Publicado em Geral
Escrito por

Excelência Esportiva reconhece melhores atletas de SC em 2019

A noite de gala do esporte catarinense premiou os melhores atletas do estado em 2019 nesta segunda-feira, 2, em Florianópolis. A cerimônia do Prêmio Excelência Esportiva, organizado pela Fundação Catarinense do Esporte (Fesporte), foi realizada no Teatro Pedro Ivo, com a presença do governador Carlos Moisés, do presidente da Fesporte, Rui Godinho, e do ex-tenista e número 1 do mundo Gustavo Kuerten, o Guga. Em quase três horas de solenidade, foram agraciados desportistas e pessoas que contribuíram para o desenvolvimento do esporte catarinense ao longo da história. 

Clique aqui e veja a galeria de fotos do evento

Em seu discurso, Moisés relembrou seus tempos de atletismo e enalteceu o papel dos atletas na formação de uma sociedade mais igualitária. Ele ressaltou a capacidade de formação de caráter do esporte por meio de valores e da ética.

“O Governo quer ser parceiro do atleta. Superar os limites é um desafio que o Esporte impõe. Nas escolas, nós conseguimos descobrir muitos dos futuros atletas. Fico emocionado de vir a esta cerimônia e ver na plateia tantas pessoas que se superam todos os dias. O Esporte não pode nunca ser esquecido. Ele precisa ser fomentado”, falou o governador.

Pouco antes, Guga também lembrou de alguns dos momentos mais marcantes de sua trajetória, quando ainda buscava o estrelato em competições pelo interior do estado e deixou uma mensagem de otimismo para os atletas catarinenses:

 

Guga, Governador e autoridades durtante o evento no Teatro Pedro Ivo (Foto: Júlio Cavalheiro/Secom)

“Vale a pena desafiar a vida. O caminho para o esportista é acreditar no impossível, em algo improvável. Continuem acreditando em seus sonhos. O esporte tem esse poder de mexer o espírito e a alma das pessoas. Cada um que está aqui é um exemplo para a sua comunidade. São muitas horas de trabalho, mas o esporte permite que sejamos melhores a cada dia. Continuem essa caminhada, que ela vale muito a pena”.

Em seu discurso o presidente da Fesporte, Rui Godinho, reforçou que o calendário esportivo da instituição, constituído por 10 eventos, foi cumprido integralmente com sucesso e agradeceu ao apoio do governador Carlos Moisés aos eventos promovidos pela Fesporte.

“O esporte catarinense, de um modo geral, teve uma grande projeção no cenário brasileiro  devido a grandes conquistas dos atletas em competições nacionais em 2019 (Paralimpíadas Escolares 126 medalhas conquistadas por SC e Jogos Escolares da Juventude, 86 medalhas). Queria agradecer aos técnicos e a as entidades esportivos pelo grande empenho em 2019”, disse Godinho.

Veja abaixo a lista dos premiados 

Medalha Rodolfo Sestrem

Sergio Rodrigues Castro (Vôlei de praia)  - Atleta destaque dos Jogos Abertos de SC 2019 

Taís Fabiane Schroeder Eval (Bolão 16) – Atleta revelação dos Jogos Abertos de SC 2019

Medalha Marcílio César Ramos Krieger (homenagem da Justiça Desportiva)

Carlos Eugenio Lopes

Maria Cristina Ferreira Santos 

Comenda do Mérito Desportivo

Alexandre Trevisan Schneider (handebol)

Kasuo  Konishi (judô)

Duciomar Antonio Grando, o Pipoca (judô)

Rui Rizzo (vôlei)

Salésio Kindermann (futebol)

Alvaro Rogerio Muniz (in memoriam)

Clube da Cala e Tiro Dias Velho, de Rio do Sul (entidade esportiva)

Universidade do Oeste de Santa Catarina (entidade patrocinadora)

Troféu Guga Kuerten de Excelência no Esporte

Isaky Anderson Coelho  (jiu-jitsu) – Melhor árbitro paradesportivo

Guilherme Locatelli (basquete) – Árbitro destaque de 2019

Alexandre Mederiso Ghizi (tênis de mesa) – Melhor técnico do Paradesporto

Karina Patricia de Souza (Vôlei) – Melhor técnico

Apae de Caçador – Melhor entidade paradesportiva

Associação Desportiva de Voleibol – Melhor entidade esportiva

Catarina Martins Machado (natação) – Atleta revelação paradesportivo

Calebe Lazarotti (Xadrez) – Atleta revelação

Gabriel Bodin Vieira Santos (Marcilio Dias) – Melhor atleta do futebol profissional

