Terça, 14 Junho 2022 16:28

Com Bolsa Atleta, Lays Silva é Ouro na Gymnasíade Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Com Bolsa Atleta, Lays Silva é Ouro na Gymnasíade Wagner Carmo/CBAt

Saltar as barreiras. Essa sempre foi uma meta na vida de Lays Silva. Atleta desde os 11 anos de idade, segundo ela por conta de uma “olimpíada” na escola onde estudava, a joinvillense, se sagrou campeã mundial nos 100 metros com barreiras com o tempo de 13s36 segundos nos Jogos Escolares Mundiais – Gymnasiade 2022, realizado na Normandia, França. Lays é estudante do 3º Ano do Ensino Médio na escola estadual Bailarina Liselott Thinks em Joinville.

A Gymnasiade 2022 é o maior evento esportivo do segmento estudantil no mundo e acontece de dois em dois anos, reunindo mais de 100 países em cada edição e organizada pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF).

O maior obstáculo de sua carreira foi uma lesão em 2019. Sem condições para cuidar da lesão, Lays não conseguia treinar direito e nem competir. E depois com a pandemia do covid-19, a dor continuava ali. “Apesar de tudo que passei, em 2021 dei a volta por cima, consegui patrocínio e o acompanhamento da fisioterapeuta Mariana Arins. Meu rendimento melhorou 100% depois que ela passou a cuidar de mim”, reconhece Lays.

A partir daí, a atleta só se aperfeiçoou, ficando em 2º lugar no brasileiro sub-20 e sendo campeã no sul-americano sub-18 em 2021. Em 2022, ela colecionou os títulos da seletiva que a classificou ao mundial, bem como o recorde estadual sub-20, campeã brasileira sub-20 e campeã mundial na Gymnasiade, estabelecendo o novo recorde brasileiro escolar na prova dos 100 metros com barreiras.

“Foi incrível participar desse mundial, foi inexplicável o que senti! Eu sabia que tinha meninas muito fortes, mas eu queria melhorar minha marca e o resto era consequência. É gratificante ver que todo o trabalho duro do dia a dia finalmente estava sendo recompensado”, declarou a campeã mundial.

Lays faz parte dos contemplados do Projeto Bolsa Atleta, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Fesporte, com um investimento previsto de R$ 8,4 milhões ao ano e que tem por meta, atender mais de 1.000 atletas, subsidiando as despesas esportivas, possibilitando ao atleta – especialmente os que estão em idade escolar –, uma situação mais confortável para dedicarem-se mais aos treinamentos.

Lido 149 vezes Última modificação em Terça, 14 Junho 2022 19:51