Publicado em Jesc12-14
Escrito por

Jogos Escolares da Juventude terão seletivas regionais

A edição de 2018 dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos mudará de formato. A partir do ano que vem, as duas competições ocorrerão simultaneamente em uma mesma sede, ainda a ser definida. Atualmente elas ocorrem em sedes e períodos diferentes.

Além disso, o número de equipes de modalidades coletivas, (incluindo todos Estados, mais o Distrito Federal) em cada faixa etária vai cair de 27 para 12 por meio de seletivas regionais – antes, cada campeão estadual se classificava para a fase nacional. As seletivas regionais serão disputadas em setembro e a etapa nacional em novembro.

Na fase das disputas das modalidades coletivas (basquete, vôlei, handebol e futsal) a etapa nacional será composta por 12 equipes: as três primeiras  colocadas da 1ª divisão do ano anterior, mais a campeã da 2ª divisão, a campeã da 3ª divisão além da escola representante do município-sede e as campeãs e vices de cada uma etapa das três etapas seletivas.

Coletivas não terão seletivas

As outras modalidades (atletismo, badminton, ciclismo natação, ginástica rítmica, tênis de mesa, judô, luta olímpica, vôlei de praia e xadrez) não precisarão passar por seletivas e irão direto para a etapa nacional, porém, com número reduzido de participantes.

As seletivas regionais estão divididas em três regiões. Na região 1 jogam entre si: Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas e Bahia. A região 2 é formada por Mato Grosso, Distrito Federal, Acre, Tocantins, Pará, Amapá, Roraima e Amazonas. E na região 3 estão: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul.

Diminuição de gastos

O motivo da mudança, segundo os dirigentes do Comitê Olímpico do Brasil (COB), que organiza a competição, é a diminuição dos gastos. A última edição dos JEJ para estudantes de 12 a 14 anos encerrou dia 21, em Curitiba, com a participação recorde de 3.983 alunos de 1.401 escolas de todo o Brasil. Foram cerca de 50 mil refeições servidas e 22 mil diárias de hotel. Números que dão a dimensão do tamanho da competição escolar mais importante do país, mas que segundo o COB precisam de cortes nos gastos para seguir adiante.

Diretor geral dos JEJ e diretor de Juventude do COB, Edgar Hubner conta como pretende reduzir os gastos juntando as duas etapas.

- Vai ser só uma cerimônia de abertura, vamos pagar aos juízes uma vez só. Vamos manter as mesmas 13 modalidades, mas vamos reduzir o número de equipes nos esportes coletivos. É o momento de adequação não dos Jogos Escolares, mas é uma realidade do país, uma realidade mundial - disse.

Evento tem em média R$ 1,7 milhão em despesas

 Segundo o dirigente, atualmente não são muitas as cidades no Brasil com condições para receber os Jogos Escolares. É preciso ao menos 16 ginásios, um centro de convenções, uma pista de atletismo, uma piscina olímpica, rede hoteleira e um aeroporto. É preciso também o apoio dos governos municipal e estadual com despesas calculadas em cerca de R$ 1,7 milhão.

A delegação catarinense que disputou os JEJ em Curitiba foi gerenciada pelo Governo Estadual por intermédio da Fesporte. Teve a participação de 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios. No final Santa Catarina conquistou 39 medalhas sendo 10 de ouro, 11 de prata e 18 de bronze.

Para Josélia Maranho, gerente de esporte de base e inclusão da Fesporte e chefe da delegação catarinense nos JEJ as mudanças não serão tão drásticas para Santa Catarina. “À primeira vista caímos no chamado ‘grupo da morte’ com Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Minas, mas, ao analisarmos a performance dos Estados, vemos que a maioria já garantiu a classificação para a etapa nacional. Nós, por exemplo, só iremos disputar a seletiva de 12 a 14 anos no ano que vem com três equipes: no handebol masculino e feminino e no basquete masculino. O restante já está automaticamente classificado devido à grande performance em Curitiba”.

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

SC faz história e conquista 39 medalhas nos Jogos Escolares

O Time Santa Catarina se despediu de Curitiba com uma excelente participação nos Jogos Escolares da Juventude. Os 162 atletas de 12 a 14 anos que representaram o estado catarinense conquistaram 39 medalhas totais: 10 de ouro, 11 de prata e 18 de bronze. Esse número superou a edição de 2016, quando os jovens catarinenses conquistaram 35 medalhas ao todo.