Sylvia Helena Braga (surfe adptado) – Melhor atleta paradesportiva

Gabriela Giraldi (patinação artística) – A melhor atleta

Bruno Becker da Silva (natação) – Melhor atleta paradesportivo

Douglas Brose (caratê) – O melhor atleta

Equipe Paralímpica de Tênis de Mesa DF (Criciúma) – Melhor equipe paradesportiva

Kindermann/Avaí (futebol feminino) – Melhor equipe catarinense

Texto: Leonardo Gorges

Assessoria de Imprensa

Secretaria Executiva de Comunicação - SECom

 

 

 

 

 

 

Publicado em Geral
Escrito por

É neste segunda a Noite de Excelência do Esporte de SC

 A Fesporte, O Conselho Estadual do Esporte, o Tribunal de Justiça Desportiva de SC e a Associação dos Cronistas Esportivos de SC estarão reunidos nesta segunda-feira (02/12) na “Noite da Excelência Esportiva”. A solenidade começará às 19 horas, no Teatro Pedro Ivo (Centro Administrativo/SC-401), com a outorga pelo Conselho da Comenda do Mérito Desportivo aos mais votados em plenária da instituição, entrega do Troféu Gustavo Kuerten aos desportistas de vários segmentos e modalidades que se destacaram em 2019, entrega da medalha Marcílio César Ramos Krieger, homenagem do TJD aos destaques na área jurídico-esportiva, no estado e no país. A Fesporte e a Acesc também farão a entrega da medalha Rodolfo Sestrem aos atletas destaque e revelação dos Jogos Abertos deste ano.  

Concorreram ao Troféu Gustavo Kuerten cinco finalistas em cada categoria, sendo três eleitos em votação popular pela Internet e outros dois indicados pelo Conselho Estadual de Esporte. Os vencedores serão definidos na manhã que antecede a premiação pela Curadoria do Troféu. Neste ano, o prêmio obteve 9.852 votos nos 183 finalistas indicados pelas Federações Esportivas e Entidades do Paradesporto. Estapremiação é uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina, por  meio da Fesporte, em parceria com o Instituto Guga Kuerten (IGK). Os concorrentes à Medalha Rodolfo Sestrem foram indicados pelos treinadores das suas respectivas modalidades e os vencedores foram os dois mais votados pelos jornalistas credenciados para a cobertura dos Jogos Abertos.

Comenda do Mérito Esportivo

Alexandre Trevisan Schneider – handebol, Concórdia

Dulcimar Antonio Grando – ex-judoca, Florianópolis

Kasuo Konishi – grande incentivador do judô no estado

Rui Rizzo – ex-atleta e dirigente do vôlei, Blumenau

Salézio Kindermann – incentivador do futebol e do futsal femininos em Caçador

Álvaro Rogério Muniz (in memoriam) -  atleta e treinador de basquetebol

Clube de Caça e Tiro Dias Velho – destaque como entidade esportiva, Rio do Sul

Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC – honraria que prestam apoio contínuo ao esporte

Medalha Marcílio Krieger

Carlos Eugênio Lopes – jurista, atuante na área d direito esportivo desde 1969, Rio de Janeiro

Maria Cristina Ferreira Santos – árbitra de natação e secretária do TJD catarinense

Medalha Rodolfo Sestrem

Atleta destaque – Sérgio Rodrigues Castro (Ceará), vôlei de praia de São José, onze títulos em Jogos Abertos.

Atleta revelação – Taís Fabiane Schroeder Evaldi, bolão 16 de Blumenau, derrubou 964 pinos na competição

Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte

O Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte foi criado por meio do Decreto 1.279 de 16 de abril de 2008, com o objetivo de homenagear atletas, entidades, técnicos e equipes catarinenses que tiveram destaque especial ao longo do ano.

Concorrem ao prêmio cinco finalistas em cada categoria, sendo três eleitos em votação popular pela Internet e outros dois indicados pelo Conselho Estadual de Esporte. Os vencedores serão definidos na manhã que antecede a premiação pela Curadoria do Troféu. Neste ano, o prêmio obteve 9.852 votos nos 183 finalistas indicados pelas Federações Esportivas e Entidades do Paradesporto.

Os destaques do esporte catarinense de 2019 serão conhecidos na noite desta segunda-feira, dia 02 de dezembro, no evento Excelência Esportiva, o qual contempla a cerimônia do Troféu Gustavo Kuerten, em sua 11ª edição. O Evento será realizado no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, com início às 19h30.

