×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 317

Imprimir esta página
Quarta, 13 Novembro 2013 23:39

Atletas de SC analisam os Jogos Escolares

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Annaysa Silva (centro), pivô do futsal da Escola Estadual Paulo Medeiro, de Joinville usando as redes sociais no celular Annaysa Silva (centro), pivô do futsal da Escola Estadual Paulo Medeiro, de Joinville usando as redes sociais no celular Antonio Prado

Belém - Aquecer, jogar, fazer gol e marcar pontos fazem parte da rotina dos atletas das modalidades coletivas que representam Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude, 15 a 17 anos, que estão sendo realizados em Belém. Mas, além disso, o fato de poder viajar para o Norte do país representando o Estado significa, para eles, muito mais que praticar esporte, significa fazer amizade, conhecer novas culturas e lugares diferentes.

Hospedados no Hotel Regente, no Centro de Belém, os atletas catarinenses fazem do hall do estabelecimento o ponto de encontro para interagir com alunos de outros estados e entre eles próprios.Ora jogando conversa fora, ora interagindo on-line por meio das redes sociais no celular.

“Isso aqui é muito bom”, revela Paula Tubss, ala do basquete da Escola Jangada, de Jaraguá do Sul. “Conhecemos lugares e pessoas diferentes e além de jogar podemos fazer turismo depois dos jogos”, completa. Pela primeira vez na competição, Paula diz que a experiência está sendo marcante: “Tudo aqui é muito grande. Gostei da estrutura de Belém”.

Quem também está gostando da experiência é Rafael Hesper, líbero do vôlei da Escola Estadual Valdete Piazeira, também de Jaraguá do Sul. “É muito gratificante estar nos Jogos Escolares, um evento nacional, representando Santa Catarina. É um prêmio para nós, pois, para chegar até aqui passamos por quatro etapas classificatórias que incluem regional e estadual”.

Para a levantadora Karen, do vôlei da Escola Estadual Francisco Mazolla, de Nova Trento, a experiência de Belém é bastante válida. “Além de jogar com meninas do Pará e de São Paulo, o esporte nos proporciona poder viajar e conhecer o país e isso é gratificante”, diz a atleta.

Annaysa Silva, pivô do futsal da Escola Estadual Paulo Medeiro, de Joinville, acha que disputar os Jogos Escolares da Juventude é uma responsabilidade muito grande. “Fiz três gols na estreia contra as meninas de Mato Grosso, mas confesso que fiquei a partida inteirinha nervosa. Disputar o primeiro jogo de uma competição, mesmo ganhando de 7 a 4, é sempre complicado”.

Os Jogos Escolares da Juventude são disputados por alunos-atletas de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte.

A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Informações adicionais:

 

Antonio Prado

(48) 9125-2286

Lido 3791 vezes Última modificação em Quarta, 13 Novembro 2013 23:48

Mais recentes de