A competição que começou no último 12 terminou nesta quinta-feira, 21, com as finais das modalidades coletivas e as últimas cerimônias de premiação, momentos que serão eternizados pelos atletas catarinenses. Ao final de quinta-feira, as jovens promessas de SC subiram ao pódio em sete ocasiões. 

 

Meninos de 12 a 14 anos da Escola Erwin Prade, de Timbó, comemoram o ouro no vôlei masculino. Crédito: Ana Ormerod/COB

Nos primeiros três dias de competição (13, 14 e 15), foram realizadas as modalidades individuais: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação luta olímpica, tênis de mesa e xadrez. Entre o domingo e a quinta-feira foram feitos os torneios dos esportes coletivos: vôlei, futsal, basquete e handebol. 

Gerente de esporte de base e inclusão da Fesporte, Josélia Maranho comemorou o rendimento catarinense nesta edição dos JEJ e o desenvolvimento do calendário esportivo promovido pela Fesporte. “Santa Catarina foi o melhor estado na fase de equipes. Poderia ter ido melhor na primeira, mas tivemos boas conquistas. Ano que vem, teremos um novo formato, e nosso estado já está garantido em seis modalidades”

Gerente de esporte de base da Fesporte, Josélia Maranho comemora o título de futsal com as meninas do colégio Rogacionista, de Criciúma. Foto: Gaspar Nóbrega/Exemplus/COB

O novo formato de 2018 se deve a um objetivo principal do Comitê Olímpico Brasileiro: corte de gastos. No ano que vem, os Jogos Escolares para atletas de 12 a 14 anos e para atletas de 15 a 17 anos serão realizados em apenas uma cidade sede, e o número de equipes nas modalidades coletivas da competição nacional deve diminuir de 27 para 12. Com isso, aumentam as disputas das seletivas regionais. Segundo o comitê, 3.983 alunos-atletas de 1.401 escolas de todo o Brasil participaram do evento em 2017. 

 

Quadro de medalhas por municípios catarinenses

Dos 37 municípios catarinenses representados nos Jogos Escolares da Juventude, 24 foram premiados com medalhas, e desse total, 10 conquistaram no mínimo duas medalhas. São Bento do Sul foi o município catarinense que mais se destacou. Lucas Grossl e Thiago Hau França, da Escola Estadual São Bento conquistaram juntos cinco medalhas no tênis de mesa, e a cidade de São Bento do Sul levou 10 medalhas ao todo: uma de ouro, uma de prata e sete de bronze. Veja o quadro de medalhas por município:

Os municípios com mais “atletas de ouro” foram Joinville e Itajaí, ambos com três medalhas douradas cada. Para Itajaí, Larissa Nienchotter (Colégio Adventista), Gabrielly Duarte (Colégio Salesiano) e Tiffany Weinfurter (Escola Henrique Midon) estavam na equipe que ficou em primeiro lugar na categoria por equipes do judô feminino. 

Já Joinville levou o ouro no revezamento 4x75m do atletismo feminino com Camily Karolini dos Santos, da Escola Municipal Eladir Skibinski, e Letícia Lucindo Dell Agnolo do Colégio Cenecista Elias Moreira. O terceiro ouro de Joinville também veio no judô, com Ana Cardoso da Escola Prof. Zulma do Rosário Miranda.

A delegação catarinense foi gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, e os Jogos Escolares da Juventude foram organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio, da Prefeitura de Curitiba e do Governo do Estado do Paraná.

Texto: Nicolas Quadro

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

SC triunfa e leva sete medalhas nos esportes coletivos

As jovens promessas catarinenses de 12 a 14 anos brilharam nesta quinta (21), no último dia dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Curitiba, e conquistaram sete de oito medalhas possíveis nos esportes coletivos. Ao todo, foram quatro ouros, duas pratas e um bronze. Com isso, Santa Catarina encerra a sua participação com 39 medalhas ao todo, entre modalidades coletivas e individuais – foram dez ouros, 11 pratas e 18 bronzes. 

Os JEJ foram realizados na capital paranaense desde o último dia 12 de setembro, com a participação de 162 atletas catarinenses, nas 13 modalidades em disputa. 