 A premiação é uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina, por  meio da Fesporte, em parceria com o Instituto Guga Kuerten (IGK).

Confira os finalistas 2019:

1) O MELHOR ATLETA MASCULINO

DOUGLAS SANTOS BROSE - KARATÊ

MATEUS VOIGHT – BADMINTON

RYAN WESLEY DA COSTA CAETANO - XADREZ

JOÃO VITOR VIEIRA DA SILVA - GINÁSTICA

FELIPE AUGUSTO WERLE – PATINAÇÃO ARTÍSTICA

 

2) A MELHOR ATLETA FEMININO

MICAELA ROSA DE MELLO - ATLETISMO

VALÉRIA KUMIZAKI – KARATÊ

GABRIELLA PEREIRA GIRALDI - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

BÁRBARA MICHELINE DO MONTE BARBOSA – FUTEBOL

BEATRIZ LINHARES DA SILVA - GINÁSTICA

 

3) O(A) ATLETA REVELAÇÃO

PAULA BERNARDO CARVALHO - BASQUETEBOL

LETICIA DE ALMEIDA REDONDO KATO – KARATÊ

MAYKE LUANA REDEL – PATINAÇÃO ARTÍSTICA

CALEBE KADLUBISKI LAZZAROTTI - XADREZ

NATÁLIA METZNER - GINÁSTICA RÍTMICA

 

4) MELHOR ATLETA DE FUTEBOL PROFISSIONAL

GABRIEL BORDIN VIEIRA SANTOS (MAGRÃO) – FUTEBOL

CARLOS EDUARDO VIEIRA (EDUARDO) – FUTEBOL

MAIKEL DANIEL COSTA (DANIEL COSTA) - FUTEBOL

DANIEL LOPES DE ANDRADE (DAN DAN) - FUTEBOL

EBERT WILLIAN AMÂNCIO (BETÃO) - FUTEBOL

 

5) A MELHOR ENTIDADE ESPORTIVA

ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA KINDERMANN - FUTEBOL

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE VOLEIBOL – ADV – VOLEIBOL

FEDERAÇÃO DE GINÁSTICA DE SANTA CATARINA - GINÁSTICA

CLUBE RODAS DE OURO DE ITAJAÍ – PATINAÇÃO ARTÍSTICA

CLUBE CONCORDIENSE DE XADREZ – CCX – XADREZ

 

6) MELHOR EQUIPE ESPORTIVA

EQUIPE DE BASQUETE ADULTO FEMININO BLUMENAU - BASQUETEBOL

EQUIPE ADV/MARISOL/SECEL MASCULINA – VOLEIBOL

EQUIPE INFANTIL - AGRD JOINVILLE – GINÁSTICA RÍTMICA

EQUIPE FEMININA DE FUTEBOL - KINDERMANN/AVAÍ – FUTEBOL FEMININO

EQUIPE INFANTIL ADIEE/FME FLORIANÓPOLIS - GINÁSTICA ARTÍSTICA

 

7) O(A) MELHOR TÉCNICO(A)

MARCOS VINICIUS DA SILVA CUNHA - JIU-JITSU

VANDERLEI MACHADO DE OLIVEIRA – KARATÊ

KARINA PATRÍCIA DE SOUZA - VOLEIBOL

VANESSA HAGEMANN – GINÁSTICA RÍTMICA

THAIS EMANUELLI DA SILVA DE BARROS – GINÁSTICA ARTÍSTICA

 

8) O(A) MELHOR ÁRBITRO(A)

GUILHERME LOCATELLI - BASQUETEBOL

CHARLY WENDY STRAUB DERETTI – FUTEBOL

ANELISE C. NEWBERY – TIRO COM ARCO

FELIPE GONZAGA CAVALCANTI – PATINAÇÃO ARTÍSTICA

ELLEN VIVIAN KEGEL - GINÁSTICA

PARADESPORTO

 

1) O MELHOR ATLETA PARADESPORTIVO MASCULINO

CONRADO CONTESSI - TÊNIS DE MESA PARALÍMPICO

BRUNO BECKER DA SILVA – NATAÇÃO PARALÍMPICA

JORGE LUIS CAMARGO FONSECA - PARATLETA DE TRIATHLON

JOCÉLIO DE ASSIS -  HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

EZEQUIEL DE SOUZA CORREA – LEVANTAMENTO DE PESO PARALÍMPICO

 

