Imprimir esta página
Terça, 08 Outubro 2019 01:30

Maristela Torizani: com ela, não sobra pino em pé Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Maristela comemora cada jogada, com total aproveitamento Maristela comemora cada jogada, com total aproveitamento Foto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Ela foi o destaque na modalidade de bolão 23 feminino na etapa regional dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), realizada em Rio Negrinho, região Leste-Norte. Atuando por Timbó, Maristela Torizani foi uma das responsáveis por levar o município ao título de campeã na modalidade. Isso porque, por duas vezes, das quatro partidas disputadas em duas em duas ela fez 180. Em outras palavras, ela derrubou por 20 vezes seguidas os nove pinos e depois repetiu a dose.

Modesta, a bolonista, que começou na equipe da WEG aos 19 anos de idade, atribui o desempenho a um bom dia em que tudo deu certo. Mas o fato é que Maristela pode ser considerada pé-quente, ou, neste caso, “mão-quente”. Desde 2011, atuando por Florianópolis, a jaraguaense jamais ficou de fora de uma edição dos Jasc. E já garantiu sua nona participação. Nesse tempo, conquistou um primeiro e um segundo lugar por Itajaí, além de um terceiro por Timbó.

Maristela também traz em seu currículo uma conquista do Campeonato Brasileiro de Bolão 23, realizado em Blumenau, em 2017, quando atuou pela equipe de Salto do Norte, do município-sede. Ela conta que conta com o apoio do marido para manter a rotina de treino de duas vezes por semana, que aumenta para diário na iminência de um grande evento como os Jasc. E, claro, o maridão faz questão de acompanhá-la nas viagens para torcer de perto.

Bolonistas de Timbó comemoram o título regional dos Jasc                                                                                    Fotos: Heron Queiroz

Além de Timbó, também se classificaram Rio Negrinho, segundo colocado, e São Bento do Sul, terceiro. “Esse título é muito importante, porque mostra que estamos com uma boa equipe, com qualidade técnica, e que na etapa estadual dá pra chegar ao título”, avaliou Maristela. A equipe ainda tem um fator favorável para o estadual, que acontece de 1º a 10 de novembro: estará jogando em casa, já que Timbó sediará a 59ª edição, junto a Indaial e Pomerode.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Lido 1334 vezes Última modificação em Terça, 08 Outubro 2019 12:58
Heron Queiroz

Mais recentes de Heron Queiroz