Publicado em Geral
Escrito por

Equipe de Criciúma é Brasil no Mundial de Futsal Sub-18

As garotas da escola estadual Joaquim Ramos, de Criciúma,  representam Santa Catarina no Mundial de Futsal Sub-18, que acontece em Belgrado, na Sérvia, entre os dias 8 e 18 de outubro. 

A competição conta com atletas de 15 a 18 anos e a vaga das meninas carvoeiras foi conquistada com o título do Campeonato Brasileiro Escolar, que aconteceu em julho passado, em Balneário Camboriú. 

A primeira partida deste desafio internacional foi contra as donas da casa, na manhã de terça, 10. A equipe da Sérvia venceu as catarinenses por 3 a 1. Letícia Lima marcou o gol da equipe catarinense. 

No segundo jogo que aconteceu nesta quarta, 11, as meninas carvoeiras venceram a equipe da Ucrânia por 3 a 0, com 2 gols de Sabrina e 1 gol de Samanta. 

Direto de Belgrado, a auxiliar técnica Bina Cassol, descreveu a partida de hoje e fez um prognóstico para a partida contra a equipe de Tocantins: “Hoje tivemos um jogo bem difícil, o time da Ucrânia é muito forte fisicamente. Amanhã teremos uma partida ainda mais difícil, pois iremos enfrentar um time rápido e com bastante movimentação”. 

O próximo confronto será nesta quinta, 12, contra a equipe também brasileira do Colégio Estadual Guilherme Dourado, de Araguaína, Tocantins. A partida será transmitida ao vivo a partir das 04 horas (horário de Brasília) no canal do YouTube da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE). 

O Campeonato Mundial Escolar de Futsal é uma competição organizadas pela ISF (International School Sport Federation), com o objetivo de promover o equilíbrio entre o esporte e a educação, conscientizando sobre o papel do esporte na apresentação de temas como o fairplay, o estilo de vida saudável e o respeito.

 

CONFIRA A LISTA DA DELEGAÇÃO CATARINENSE: 

 

Técnica: Renata Rosalino Machado 

Auxiliar técnica: Sabrina Cassol 

 

Atletas: 

Cléo Martinez Loschiavo 

Letícia Lima Moraes 

Marcele Luiza Saravia 

Luz Marina Félix Lima 

Maria Eduarda da Silva 

Mirela Oliveira 

Sabrina Moraes Vicini 

Yorrana Vitória Conceição Lopes de Souza 

Samanta Moraes Vicini 

Raissa Vieira da Silva 

Yasmin Moraes dos Santos Charão 

Caroline Benck da Conceição

 

Publicado em Geral
Escrito por

Presidente da Fesporte prestigia abertura dos JUBs 2023

A cidade de Joinville realizou, na noite desta segunda-feira (9), a abertura dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) de 2023 que é considerada a maior competição universitária da América Latina. Serão 14 dias de competição, e Joinville recebe mais de cinco mil participantes de todas as partes do Brasil, disputando 21 modalidades. Ao todo, 320 instituições de ensino superior de todas as 27 federações vão estar nesta edição dos jogos. O presidente da Fesporte, Paulão, esteve presente na solenidade de abertura realizada no Centreventos Cau Hansen.

O evento homenageou atletas joinvilenses que se destacaram nacionalmente e também apresentou aos competidores de todo o Brasil a Escola do Teatro Bolshoi, a cultura germânica, o Carnaval e a Escola Municipal Governador Pedro Ivo Campos, dez vezes campeã no Festival de Dança de Joinville. “Esta é mais uma grande festa do esporte brasileiro. Jovens universitários de todo o país estão aqui, em Joinville, para mostrar o seu melhor, mantendo elevada a amizade e o espírito olímpico. E a Fesporte prestigia e parabeniza este grande congraçamento”, afirmou Paulão.