Meninas conquistam dois ouros e um bronze

Pela manhã foi a vez das meninas. Apoiadas por quase 20 familiares que viajaram 500km de Saudades até a capital paranaense, as atletas da escola Rodrigues Alves venceram por três sets a zero o time do CEL-RJ e levaram a medalha de ouro pelo segundo ano consecutivo. Parciais de 25 x 17, 25 x 19 e 25 x 14. 

O segundo ouro da manhã veio com o futsal. As meninas do Colégio Rogacionista  (Criciúma) conquistaram o tricampeonato da competição ao vencer de virada a Escola Professor Nelson de Sena (Minas Gerais) por 2 a 1. Liriel empatou o jogo e Diana marcou o gol do título. Camisa 10 e capitã da equipe, Kemili dos Santos também se destacou. Mesmo lesionada, foi a artilheira da equipe com 9 gols no campeonato.

Meninas da EEB Rodrigues Alves, de Saudades, vibram com o título do voleibol (Foto: Antonio Prado)

As atletas do Colégio Sagrada Família (Blumenau) fecharam a participação feminina nesta quinta-feira. Na disputa pela medalha de bronze, venceram as gaúchas por 34 a 27.

Meninos ficam com dois ouros e duas pratas

As disputas entre os meninos foram todas à tarde. Santa Catarina teria pela frente as finais do handebol, futsal, basquete e vôlei. E, destas, conquistou dois ouros e duas pratas.

No futsal masculino, os atletas do Centro Educacional Recriarte (Camboriú) não tomou conhecimento dos adversários e aplicou 3 a 0 para garantir o primeiro lugar. Os rivais na final foram os representantes de Pernambuco, do Colégio 2001. 

No vôlei masculino, com muita empolgação e união, os garotos de Timbó, da Escola Básica Erwin Prade, aplicaram 3 sets a 1 sobre os paulistas da Escola Professora Anna dos Reis e comemoraram muito o título. As parciais foram: 25 x 18, 19 x 25, 25 x 20 e 25 x 21.

As duas derrotas aconteceram no handebol e também no basquete. Na final da 2ª divisão, no handebol, o Colégio Aplicação Uniarp, de Caçador, foi derrotado por 22 a 15, para o Centro Educacional Ato, do Paraná. A derrota mais sofrida das finais foi no basquete. O time catarinense não teve chances. Representado pelos alunos do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul, a equipe acabou derrotada por 69 a 19 diante do Colégio Amorim, de Tatuapé, de São Paulo. Assim, acabou levando a prata. 

A gerente de esporte de base e inclusão da Fesporte, Josélia Maranho destacou o rendimento catarinense nesta edição dos JEJ e o desenvolvimento do calendário esportivo promovido pela Fesporte. “Santa Catarina foi o melhor estado na fase de equipes. Poderia ter ido melhor na primeira, mas tivemos boas conquistas. Ano que vem, teremos um novo formato, e nosso estado já está garantido em seis modalidades”, disse ela.

A Escola Municipal Erwin Pradi, de Timbó, foi campeã no vôlei masculino ( Foto: Antonio Prado)

Segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a edição de 2017 dos Jogos Escolares da Juventude quebrou um recorde no número de inscrições: são 4.069 atletas de 1.396 escolas públicas e privadas de todo o país. 

Veja os resultados do último dia dos Jogos Escolares da Juventude, em Curitiba

 

Feminino

 

Futsal - Campeão Série A - Colégio Rogacionista (SC) 2 x 1 (MG) Colégio Prof. Nelson de Sena

Vôlei - Campeão Série A - Escola Rodrigues Alves (SC) 3 x 0 (RJ) Centro Educacional da Lagoa CEL parciais: 25 x 17, 25 x 19, 25 x 14

Basquete - 3º lugar Série A Colégio Sagrada Família (SC) 34 x 27 (RS) (Colégio Mauá)

Masculino:

Handebol -  Prata  Série B - Colégio Aplicação Uniarp  (SC) 15 x 22 (PR) Centro Educacional Ato 

Futsal - Campeão Série A - Centro Educacional Recriarte (SC) 3 x 0 (PE)Colégio 2001 

Vôlei - Campeão Série A - Escola Municipal Erwin Prade (SC) 3 x 1 (SP) Professora Anna dos Reis

Basquete - Prata Série B - Instituto Educacional Jangada (SC) 19 x 69 (SP) Colégio Amorim Tatuapé)

Os Jej são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB). A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte.

