lá, ser titular, conquistar o título do campeonato e ainda como melhor da posição é muito gratificante.”

Para integrar o grupo que foi ao Sul-Americano, as Danis passaram por um período de treino de três meses, onde foram selecionadas 14 atletas. “Tem muita pressão para saber ‘será que eu vou ser cortada’, mas, cara, é o sonho de qualquer pessoa que trabalha na base é poder estar ali representando o país em um campeonato importante como o sul-americano”, conta Cechetto.

Cechetto compete os Joguinhos por Rio do Sul

A seletiva deve se repetir no próximo ano para o mundial da categoria, na Argentina, e Cechetto, que é natural de Nova Trento, quer repetir os passos de uma conterrânea da mesma posição. Em 2015, a oposta Rosamaria Montibeller foi campeã mundial sub-23 com a seleção e prata no Pan de Toronto.

Quatro anos antes, ela conquistou o título dos Joguinhos Abertos com Nova Trento, que também foi realizado em Caçador. Agora é a vez das Danis tentarem repetir o feito de Rosamaria em um dos torneios mais equilibrados dos Joguinhos. No máximo, só uma delas conseguirá.

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Pagina 1 de 10