 

Aproximadamente cinco mil pessoas entre atletas, árbitros e técnicos estarão participando da competição. Ao todo, serão 320 instituições de ensino superior, representando todas as 27 Federações universitárias do país. Durante os 14 dias de competição, os atletas disputarão as modalidades de judô, karatê, luta olímpica, tênis, tênis de mesa, tênis de mesa paradesportivo, xadrez, acadêmico, breaking, cheerleading, basquete, futsal, handebol e vôlei, além dos esportes eletrônicos – League of Legends, Futebol Eletrônico, Clash Royale, Valorant, CS Go e Free Fire.

A bandeira do Brasil foi conduzida pela velocista Ádria Santos, tetracampeã paralímpica e maior medalhista mulher do país, considerada a maior velocista cega do mundo. Com a bandeira dos jogos foi conduzida pelo nadador joinvilense Eduardo Fischer, que registrou mais de 30 quebras de recordes sul-americanos e representou o Brasil nas Olimpíadas de Sydney e Atenas. O juramento do atleta será feito por Nathan Felipe Filgueiras, atleta de xadrez da Univali. O desfile com o fogo simbólico e o acendimento da pira olímpica foi conduzido pela atleta joinvilense de tênis de mesa Lhays Stolarski, que integrou a delegação brasileira do Mundial Universitário, na China, em 2023.

 

Publicado em Geral
Escrito por

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL

Diante das chuvas persistentes que tem atingido o Estado nas últimas horas, e por determinação da Defesa Civil de Santa Catarina, a Fundação Catarinense de Esporte – FESPORTE -, na intenção de assegurar a integridade física de atletas e dirigentes, determina a suspensão de todas as competições programadas até que a situação climática se normalize. Um novo calendário será anunciado posteriormente.

PAULO ANDRÉ JUKOSKI DA SILVA

Presidente da Fesporte

Publicado em Geral
Escrito por

Edital de chamamento público nº002/Fesporte/2023

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) torna público a seleção de organizações interessadas em executar projetos que visam a participação em competições de alto rendimento no Brasil ou no exterior. Este chamamento visa as temporadas 2023 e 2024, em promoção e ao desenvolvimento do esporte de alto rendimento em Santa Catarina. Para isso, os proponentes devem atentar às disposições contidas na Lei Federal no 13.019/2014, conforme consta no edital.

Confira o edital: http://fesporte.sc.gov.br/consultas/documentos-indice/category/987-chamamento-publico-2023

Publicado em Geral
Escrito por

Nota de repúdio - Fake news

O presidente da Fesporte, Paulão, e da mesma forma o Grupo Barriga Verde (TVBV), foram vítimas de uma postagem falsa nas redes sociais. Esclarecemos que tal menção no texto é totalmente mentirosa, fruto de ação que quer apenas prejudicar as partes mencionadas. Assim, para desmascarar o ocorrido, tudo não passou de uma ação de “fake news”, na qual o presidente da Fesporte repudia totalmente a ação maldosa.

 

Foto de capa: Roberto Zacarias/Secom

Publicado em Geral
Escrito por

Partida de desempate

A Gerência de Esporte Escolar da Fesporte, por solicitação do gerente Lucimar Dias, convoca os atletas subscritos para comparecimento no dia 30 de setembro do corrente ano para a realização de uma partida de desempate na modalidade de xadrez. A partida será realizada para indicação de classificação final para a FCDE.

Publicado em Geral
Escrito por

Presidente da Fesporte ministra palestra no COMAC-SC

Na tarde desta quarta-feira, 27, o Presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Paulo André Jukoski da Silva, o Paulão do vôlei, ministrou a palestra intitulada “O Esporte em Santa Catarina: superando desafios e alcançando sucesso”, juntamente com a Sra. Alice Kuerten, Presidente do Instituto Guga Kuerten. 

O mediador deste painel do esporte, nesta edição do COMAC-SC 2023, foi o Prefeito  de Rio do Sul, José Thomé, onde foram debatidos os principais desafios para o desenvolvimento do esporte catarinense e as iniciativas que estão sendo realizadas e planejadas para um maior êxito do esporte. 