Texto: Renan Koerich

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich 

Antônio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

instagram - @fesportesc

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

SC disputará 6 ouros e 1 bronze nas finais dos JEJ

Equipes de Santa Catarina garantiram na tarde desta quarta-feira, 20, em Curitiba, mais sete medalhas nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ). É que, das oito finais possíveis, das modalidades coletivas (basquete, futsal, handebol e vôlei), no masculino e no feminino, que serão disputadas na quinta-feira, 21, o estado estará em seis delas. 

Das conquistas das vagas como finalista, o futsal masculino do Colégio Recriarte (Camboriú) aplicou 4 a 2 na Escola Pedro Lessa (MG). O vôlei masculino, da Escola Erwin Prade (Timbó), derrotou a Escola Luis Loeses (RS) por 3 a 1; e o feminino, da  Escola Rodrigues Alves (Saudades) venceu por 3 a 1 o CEL (RJ). O instituto Jangada (Jaraguá do Sul) venceu a Escola Castelo Branco (MG), no basquetebol, por 58 a 47. E na segunda divisão do handebol masculino, o Colégio Aplicação/Uniarp (Caçador) venceu pelo placar de 27 x 17 o Complexo Agostiano (AL). 

Escola Rodrigues Alves, de Saudades, aplicou 3 sets a 1 no CEL (RJ) e garantiu vaga na final do vôlei                                        Foto: Arquivo/COB

Além das finais, catarinenses também disputarão bronze no basquete feminino, já que a equipe, representada pelo Colégio Sagrada Família (Blumenau) perdeu para o Santa Mônica Centro Educacional (Madureira/RJ) por 56 a 42.

Essa não foi a única derrota catarinense na fase semifinal. A equipe de futsal feminino do Colégio Rogacionista (Criciúma) perdeu para o Colégio Albert Eistein (Nova Iguaçu/RJ) por 6 a 0. Mas em decorrência do uso de uma atleta irregular pelo time fluminense, a equipe da Capital do Carvão segue na competição.

Os Jej são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB). A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte.

Texto: Heron Queiroz

(48) 99635-9617 - 3665-6126

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nicolas Quadro

Tels: (48) 36656126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 988027742

 

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

SC está em 7 semifinais dos Jogos Escolares da Juventude

A terça-feira, 19, foi de festa para os catarinenses nas quadras de Curitiba, onde estão sendo realizados os Jogos Escolares da Juventude (Jej) 12 a 14 anos. Das oito modalidades esportivas apenas o handebol feminino não conseguiu classificação. Se a segunda-feira foi de tensão e superação para Santa Catarina a terça foi de festa para os catarinenses. Na parte da manhã as meninas entraram em quadra e a tarde foi a vez dos rapazes.

Seis escolas catarinenses foram para o jogo com a classificação para a semifinal garantida. Apenas o handebol feminino dependia de uma vitória para a classificação. E ela veio.O restante brigava pelo primeiro lugar na chave a partir de uma vitória.

A primeira vitória do dia veio com o voleibol feminino da Escola Estadua Rodrigues Alves, de Saudades: 2x0 diante das mineiras com parciais de 25x12 e  25/15,  o que garantiu o primeiro lugar na chave.

Depois, as meninas do handebol do Colégio São Bento, de Criciúma, foram para o jogo contra as estudantes do Espírito Santo e perderam por 21 a 7. Com a terceira derrota em três jogos Santa Catarina foi rebaixada para a segunda divisão da modalidade para 2018.

 Posteriormente o futsal feminino do Colégio Rogacionista, de Criciúma, fez um jogo bastante equilibrado contra as estudantes do Paraná. As paranaenses abriram o placar, mas depois as catarinenses impuseram uma forte marcação e conseguiram virar para 3 a 2. Mas, faltando cinco segundos para o fim do jogo o time da casa empatou em 3 a 3. Na decisão por  pênaltis as criciumenses perderam por 4 a 3, se classificando em segunda lugar.

O futsal masculino do Colégio Recriarte, de Camboriú, goleou o Colégio Máster (RG) por 5 a 2 (Foto: Antonio Prado)

Já as meninas do basquete do Colégio Sagrada Família, de Blumenau, lideradas por Luana, que anotou 15 pontos, tiveram uma vitória épica diante do Colégio Agnes, de Pernambuco. Faltavam dois minutos para o fim da partida e as catarinenses perdiam por 27 a 23. A derrota representava a desclassificação do torneio, já que o time tinha apenas uma vitória.

