Imprimir esta página
Domingo, 05 Novembro 2017 22:50

São José conquista hegemonia no atletismo após sete anos Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
A vitória de São José começou a ser construída desde o primeiro dia no masculino e feminino A vitória de São José começou a ser construída desde o primeiro dia no masculino e feminino Foto: Alessandro Koizumi

São José conquistou a hegemonia do atletismo catarinense ao vencer as disputas no masculino e feminino da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) neste domingo, 5, no Estádio Vidal Ramos Júnior, em Lages. Desde 2010, a mesma cidade não vencia os dois naipes na mesma edição.

A vitória de São José começou a ser construída desde o primeiro dia, e, ao término da quinta das seis etapas, a equipe da Grande Florianópolis já podia comemorar o título de campeão geral da modalidade. "É um feito fabuloso, e inédito para a cidade. Fazem sete anos que desenvolvemos o projeto em São José, com 99% de investimento do município, por meio da Fundação Municipal de Esportes, e um planejamento a longo prazo que começou a se concretizar em Joaçaba (2015), quando vencemos no masculino", relatou o técnico Anderson Sebastião Chaves.

Um dos principais destaques da equipe josefense foi o velocista Jonathan Rodrigues, 22 anos, que deixa Lages com quatro medalhas na bagagem, sendo três de ouro e uma de prata. Campeão da prova mais rápida do atletismo, Jonathan conquistou o terceiro ouro neste domingo no revezamento 4x400 metros rasos, que encerrou as disputas no masculino. 

 Antes já havia integrado a equipe vencedora do revezamento 4x100 metros e segundo colocado nos 200 metros rasos. "Agora vou buscar o sonho olímpico", avisou o atleta. Blumenau, do velocista William Deschamps, ficou em segundo lugar, seguido de Itajaí.

 Município colhe frutos do investimento

 No feminino, Débora dos Santos e Micaela do Melo fizeram a dobradinha para São José nos 400 metros com barreira e atestaram o investimento feito pelo município da Grande Florianópolis. "São José investe forte no esporte e é o que faz a diferença para a gente", disse Debóra, ao lado de Micaela, segunda colocada na prova e ouro nos 100 metros com barreiras.

 Lages, a cidade sede, também fez bonito com a segunda colocação na classificação geral do naipe feminino, a frente da tradicional equipe de Joinville. A dobradinha do salto em altura com Monique Warmeling (ouro) e Mônica Araújo de Freitas (prata), e a vitória de Eliane Martins no salto em distância, foram fundamentais para o vice-campeonato. "Missão cumprida", disse Eliane, que treina em São Paulo, e foi uma das meninas convocadas pelo professor João Nunes para reforçar a equipe anfitriã dos 57º Jogos Abertos.

Medalha de prata no salto em distância e ouro no salto no triplo, a joinvilense Letícia Oro Melo, 20 anos, ficou frustrada com a segunda colocação na prova de sua especialidade e o terceiro lugar da equipe na classificação geral. Ao mesmo tempo, revelou estar animada com o futuro. "Comecei a treinar para o salto triplo faz um mês e ganhei o ouro", declarou a saltadora, que destacou o fato de Joinville disputar a modalidade apenas com atletas da casa. 

Os Jasc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com a prefeitura e Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Lages.   

 Texto: Cristiano Rigo Dalcin

(48) 99984-3619

 

Clique aqui para selecionar 

Lido 1159 vezes Última modificação em Segunda, 06 Novembro 2017 00:21
Prado

Mais recentes de Prado