2) A MELHOR ATLETA PARADESPORTIVA FEMININA

ANA CAROLINE MANOSSO LIMA -  TIRO COM ARCO PARALÍMPICO

CLAUDIA MARIA DUTKA - HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

ISABELLE GARCIA VELÁSQUEZ - NATAÇÃO PARALÍMPICA

GÉVELYN CÁSSIA ALMEIDA - ATLETISMO PARALÍMPICO

SYLVIA HELENA BRAGA -  SURF ADAPTADO

 

3) O(A) ATLETA REVELAÇÃO PARADESPORTIVO

GABRIEL DE OLIVEIRA ANTUNES - TÊNIS DE MESA PARALÍMPICO

CATARINA MARTINS MACHADO – NATAÇÃO PARALÍMPICA

MARIA FERNANDA COSTA - TÊNIS DE MESA PARALÍMPICO

SUSANA CRISTINA DA SILVA - HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

GIULIANO DOS PRAZERES NOGAROLI - NATAÇÃO PARALÍMPICA

4) A MELHOR ENTIDADE PARADESPORTIVA

ASSOCIAÇÃO DOS PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS (APAE)

ASSOCIAÇÃO SURF SEM FRONTEIRAS (ASSF) - SURF

ACESA – ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ESPORTES ADAPTADOS

ASSOCIAÇÃO DE DEFICIENTES DE CRICIÚMA - JEDECRI

ESCOLA ESPECIAL LEANDRO DE AZEVEDO - APAE BIGUAÇU

 

5) MELHOR EQUIPE PARADESPORTIVA

EQUIPE MASCULINA DE FUTSAL DEFICIÊNCIA INTELECTUAL (DI) DE CAÇADOR – FUTSAL DI

EQUIPE PARALÍMPICA DE TÊNIS DE MESA – DF MASCULINA

EQUIPE DE ATLETISMO PARALÍMPICA - DI FEMININA – APESBLU – ATLETISMO PARALÍMPICO

EQUIPE DE ATLETISMO PARALÍMPICO - DF MASCULINA - FMEL ITAJAÍ

EQUIPE DE HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS FALCÕES DO OESTE/PREFEITURA MUNICIPAL DE CHAPECÓ

 

6) O(A) MELHOR TÉCNICO(A) DO PARADESPORTO

ALEXANDRE MEDEIROS GHIZI – TÊNIS DE MESA PARALÍMPICO

ALAN MARTTOS HELBOCK – NATAÇÃO PARALÍMPICA

GÉVELYN CÁSSIA ALMEIDA - ATLETISMO PARALÍMPICO E HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

CARINE MARLA BOSETTI - FUTSAL DI

JULIO CESAR PISTARINI - NATAÇÃO PARALÍMPICA

 

7) O(A) MELHOR ÁRBITRO(A) DO PARADESPORTO

CLAUDIO PACHECO – ATLETISMO PARALÍMPICO

LUCI DE BARROS – BOCHA PARALÍMPICA

ISAKY ANDERCON COELHO - JIU-JITSU PARADESPORTIVO

Com informações Sites CED e Guga Kuerten

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC bate recorde e conquista 86 medalhas nos Jogos Escolares

Terminou na noite desta sexta-feira, 29, em Blumenau, a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), evento realizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) com apoio do Governo de Santa Catarina e prefeitura de Blumenau. Os catarinenses fecharam a competição com um total de 86 medalhas sendo 21 de ouro, 35 de prata e 30 de bronze.

Foi o maior número de medalhas da história conquistadas pelo Time SC. Em 2018 foram 72 medalhas, ou seja, nesta edição dos JEJ foram 14 medalhas a mais em relação ao ano passado. Só no último dia de competição, nesta sexta-feira, foram 19 medalhas sendo cinco de ouro com as disputas finas da natação, tênis de mesa e xadrez.

Os JEJ começaram dia 16 de novembro com a participação de 5 mil atletas/estudantes de todos os estados brasileiros divididos nas faixas etárias de 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos. A delegação catarinense, gerenciada pelo governo do estado, por intermédio da Fesporte, foi composta por 297 atletas, 37 professores/técnicos e sete dirigentes e participou nas modalidades de atletismo, badminton, basquete, ciclismo, judô, luta olímpica, futsal, handebol, ginástica rítmica, voleibol, vôlei de praia, natação, tênis de mesa e xadrez.