 De repente as meninas tiraram uma força interior até então desconhecida na competição e foram para cima das pernambucanas. Resultado: empataram em 29 a 29 no último segundo do jogo.

Na prorrogação, já com adrenalina mais equilibrada, as blumenauenses apresentaram um maior volume de jogo e venceram a partida em 38 a 33 se classificando para a semifinal em segundo lugar no grupo.

Mais emoção na parte da tarde

Na parte da tarde as emoções começaram com o futsal masculino do Colégio Recriarte, de Camboriú, que obteve uma fácil vitória sobre o Colégio Máster, do Rio Grande do Norte: 5 a 2 com destaque para Daniel, autor de dois gols.

A vitória trouxe energias positivas para o handebol masculino do Colégio Aplicação Uniarp, de Caçador, que também venceu. A vítima da vez foi os paranaenses: 28 a 23 com grande atuação de Otávio Colussi, que marcou 11 gols.

Depois, foi a vez dos meninos do vôlei da Escola Erwin Prade, de Timbó, entrarem em quadra e construir uma tranqüila vitória diante dos pernambucanos: 2 a 0 com parciais de 25/14 e 25/13.

Em seguida o basquete masculino do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul, foi para o jogo contra os alagoanos disposto a mostrar serviço e sacramentar a posição de número um do grupo. Em tarde inspirada, Guilherme Silva fez 19 pontos e ajudou os catarinenses a vencer a partida em 50 a 31.

Os Jej são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e tem a participação de mais de 4 mil atletas. A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

Até às 21h15 o COB não havia divulgado os confrontos das semifinais desta quarta-feira, 20. Mas, pelos resultados dos grupos até o momento estão definidos os seguintes confrontos das equipes catarinenses:

Futsal masculino 

Colégio Recriarte/Camboriú x EE Pedro Lessa/MG

Voleibol masculino

Escola Erwin Prade/ Timbó x Escola Luis Loeses/RG

Voleibol feminino

EEB Rodrigues Alves/Saudades x Cel/RJ 

Basquete feminino

Colégio Sagrada Família/Blumenau x Santa Mônica Cent. Ed. Madureira/RJ

Texto: Antonio Prado 

(48) 9 8802-7742

Assessoria de Comunicação - Fesporte

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

Nícolas Quadro

 

 

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

Errata: nos JEJ, SC soma 32 medalhas ao invés de 30

A Fesporte (Fundação de Esporte de Santa Catarina) errou ao informar que, ao término das modalidades individuais, nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), Santa Catarina somou 30 medalhas. Ao todo, o estado alcançou 32 medalhas, sendo seis de ouro, nove de prata e 17 de bronze. As medalhas que não haviam sido somadas ao quadro foram os bronzes conquistados no atletismo. 

Yago Luan Stiehler, da Escola Municipal Anita Garibaldi, de Blumenau, na prova dos 75 metros, e Maximino Kuen Júnior, da Escola Estadual Paulo Blasi, de Campos Novos, na prova dos 1.000 metros, foram ao pódio na última sexta (15).  

As modalidades chamadas de individuais (atletismo, badminton, ciclismo natação, ginástica rítmica, tênis de mesa, judô e xadrez), que estão dentro do cronograma dos JEJ, foram encerradas. No momento os estudantes de Santa Catarina disputam até quinta-feira, 21, as modalidades coletivas: futsal, handebol, vôlei e basquete no masculino e feminino.

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

Segundo dia de vitórias e superação para SC em Curitiba

Apenas o handebol feminino não tem chance de classificação, mas já estão garantidos nas semifinais entre os homens: o futsal, handebol e basquete e entre as mulheres o vôlei feminino e o futsal

Futsal feminino, segunda rodada dos Jogos Escolares da Juventude (Jej) para estudantes de 12 a 14 anos nesta segunda-feira, 18, em Curitiba. Em quadra o futsal feminino do Colégio Rogacionista, de Criciúma, empata em 2 a 2 com a Escola Sedes, de Taubaté, SP, depois das catarinenses começarem vencendo por 2 a 0. Faltando 50 segundos para terminar a partida, Kemlli, faz 3 a 2. Fim de jogo.

