Estadual  Escolar começa amanhã em Videira.

A bola vai rolar em Videira, à partir dessa quarta-feira(23), com os jogos da fase final do Campeonato Catarinense de futebol Escolar, o conhecido Moleque Bom de Bola. Serão 32 equipes, 16 no masculino e 16 no feminino. As equipes estão divididas em grupos de 4 equipes Participam do evento deste ano, cerca de 700 atletas, entre 15 e 17 anos de idade.

Cinco estádios da região de Videira foram selecionados para a disputa, programada para iniciar amanhã, 9h da manhã. Confira os jogos que abrem a manhã de futebol em Videira:

 Maculino

EEB Walter Fontana(Concórdia) x Colágio Incentivo(Biguaçu)

EEB SARA CASTELHANO KLEINKAUF(Guaraciaba) x EEB Raimundo Corrêa(Seara)

Feminino

EEB JOAO COLODEL(Turvo) X EEB SAO LUIZ(União do Oeste)

EEB ESTANISLAU SCHUMANN(Bela Vista do Toldo x  EEB DR OTTO FEUERSCHUETTE(Capivari de Baixo)

 

Mais informações, programação e tabela, você encontra no site: 

https://fesporte.digital.esp.br/jogos/84712601912819712/jesc-moleque-bom-de-bola-estadual-15-a-17-anos

 

Foto: Antônio Prado arquivo  Fesporte

O Programa Inovação no Esporte (Sportechs SC) vai apoiar 10 startups de Santa Catarina com investimento de R$ 50 mil para cada uma em propostas que tragam novas ideias na área. As inscrições vão até 28 de novembro. O Sportechs é uma parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

 

O programa visa a estimular o empreendedorismo inovador por meio do desenvolvimento de produtos (bens e/ou serviços) ou de processos inovadores relacionados ao esporte de rendimento, educacional, participação e formação.

 

Vai apoiar, com a concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis), o desenvolvimento de empresas a partir da transformação do seu Produto Mínimo Viável (MVP) em negócios que incorporem produtos, processos e/ou serviços ao ecossistema de empreendedorismo inovador em Santa Catarina.

 

Serão apoiadas empresas cujo objeto social contemple atividade compatível com a proposta do projeto. Os R$ 500 mil serão destinados a 10 propostas, no valor unitário de R$ 50 mil. Serão contempladas, preferencialmente, a melhor classificada para cada uma das seis mesorregiões (Norte, Vale do Itajaí, Sul, Grande Florianópolis, Serra e Oeste) e quatro de acordo com a classificação geral.

 

“Queremos potencializar, através da ciência, tecnologia e inovação, soluções que gerem desenvolvimento para o Estado”, afirmou a presidente interina da Fapesc, Luciana Flor Correa Felipe. “O esporte é uma temática impactante para Santa Catarina. Temos apoio, através da Fesporte, a programas para diversas modalidades e jogos e queremos potencializar essa utilização alinhando tecnologia e inovação. Com isso, esperamos gerar novas oportunidades e atrair talentos para essa área.”

 

O presidente da Fesporte, Kelvin Nunes Soares, lembra que o envolvimento da CTI com o esporte é inegável. “A tecnologia e inovação precisam ser aplicadas em todo momento na área esportiva, trabalhar com dados confiáveis que projetam o futuro e apontem soluções para o esporte de uma forma geral. É uma necessidade do mundo esportivo. Em Santa Catarina não é diferente. Nós acreditamos que a partir deste passo dado no Sportechs possamos muito rapidamente entregar tecnologias e informações para o meio esportivo catarinense”.

 

Leonardo de Lucca, gerente de Inovação e Tecnologia da Fapesc, salienta que o esporte é uma indústria responsável por aproximadamente 2% do PIB brasileiro e que necessita cada vez mais de inovação tecnológica para aproximar o cliente das empresas.

 

“A avaliação e monitoramento do treinamento de atletas e praticantes de atividade física é feito atualmente com tecnologias que permitem a coleta de informações em tempo real”, afirmou de Lucca. “A pesquisa básica e aplicada é feita com equipamentos cada vez mais sofisticados e conectados que também permitem a maior interação com o público que assiste às competições esportivas. Todos podem saber qual a distância percorrida e o esforço realizado pelo seu atleta preferido. Santa Catarina se destaca no cenário esportivo nacional e tem um ecossistema de CTI muito consolidado. Dessa forma, a Fapesc e a Fesporte resolveram convergir ações para desenvolver tecnologias e inovações esportivas em território catarinense.”

 

:: Clique aqui para ter acesso ao edital

 

Mais informações para a imprensa:

Maurício Frighetto

Assessoria de Imprensa

Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de SC – Fapesc

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Telefone: (48) 99932-4209

Site: www.fapesc.sc.gov.br

 

Escrito por: SECOM