Daniel Bolezina, da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, venceu 5 lutas por ippon e foi um destaques (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, o resultado da participação catarinense na competição foi altamente positiva. “Conseguimos superar o total de medalhas em relação ao ano passado. O COB não divulga o campeão geral, nem o número de medalhas de cada estado, mas sabemos que superamos gigantes como Minas Gerais e Rio de Janeiro e só fomos superados por São Paulo, ou seja, nosso estado está entre os melhores do Brasil no esporte escolar, isso mostra que nosso estudante/atleta está em evolução técnica constante e o apoio que o governo estadual está dando neste segmento é importante para esta evolução”, destaca Rui Godinho.

Atletismo deu maior número de medalhas

O atletismo foi o que obteve mais medalhas, 33 no total sendo 10 de ouro, 15 de prata e 7 de bronze. A natação veio em segundo com 31 medalhas conquistadas sendo 2 de ouro, 17 de prata e 12 de bronze.

Entre os destaques individuas figuraram o judoca Daniel Bolezina Silva, categoria pesado, da Escola Municipal Elza Pacheco, de Blumenau, que foi ouro na faixa etária 17 a 17 anos ao vencer todas as suas cinco lutas por ippon e também Bryan Nikson Alves, do atletismo da Escola Básica Arnaldo Brandão, de Itajaí. Ele bateu o recorde dos 1.000 metros que já durava nove  com o tempo de 2min38 segundos.

Bryan Nikson, do atletismo da Escola Básica Arnaldo Brandão, de Itajaí, bateu o recorde dos 1.000 metros que já durava 9 anos (Foto: Antonio Prado/Fesporte) 

Também no rol dos destaques está o recorde na natação na prova do revezamento 4 x 50 medley, 12 a 14 anos, com um time formado por  Ronaldo Klug Júnior (Positivo/Joinville), Kauan Eduardo Matias da Silva (Escola Flodoardo Cabral/Lages),Vinícius Cruz/Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça) e  e Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista/Itajaí). O tempo da prova foi de 1min52s.380.

 Resultados desta sexta-feira

NATAÇÃO

12 14 anos

Ouro  revezamento 4 x 50 medley – Recorde da prova (1min52s.380) – Ronaldo Klug Júnior (Positivo/Joinville), Kauan Eduardo Matias da Silva (Escola Flodoardo Cabral/Lages),Vinícius Cruz/Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça) e  e Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista/Itajaí)

Prata 200m livre - Joanna Beatriz Rossi (EM Paul Harris/Joinville)

Prata 200m livre - Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista/Itajai, prata 200m livre

Prata 100m peito - Kauan Eduardo Matias (Escola Flodoardo Cabral/Lages)

Bronze  200m livre - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville)

Bronze  50m costas - Yasmin Pereira (CM Indaial)

15 a 17 anos

Prata 50m costas - Vinícius Arns Kohns (Colégio Dehon/Tubarão)

Prata 100m peito - Laura Burigo Antunes (Colégio Dehon/Tubarão)

Prata -revezamento 4x50 Medley - Maria Eduarda (EEB Abdon Batista/Jaraguá do Sul), Laura Burigo e Letícia Dias (Colégio Dehon/Tubarão) e Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville)

Bronze 200m livre- Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/ Joinville)

Bronze -Revezamento 4x50 Medley - Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial),Gabriel Ugion e Pedro Lucas (Colégio Marista/Criciúma), Daniel Neto (EEB Francisco Lanser/Blumenau)

O revezamento 4 x 50 medley bateu recorde da prova e entrou para a história (Foto: divulgação) 

XADREZ

12 a 14 anos

Ouro – Luis Henrique da Silva Bugança (Colégio Objetivo/Lages)

Prata - Maria Eduarda Santa Freitas (Centro Educacional Roda Pião/Palhoça)

Bronze – Blitz - Luis Henrique da Silva Bugança (Colégio Objetivo/Lages)

15 a 17 anos

Ouro – Gabriela Luisa Vicente Feller (Colégio Bom Jesus Santo Antônio/Blumenau)

CICLISMO

12 a 14 anos

Bronze - João Pedro Jordani (EEB Lurdes Lago/Chapecó)

TÊNIS DE MESA

12 a 14 anos

Ouro individual masculino – Eduardo Fragoso (Colégio Conexão/Joaçaba)

15 a 17 anos

Ouro individual feminino – Lhays Francieli Stolar (EEB Maria Amin Ghanen/Joinville)

Prata  individual masculino - Guilherme Silva (Escola Tufi Dippe/Joinville)

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Santa Catarina conquista mais 19 medalhas nesta quinta

A quinta-feira, 28,a foi generosa para Santa Catarina nos Jogos escolares da Juventude (JEJ) em Blumenau. A natação e o tênis de mesa deram mais  16 medalhas para o Time SC e com mais uma de prata conquistada no ciclismo e mais uma de prata e uma de bronze na ginástica o dia fechou com mais 19 medalhas para Santa Catarina (três de ouro, nove de prata e sete de bronze). Até aqui, o estado conta com um saldo de  67 medalhas (16 de ouro, 27 de prata e 24 de bronze.