Paulão, em sua fala destacou a importância de implementar e ampliar as Políticas Públicas do Estado, voltadas as ações Esportivas e Lazer no âmbito escolar, de participação, paradesporto e rendimento. Ressaltou que Santa Catarina já é destaque no cenário nacional, e que está trabalhando para fortalecer ainda mais o esporte e o paradesporto catarinense.

Paulão e Dona Alice enfatizaram que a colaboração intersetorial entre esporte e outras áreas, como saúde, educação, cultura, proteção da criança e do adolescente, trabalho e emprego e assistência social é fundamental para promoção dos direitos humanos, da diversidade sociocultural e da sustentabilidade socioambiental.

O Congresso de Municípios, Associações e Consórcios de Santa Catarina (COMAC-SC) é um congresso que tem como foco a inovação, a sustentabilidade e a gestão eficiente, realizado pela Federação de Consórcios, Associações de Municípios e Municípios de Santa Catarina (FECAM). 

 

         Participantes do painel do esporte no COMAC-SC                                        Foto: Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte)

 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) – (48) 99683 5416 

Publicado em Geral
Escrito por

Termo de Adesão para os JEB's é assinado na Fesporte

Foi assinada nesta quinta-feira (21), no gabinete do presidente da Fesporte, Paulão, a minuta de Acordo de Cooperação Técnica entre a Fundação Catarinense de Esporte e a Federação Catarinense de Desporto Escolar (FCDE). O instrumento visa à homologação e participação das equipes classificadas nos Jogos Escolares de Santa Catarina, de 12 a 14 anos, que irão representar a delegação catarinense nos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), ainda neste ano, na cidade de Brasília (DF).

Para o presidente da Fesporte, Paulão, "este é o momento em que um dirigente esportivo mais aguarda: o de poder dar aos atletas a honra de representar o seu Estado em uma competição nacional. Nós da Fesporte, que representamos o Governo do Estado, ficamos muito felizes em concretizar esta oportunidade, transformando sonhos em realidade". Ainda participaram do encontro, os deputados estaduais Mário Motta (PSD) e Fernando Krelling (MDB), entre outros convidados.

O presidente da FCDE, Antônio Paulo Fernandes Zytkuewisz destacou a sua felicidade em ser representante dos 216 atletas e dos 34 professores/técnicos e poder levar esta notícia tão aguardada por eles. "Este foi mais um dia importante para o esporte escolar catarinense. Com este ato, nosso Estado poderá ser representado por atletas de destaques em mais esta competição nacional", disse o dirigente.

E para o gerente de Esporte Educacional da Fesporte, Lucimar Pereira Dias, “a concretização da parceria entre a Fundação Catarinense de Esporte e a FCDE é mais um passo para o crescimento do desporto escolar. A homologação dos eventos da Fesporte, com esta representatividade junto a CBDE, demonstra mais uma vez que estamos no caminho certo. Quem sai ganhando são os alunos/atletas e o estado de Santa Catarina”, concluiu.

 

 

Publicado em Geral
Escrito por

CREDENCIAMENTO DE IMPRENSA – OLESC

A Comissão Central Organizadora (CCO) comunica que está aberto partir desta segunda-feira (18) o credenciamento de imprensa para cobertura da Olimpíada Estudantil de Santa Catarina (Olesc) que acontece entre os dias 25 de setembro a 03 de outubro em Florianópolis.

Os profissionais de imprensa de todo o estado de Santa Catarina que desejarem realizar a cobertura in loco devem enviar os dados com nomes dos profissionais, função que será exercida durante os jogos e veículo de comunicação para o número de telefone que segue ao fim deste release.

A Comissão Central Organizadora (CCO) irá disponibilizar ainda uma estrutura própria para os profissionais de imprensa e que terá o seu endereço divulgado nos próximos dias.