Voleibol feminino. As meninas da Escola Estadual Rodrigues Alves, de Saudades, vencem o jogo por um 1 a 0 e está no segundo set. O placar está 24 a 20 para o time do Colégio Martin Luther, do Rio Grande do Sul. As gaúchas precisam apenas de uma bola para empatar o jogo. Mas, empurradas por uma torcida barulhenta de 20 pais das atletas que se deslocaram de Saudades até Curitiba para torcer pelas catarinenses, o time de Saudades foi fazendo ponto a após ponto fechando o jogo em 26 a 24 e 2 a 0 no placar, já que venceram o primeiro em  25/22.

As duas vitórias dramáticas de Santa Catarina no segundo dia das modalidades coletivas dos Jej dão uma dimensão da dificuldade que são as disputas. 

Os meninos do basquete do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul, passaram por dificuldade semelhante, mas conseguiram vencer Mato Grosso por 50 a 48. “Nosso primeiro quarto foi bom, pois vencemos por dez pontos de diferença. Já no segundo eles empataram e só conseguimos melhorar nosso jogo nos minutos finais da partida”, revelou o armador catarinense Jean. Foi a segunda vitória dos catarinenses, que tiveram como destaque o ala pivô Nathan Silva, com 21 pontos.

 

Colégio Rogacionista, de Criciúma, venceu Escola Sedes, de SP, nos minutos finais (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

No basquete feminino o Colégio Sagrada Família, de Blumenau, perdeu para as meninas de São Paulo por 49 a 31 e com a vitória da estréia precisam vencer o jogo desta terça-feira contra as mineiras e torcer para uma combinação de resultados para garantir a classificação para a semifinal.

Melhor desempenho teve o voleibol masculino da Escola Erwin Prade, de Timbó: 2 a 0 contra São Paulo com parciais de 25/18 e 25/22. É sua segunda vitória na competição.

No conjunto de vitórias destaque também para o futsal masculino do Colégio Recriarte, de Camboriú, que venceu seu segundo jogo: 3x1 diante dos estudantes de Pernambuco com três gols anotados pelo capitão Kaiki.

Já o handebol masculino do Colégio Aplicação da Uniarp, de Caçador, conseguiu sua segunda vitória. Desta vez de forma apertada: 20 a 18 diante do Rio Grande do Sul. Mais uma vez o destaque do time catarinense foi Otávio Colussi com nove gols.

O mesmo desempenho não teve o handebol feminino do Colégio São Bento, de Criciúma, pois perdeu sua segunda partida no torneio e não tem mais chances de classificação. Desta vez a derrota foi para as estudantes mineiras por 19 a 12. Agora o time catarinense tem que vencer nesta terça-feira a equipe de Espírito Santo e torcer por uma combinação de resultados para não cair para a segunda divisão.

Já estão garantidos nas semifinais entre os homens: o futsal, handebol e basquete e entre as mulheres o vôlei feminino e o futsal.

Os Jej são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e tem a participação de mais de 4 mil atletas. A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

 Texto: Antonio Prado  

 (48) 9 8802-7742

 Assessoria de Comunicação - Fesporte

 Renan Koerich

 Antonio Prado

 Heron Queiroz

 Zenilda Stein

 Nícolas Quadro

 

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

Nesta terça, SC entra em quadra buscando as semifinais dos JEJ

Na manhã e tarde desta terça-feira termina a fase de grupos dos esportes coletivos nos Jogos Escolares da Juventude, em Curitiba. Ao todo, 162 alunos de 12 a 14 anos de escolas catarinenses passam pela capital paranaense em busca das medalhas de ouro, prata e bronze da competição nacional.

Os classificados para as semifinais do vôlei, basquete, handebol e futsal serão conhecidos nesta terça (19), após a realização da terceira e última rodada da fase de grupos. Após esses confrontos, conheceremos quem entrará em quadra na quarta (20) e quinta-feira (21), últimos dias de competições nos JEJ.

No último domingo, em confrontos válidos pela primeira rodada, foram seis vitórias e apenas duas derrotas nas modalidades coletivas. Destaque para o time de futsal feminino, do Colégio Rogacionista (Criciúma), que fez 9x2 sobre as baianas do Colégio Integral. As jovens catarinenses foram ouro em 2016 e defendem o título nacional da competição.