Confira os medalhistas da natação 

12 a 14 anos

Ouro - Revezamento 4 x 50 m medley misto – Yasmim Pereira (Colégio Municipal de Indaial), Kauan Eduardo Matias (EEB Prof. Flodoardo Cabral/Lages), Vinicius Cruz(Colégio Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça), Joana Beatriz Rossi (EM Paul Harris/Joinville). 

Prata – 400m livre - Guilherme Gustavo Kanzler (EM Prof. Gertrudes Milbratz/Jaraguá do Sul)

Bronze – 400 livre - Lucas Davesac Machado (Colégio Adventista de Itajaí)

Prata – 100m livre Joanna Beatriz Rossi (EM Paul Harris/Joinville)

Prata - 50m peito - Kauan Eduardo Matias (EEB Prof. Flodoardo Cabral/Lages).

Bronze – 50m peito - Helen Bernardi (Colégio Cem/Concordia)

15 17 anos

Prata – 100m livre - Letícia Dias (Colégio Dehon/Tubarão)

Prata – 100 m livre - Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial)

Prata – revezamento 4x50 medley misto – Gabriel Ugion (Col. Marista/Criciuma), Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial), Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/ Joinville) e Letícia Dias (Colégio Dehon/Tubarão)

Bronze – 50m peito – (Colégio Dehon,Tubarão)

Bronze 200m medley - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/ Joinville)

Ginástica rítmica

Prata 15 17 anos – Individual por equipe – Ana Carolina Sandrini (Etevi/Blumenau) e Luana Franceschi de Souza (Machado de Assis/Joinville)

Bronze 12 14 anos – Individual por equipe – Amanda Picoli (Colégio Criativo/Florianópolis), Nathalia Nogueira (Escola Barão do Rio Branco/Blumenau), Nicole Hames (Escola Paquetá/Brusque) e Thaynara Martins (EMProfª Augusta Knorring/Brusque).

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Tênis de mesa dá mais seis medalhas a SC

Duas de ouro, três de prata e uma de bronze foi a conta das medalhas conquistadas pelos barrigas-verde, nos dias 27 e 28. Estas seis medalhas somam-se a mais uma de prata obtida no ciclismo, duas na ginástica rítmica e dez na natação. O dia fechou com mais 21 medalhas para Santa Catarina (três de ouro, dez de prata e oito de bronze). Até aqui, o estado conta com um saldo de 67 medalhas (16 de ouro, 27 de prata e 24 de bronze) nesta edição dos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau.

A equipe mista do tênis de mesa, categoria de 15 a 17 anos, formada por Lhays Stolarski, da Escola Maria Amin Ghanen, e Guilherme Silva, da Escola Tufi Dippe, ambos de Joinville, conquistaram o ouro ao derrotar São Paulo por 2 a 1. Os dois atletas receberam ouro também na competição por duplas mistas. 

Já na categoria de 12 a 14 anos, equipe feminina, Katherine Ferreira, da Escola São Bento, de São Bento do Sul, e Laira da Silva, da Epav, de Pouso Redondo, foram prata. Na mesma posição do pódio ficou a equipe masculina de 12 a 14 anos, com Eduardo Fragoso, do Colégio Conexão, de Joaçaba, e Guilherme Marchiori, do Colégio São Bento, de São Bento do Sul.

Duas duplas mistas catarinenses de 12 a 14 anos subiram no mesmo pódio. Eduardo Fragoso e Laira da Silva ficaram com a prata, e Katherine Ferreira ficaram com o bronze. Todos os atletas voltam às mesas na sexta (29), para competições individuais. Os Jogos Escolares da Juventude são um evento promovido pelo Comitê olímpico do Brasil, em parceria com o estado de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, e com a Prefeitura Municipal de Blumenau.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

João Pedro é prata na prova por pontos do ciclismo

Na prova por pontos do ciclismo dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), Santa Catarina conquistou a medalha de prata, com João Pedro Jordani, da Escola Lourdes Lago, de Chapecó, na categoria de 12 a 14 anos. 