 

OLIMPÍADA ESTUDANTIL DE SANTA CATARINA (OLESC)

A Olesc é uma competição esportiva de rendimento e educacional organizada pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte e municípios parceiros.

Em 2023 estará em sua 22ª edição e anualmente reúne em sua etapa estadual cerca de 4.000 atletas de até 16 anos disputando as modalidades: atletismo, basquete, handebol, vôlei, tênis de mesa, tênis de campo, badminton, judô, karatê, taekwondo, xadrez, ginástica artística, ginástica rítmica, natação, vôlei de praia, futsal masculino, futsal feminino e ciclismo.

Contato para onde devem ser enviadas as informações dos profissionais: (48) 99190-9994 – Guilherme Brazzalle –  Assessor de imprensa da Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis e assessoria de comunicação da Olimpíada Estudantil de Santa Catarina (Olesc)

 

Assessoria de Comunicação Olimpíada Estudantil de Santa Catarina (Olesc):

Enio Parker Novaes - Gerente da Ascom/Fesporte

Delamare de Oliveira Filho - Ascom/Fesporte

Francine Cozzatti – Comunicação Fundação Municipal de Esportes

Matheus Vargas – Comunicação Prefeitura Municipal de Florianópólis

Publicado em Geral
Escrito por

Blumenau já vive os Jogos da Juventude 2024

A cidade de Ribeirão Preto (SP) já deixou para trás as lembranças dos Jogos da Juventude. Agora é a vez de Blumenau começar a respirar o ar, pois é a sede dos jogos em 2024. A cidade paulista apresentou uma experiência incrível de convivência entre mais de 4 mil jovens atletas de até 17 anos de todo o país, e já passou a bandeira dos Jogos da Juventude para a cidade-sede em 2024.

Em cerimônia foi realizada no Centro de Convivência, no sábado (16), o diretor dos Jogos da Juventude, Kenji Saito, agradeceu a parceria da cidade de Ribeirão Preto e entregou um troféu de homenagem ao secretário de Esportes do município, Ricardo Aguiar. Depois foi a vez de passar a bandeira de Ribeirão Preto para Blumenau, que foi recebida pelas mãos do coordenador do comitê organizador local, Paulo Funke. Esta será a segunda vez que a cidade catarinense sediará uma edição dos Jogos da Juventude. 

“A primeira vez que recebemos uma edição dos Jogos da Juventude, em 2019, foi um sucesso tanto para o município, quanto para Santa Catarina e principalmente para quem teve a oportunidade de participar. Qualquer parceria que se faça com uma entidade séria como o Comitê Olímpico do Brasil é uma parceria que rende frutos e traz resultados permanentes. Por isso, temos absoluta certeza de que cinco anos depois disso teremos ainda mais êxito. Os atletas que estiverem lá vão encontrar uma estrutura ainda melhor, digna dos Jogos da Juventude", disse Paulo Funke. 

Os Jogos evoluíram

Com a passagem de bastão de Ribeirão Preto (SP) para Blumenau (SC) foi possível fazer o balanço desta edição. E a palavra que melhor define a edição foi ‘crescimento’. Foi um grande espetáculo esportivo, que movimentou 17 instalações de Ribeirão e cidades do entorno, 4.000 atletas e mais de 1.200 profissionais de staff, apoio, comissões técnicas e voluntárias.

O programa esportivo também cresceu. As novidades foram as entradas de águas abertas, esgrima, tiro com arco e triatlo, que se juntaram a outras 14 modalidades do programa esportivo dos Jogos da Juventude. O atletismo também teve novidades: pela primeira vez a marcha atlética foi disputada no evento. Assim, o programa teve águas abertas, atletismo,

badminton, basquete, ciclismo, esgrima, ginásticaartística, ginásticarítmica, handebol, judô, natação, taekwondo, tênisdemesa, tirocomarco, triatlo, ôlei de praia, voleibol e wrestling.