Confira o cronograma de jogos das escolas catarinenses nesta terça-feira (19/09)

Vôlei

Feminino (EEB Rodrigues Alves - Saudades) - Grupo A (SC, MG, RS e DF)

Jogo: SC x MG 

Horário: 9h30

Local de competição: Ginásio 1 do Instituto Paranaense de Ciência do Esporte

 

Masculino (Escola Erwin Prade - Timbó) - Grupo B (SC, PE, SP e CE)

Jogo: SC x PE

Horário: 17h45

Local de competição: Ginásio 1 do Instituto Paranaense de Ciência do Esporte 

 

Basquete

Feminino (Colégio Sagrada Família - Blumenau) - Grupo B (SC, PR, SP e PE)

Jogo: SC x PE

Horário: 10h45

Local de competição: Círculo Militar do Paraná

 

Masculino (Instituto Jangada - Jaraguá do Sul) - Grupo A (SC, AL, MS e RN)

Jogo: SC x AL 

Horário: 16h30

Local de competição: Colégio Militar de Curitiba

 

Futsal

Feminino (Colégio Rogacionista - Criciúma) - Grupo A (SC, PR, SP e BA)

Jogo: SC x PR 

Horário: 9h30

Local de competição: Ginásio 2 do Instituto Paranaense de Ciência do Esporte

 

Masculino (Colégio Recriarte - Camboriú) - Grupo A (SC, PE, SP e RN)

Jogo: SC x RN

Horário: 15h15

Local de competição: SESC da Esquina

 

Handebol

Feminino (Colégio São Bento - Criciúma) - Grupo A (SC, MT, MG e ES)

Jogo: SC x ES 

Horário: 9h30

Local de competição: Ginásio Ney Braga, de São José dos Pinhais - quadra 1

 

Masculino (Colégio Aplicação Uniarp - Caçador) - Grupo A (SC, PR, RN e RS)

Jogo: SC x PR

Horário: 16h30

Local de competição: Ginásio Max Rosemann - São José dos Pinhais

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

Fesporte oferece suplemento alimentar aos atletas

Durante a estadia da delegação de Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (Jej) em Curitiba, PR, a Fesporte disponibiliza, além de sala de fisioterapia, suplemento alimentar aos atletas. Até o momento, no quinto dia de competição, já foram consumidos mil litros de água, 123 quilos de frutas, 368 litros de isotônicos, 1.800 barras de cerceais e 800 pacotes de biscoitos.

A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual, por meio da Fesporte, e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

Clique no vídeo e veja o suplemento alimentar

 

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

Veja imagens da estreia de SC nos Jogos Escolares

Clique no “Ler mais” e ao abrir a página clique no ícone do vídeo para assistir a estreia de Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude, 12 a 14 anos, neste domingo, dia 17 em Curitiba, PR. Veja desde a saída do hotel até a quadra de jogo. Imagens da vitória do  handebol masculino do Colégio Aplicação da Uniarp, de Caçador: 21 a 18 diante do Instituto Educacional O Mestre, do Rio Grande do Norte. 

E também as meninas do basquete do Colégio Sagrada Família, de Blumenau, vencendo de 44 a 40 o Centro Educacional Bartolomeu Mitre, do Paraná. Imagens e edição: Antonio Prado/TV Fesporte.

 

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

Programação de SC nesta 2ª feira nos Jogos Escolares

No segundo dia de jogos pelas modalidades coletivas dos Jogos Escolares da Juventude (12 a 14 anos) em Curitiba, Santa Catarina segue com 83 meninos e meninas de oito escolas catarinenses brigando para se classificar para a segunda fase da competição nacional. 

Confira o cronograma dos jogos coletivos do vôlei, handebol, futsal e basquete desta segunda-feira

VÔLEI

Feminino (EEB Rodrigues Alves - Saudades) - Grupo A (SC, MG, RS e DF)

Jogo: SC x RS 

Horário: 14h

Local de competição: Ginásio 1 do Instituto Paranaense de Ciência do Esporte

Masculino (Escola Erwin Prade - Timbó) - Grupo B (SC, PE, SP e CE)

Jogo: SC x SP 

Horário: 16h30

Local de competição: Quadra 1 da ACPEF 

BASQUETE

Feminino (Colégio Sagrada Família - Blumenau) - Grupo B (SC, PR, SP e PE)

Jogo: SC x SP

Horário: 15h15

Local de competição: Ginásio Tancredo Neves, em Pinhais 

Masculino (Instituto Jangada - Jaraguá do Sul) - Grupo A (SC, AL, MS e RN)