A prova foi realizada num circuito de 250, na Rua Humberto de Campos, entre a Vila Germânica e o Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão, em Blumenau. Além de João Pedro, também participaram da competição Rafaela Bernardi, do Colégio Jardim Anchieta, de São José, na categoria de 12 a 14 anos feminina; Liandra Heimann, da Escola Professor Júlio Scheidemantel, de Timbó, na categoria de 15 a 17 anos feminina; e Vinícius Memlak, da Escola João Guimarães Cabral, de Imbituba, categoria 15 a 17 anos masculina.

Quem esteve presente na prova foi o ciclista campeão mundial e participante de cinco olimpíadas, Murilo Fischer. Catarinense, natural de Brusque, aos 40 anos, ele foi convidado, pela segunda vez a ser embaixador da modalidade de ciclismo nos JEJ. Fischer abriu uma das provas com uma volta de apresentação com os participantes. Tendo participado de uma das edições dos Jogos Escolares de Santa Catarina, ainda jovem, no início dos anos 90, o ciclista falou da importância de eventos escolares para a formação de novos atletas e da organização do evento em Blumenau.

“Essa experiência que eles estão vivendo aqui é de extrema importância para o desenvolvimento pessoal deles. O objetivo desse evento é transformar esses jovens em grandes pessoas, antes mesmo de grandes atletas. Santa Catarina sempre foi um celeiro de grandes atletas do ciclismo. Apesar de diminuir o número de equipes, sempre foi referência em nível nacional”, comentou o ciclista, que destacou também a importância da figura do embaixador das modalidades, que têm a oportunidade de contar para os jovens suas experiências e o caminho de esforço, amor e comprometimento na vida de um atleta.

Os ciclistas voltam a competir na manhã de sexta-feira, na prova de resistência, na Rua Humberto de Campos. Os catarinenses estão na expectativa de voltar a subir ao pódio, desta vez com mais atletas.

Os Jogos Escolares da Juventude são um evento promovido pelo Comitê olímpico do Brasil, em parceria com o estado de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, e com a Prefeitura Municipal de Blumenau.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC conquista 9 medalhas no primeiro dia da natação

Um dia bem positivo para Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) nesta quarta-feira, 27, primeiro dia do terceiro bloco de copetições. Na natação foram 9 medalhas: 5 de prata e 4 de bronze. O dia também foi marcado ainda por uma medalha de prata no tênis de mesa feminino 12 a 14 anos por equipe, perfazendo um total de 10 medalhas no final do dia.

Agora, Santa Catarina já tem 48 medalhas no quadro geral sendo 13 de ouro, 17 de prata e 18 de bronze.

O dia da natação foi cheio de pódio catarinense. Confira as medalhas do dia

12 a 14 anos

Prata - 50m livre - Vinícius Cruz (Colégio Bom Jesus Pedra Branca/Palhoça)

Prata - 200m medley - Guilherme Kanzler (Escola Municipal Gertrudes Mibratz/Jaraguá do Sul) 

Prata - Revezamento 4x50 livre - Joana Beatriz Rossi (EM Paul Harriz/Joinville), Vitória Simone (Cnec Concórdia), Ana Lia (EM Jorge Cunha Carneiro/Criciúma) e Yasmim Pereira (Colégio Municipal de Indaial).

Prata - Revezamento 4x50 livre - Vinícius Cruz (Colégio Bom Jesus Pedra Branca/ Palhoça), Lucas Davesac (Colégio Adventista de Itajaí), Kauan Matias (Escola Flor Eduardo Cabral/Lages), Guilherme Kanzler (EM Gertrudes Milbratz/Jaraguá do Sul)

Bronze - 50m livre - Joana Beatriz Rossi, da Escola Paul Jarro, de Joinville. 

15 a 17 anos

Prata - Revezamento 4x50 - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville), Letícia Dias ( Colégio Dehon/Tubarão), Isabela Mazuco (Colégio São José/Tubarão) e Paula Simoni (Cemap Pitágoras/Concórdia).

