Terça, 10 Março 2015 18:01

Esporte perde Sady Berber Destaque

Escrito por  Pamela Marin
Avalie este item
(1 Voto)

O enterro do corpo de Sady Cayres Berber, ex-atleta e ex-presidente da Federação Catarinense de Remo ocorrerá na tarde desta terça-feira (10), no Cemitério do bairro Itacorubi em Florianópolis por volta das 17h. Ele morreu na madrugada de segunda-feira (9), no Hospital de Caridade. Sady tinha problemas no coração, mas o motivo da morte ainda não foi identificado.

O velório iniciou hoje na Capela C do Cemitério Itacorubi, onde parentes e amigos deram o último adeus a Sady.

Histórico

O ex-atleta comandou a Federação Catarinense entre 2009 e 2011. Em 2014, Sady recebeu o título de presidente de honra do Clube de Regatas Aldo Luz. Apelidado de Forrest Gump do remo, por contar as histórias de seus quase 70 anos dedicados ao remo no Aldo Luz, através do qual participou de 130 competições. Nelas foi campeão em todos os tipos de barco, sendo 4 em Mundiais Master, 11 em sul-americanos, 3 em brasileiros e 12 em catarinenses. Ficou 81 vezes em primeiro lugar, 31 vezes em segundo, 14 vezes em terceiro, 03 vezes em quarto e 01 vez em sétimo. Foi dono do título de Comendador do Esporte, pelo Conselho Estadual de Esporte em 1995. O mérito é dado para pessoas que prestaram relevantes serviços ao esporte catarinense.

Atuou também como árbitro de remo. Remou, e foi campeão, até os 82 anos. Tinha muito orgulho de seus feitos, e orientava os atletas mais jovens, não só na técnica do remo, mais nos exemplos de vida e dignidade. Foi homenageado como Comendador do desporto, entre outros reconhecimentos.

Deixa sua esposa Araci, seus filhos Soraia, Sandra e Sidney. Além do neto Jorge, que criou como seu filho, deixou os netos Marco, Ana e Gabriel; e seu genro Ronaldo, e a nora Mônica. Deixa também dois irmãos, Sérgio e Saulo. Conhecido no comércio de Florianópolis, teve a loja de ferragens Berber, por mais de 40 anos.

No dia 17 de fevereiro um dos ícones da modalidade de atletismo também deixou o esporte. Rubens Fredel, mais conhecido como Rubão nas pistas foi presidente da  Associação Atletismo de Blumenau, ele não resistiu após sofrer um AVC. Foi dono de 22 medalhas nos jogos abertos, sendo 10 de ouro,9 de prata e 3 de bronze. Também foi o atleta que mais venceu a prova de martelo nos JASC.

 

Fonte: Fesporte com informações de Danilo Duarte.

Lido 2362 vezes Última modificação em Segunda, 04 Julho 2022 17:17