Jogo: SC x MS 

Horário: 8h15

Local de competição: Círculo Militar do Paraná

FUTSAL

Feminino (Colégio Rogacionista - Criciúma) - Grupo A (SC, PR, SP e BA)

Jogo: SC x SP 

Horário: 14h

Local de competição: Ginásio 2 do Instituto Paranaense de Ciência do Esporte

Masculino (Colégio Recriarte - Camboriú) - Grupo A (SC, PE, SP e RN)

Jogo: SC x PE

Horário: 14h

Local de competição: SESC da Esquina

HANDEBOL

Feminino (Colégio São Bento - Criciúma) - Grupo A (SC, MT, MG e ES)

Jogo: SC x MG 

Horário: 15h15

Local de competição: SESC de São José dos Pinhais

Masculino (Colégio Aplicação Uniarp - Caçador) - Grupo A (SC, PR, RN e RS)

Jogo: SC x RS

Horário: 9h30

Local de competição: Ginásio Ney Braga, de São José dos Pinhais - quadra 2

 

Publicado em Jesc12-14
Escrito por

SC estreia modalidades coletivas com vitórias

Foram oito partidas, sete vitórias e apenas uma derrota, o que dá um saldo bastante positivo para Santa Catarina no primeiro dia das modalidades coletivas neste domingo, 17,  nos Jogos Escolares da Juventude (Jej) 12 a 14 anos, em Curitiba. O destaque do dia foi a goleada de 9 a 3 do futsal feminino Colégio Rogacionista de Criciúma sobre as estudantes baianas do Colégio Integral por 9x3. Gols de Liriel (5) (Kemeli (2) e Andressa (2).

Já o futsal masculino do Colégio Recriarte, de Camboriú, teve uma partida mais difícil vencendo de virada o Colégio Objetivo, de São Paulo, por 2 a 1com gols de David e Kaiki.

Outra vitória apertada veio no handebol masculino do Colégio Aplicação da Uniarp, de Caçador: 21 a 18 diante do Instituto Educacional O Mestre, do Rio Grande do Norte.

A equipe começou nervosa na primeira etapa e não conseguia encaixar seu jogo, perdendo gols fáceis, mas no final imprimiu uma forte marcação e conseguiu vencer. O armador esquerdo Otávio Colussi foi o artilheiro catarinense com 9 gols.

Já o handebol feminino de Santa Catarina perdeu por 15 a 12, com o Colégio São Bento, de Criciúma, para as meninas do Instituto Educacional 13 de Maio, do Mato Grosso.  

No basquete masculino os catarinenses do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul, obtiveram uma vitória tranqüila diante Colégio Salesiano Dom Bosco, do Rio Grande do Norte: 70 a 36. O cestinha do time catarinense foi o ala/pivô Guilherme Nathan com 21 pontos.

Colégio Sagrada Família, de Blumenau, venceu por 44 a 40 o Centro Educacional Bartolomeu Mitre, do Paraná (Foto: Antonio Prado) 

A realidade do basquete feminino do Colégio Sagrada Família, de Blumenau, foi diferente já que venceram com dificuldade por 44 a 40 o Centro Educacional Bartolomeu Mitre, do Paraná. A ala Alana, de Blumenau, foi a cestinha da partida com 21 pontos.

“As meninas estavam nervosas por ser uma estréia em um campeonato brasileiro. Mas esta vitória foi positiva para dar um incentivo a mais nas próximas partidas”, destacou a treinadora blumenauense Bruna Rodrigues.

No voleibol masculino os estudantes da Escola Erwin Prade, de Timbó, passaram fácil diante pelo Colégio Batista, do Ceará: 2 a 0 com parciais de  25/12 e 25/7.

O mesmo placar se repetiu no voleibol feminino da Escola Estadual Rodrigues Alves, de Saudades, que fez 2 a 0 ante ao time da Escola Fátima, do Distrito Federal com parciais de 25/12 e 25/15.

Os Jej são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e tem a participação de mais de 4 mil atletas. A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

 Texto: Antonio Prado  

 (48) 9 8802-7742

 Assessoria de Comunicação - Fesporte

 Renan Koerich

 Antonio Prado

 Heron Queiroz

 Zenilda Stein

 Nícolas Quadro

 

Pagina 1 de 26