Bronze - 50m livre - Isabela Mazuco (Colégio São José/Tubarão)

Bronze – 100m costa – Vinícius Arns Kohns (Colégio Metropolitano/Indaial) 

Bronze - 800m - Letícia Romão (Colégio dos Santos Anjos/Joinville)

A expectativa para esta quinta é de mais medalhas para SC (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Para o treinador Marco Veiga, a expectativa para o segundo dia de competição, nesta quinta-feira, 28, é a melhor possível. “Pelo que estou vendo deveremos manter este bom desempenho do primeiro dia. Hoje (quarta) foi um dia bem significativo para Santa Catarina, pois muitos de nossos atletas fizeram suas melhores marcas, ajudando de forma positiva para uma boa classificação de nosso estado”, destacou.

Prata no tênis de mesa

Além da boa estreia da natação Santa Catarina começou bem as disputas do tênis de mesa. Foi medalha prata por equipe feminino 12 a 14 anos com Katherine Ferreira (EEB São Bento), de São Bento do Sul e Laira Silva (EPAV), de Pouso Redondo. A dupla perdeu a final por 2 a 0 para São Paulo (parciais de 3/0 e 3/0).  Já nesta quinta-feira o Time SC estará em mais uma decisão do tênis de mesa. Enfrentará São Paulo por equipe mista 15 a 17 anos com a dupla joinvilense Guilherme Silva (EEB Dr. Tufi Dippe) e Lhays Stolarski (EEB Maria Amin Ghanem).

Os Jogos Escolares da Juventude são uma realização do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com o apoio da Prefeitura de Blumenau e do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

Seleção Brasileira de olho nas ginastas escolares

Que os eventos esportivos escolares têm revelado importantes nomes para o esporte brasileiro, não é novidade para ninguém, muito menos para as federações e clubes que cada vez mais buscam grandes promessas nas bases esportivas. E essa é uma realidade também para a ginástica rítmica. Por isso, a pedido do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), a ex-ginasta e atual auxiliar técnica e coreógrafa da seleção brasileira de ginástica rítmica, Bruna Martins, está em Blumenau para observar as competidoras dos Jogos Escolares da Juventude.

Bruna terá até sábado para observar as 101 atletas (67 entre 12 a 14 anos e 34 entre 15 a 17). O encaminhamento dos nomes à CBG possibilita uma futura integração à seleção ou participação em eventos nacionais. Esse futuro pode ser muito próximo para algumas delas, já que a idade mínima para a seleção é de 16 anos. Em meio a papéis cheios de anotações, Bruna Martins falou com a Fesporte, logo após as apresentações desta quarta-feira (27), no ginásio Galegão, onde está acontecendo a modalidade. “A competição é de extrema importância porque permite que a gente detecte os novos talentos e futuros grandes atletas  do nosso país”, observou Bruna, destacando a presença de duas catarinenses titulares na seleção brasileira de ginástica rítmica de conjuntos: Beatriz Linhares, de Florianópolis, e Maiara Candido, de Blumenau.

Bruna Martins veio a Blumenau para os JEJ como olheira da CBG e do COB                                                                                       Foto: Heron Queiroz

Apesar de paranaense de Londrina, Bruna Martins tem uma história ligada a Santa Catarina e ao esporte. É que ela é filha do jogador Moacir, meia que atuou nos anos 60 e 70 no Avaí e no Figueirense. Moacir Rosa Filho, falecido em 2014, foi considerado por Pelé como o príncipe do futebol. No início dos anos 80, foi atuar no Londrina e conheceu a primeira ginasta da cidade, Dalva Rosa, com quem se casou.

Santa Catarina terminou o dia em primeiro lugar na categoria de 12 a 14 anos e em segundo na de 15 a 17. A programação de quinta-feira (28) segue no mesmo formato deste primeiro dia, porém alternando aparelho. A categoria 12 a 14 compete com aparelhos maça e corda. As ginastas que se apresentaram com corda, voltam a se apresentar com maça e vice-versa. O mesmo acontece com a categoria de 15 a 17 anos, que compete com bola e maça. Classificam-se os oito melhores, com duas ginastas de cada estado para as finais, que acontecem na sexta-feira (29).

Confira a pontuação por atletas neste primeiro dia de ginástica rítmica

12 a 14 anos

Nathalia Nogueira – 12.250

Tayna Martins Ramos – 11.850

Amanda Picoli Mafacioli – 13.400

Nicole Rossinsk Hames – 13.000

15 a 17 anos

Ana Caroline Sandrine Souza – 15.250

Luana Franceschi de Souza – 13.000

Os Jogos Escolares da Juventude são um evento promovido pelo Comitê olímpico do Brasil, em parceria com o estado de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, e com a Prefeitura Municipal de Blumenau.

 

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Pagina 1 de 405