Quadro de medalhas 

Santa Catarina ficou na terceira colocação, com dois ouros a menos que os cariocas. O bom desempenho dos catarinenses foi puxado pela natação: foram 10 ouros na modalidade. O capitão desse resultado foi Matheus Menel com 4 ouros (100m peito, 200m peito, 200m medley e revezamento 4x100 medley). Porém foi São Paulo quem liderou o quadro de medalhas da competição com 45 ouros e 107 medalhas no total. O estado também se garantiu no pódio em 17 das 18 modalidades do programa e, logicamente, teve alguns dos maiores destaques individuais dos Jogos da Juventude. E o Rio de Janeiro ficou na segunda colocação do quadro de medalhas, ao vencer o confronto direto com Santa Catarina na decisão do basquete masculino, e chegar a 24 ouros e 65 medalhas no total. 

Publicado em Geral
Escrito por

SC no handebol masculino, leva o ouro

Determinação foi a palavra que descreveu as finais do handebol nos Jogos da Juventude Ribeirão Preto 2023. No sábado (16), o Ginásio de Esportes Docão, em Sertãozinho, palco na decisão do masculino, Santa Catarina superou São Paulo por 27 a 19 e deu o troco após ser vice para o rival no ano passado.

Na decisão masculina, Santa Catarina mostrou a força dos atletas de Itajaí e Criciúma, comandados pelo técnico Martinho Mrotskoski Neto. E o grupo só tinha um objetivo: vencer São Paulo depois da frustração da derrota na final de 2022. “A sensação é incrível. Não tivemos tantos treinos juntos, mas já temos intimidade. Conhecemos um ao outro muito bem em quadra, e o trabalho foi recompensado. Fomos ofensivos e rápidos no jogo e acho que isso foi determinante. Tivemos foco no processo e mostramos muita raça para dentro de quadra", avaliou o goleiro catarinense Jethro Zipper, de 16 anos.

Prata no Basquete

Na final masculina entre Santa Catarina e Rio de Janeiro, as duas equipes começaram com os ataques levando a melhor sobre as defesas. No entanto, o Rio passou a dominar o garrafão e se aproveitava dos rebotes para encaixar transições rápidas. Assim, os cariocas foram abrindo vantagem. Os catarinenses seguiam com dificuldade nos contragolpes e desperdiçavam as chances para tentarem uma aproximação no marcador. Assim, o jogo foi com a mesma vantagem até o final com o placar de 76 a 58.

"A gente sabia que seria uma partida muito difícil, e apear do esforço não conseguimos repetir as mesmas apresentações anteriores.  Mas estamos ficamos com a prata em uma competição tão importante e com estrutura ótima como os Jogos da Juventude", falou o capitão da equipe SC Lucas da Rosa, o Lucão. Agora, o basquete nos Jogos da Juventude volta na edição do ano que vem, em Blumenau, terra do vice-campeão.

 

Publicado em Geral
Escrito por

Atletas de SC são avaliados no Laboratório Olímpico

Um dos destaques dos Jogos da Juventude, e que vem atraindo a atenção dos jovens atletas de Santa Catarina e outros Estados, é o Laboratório Olímpico Brasileiro. E este é um trabalho que tem o incentivo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação por meio de financiamento da FINEP além de ter a parceria do Comitê Olímpico do Brasil (COB) com nove instituições de ensino e pesquisa. O principal diferencial é a proximidade física de profissionais de diferentes especialidades ligados às ciências do esporte com atletas e treinadores de alto rendimento, já que suas dependências estão localizadas no Parque Aquático Maria Lenk, coração do Centro de Treinamento Time Brasil.

"Queremos criar um banco de dados de referência, com informações detalhadas sobre os melhores atletas em idade escolar no Brasil. Com esses resultados, poderemos, em breve, oferecer aos professores de todo o país tabelas que auxiliem na detecção de novos talentos. Partimos do princípio que os atletas testados aqui são os melhores dentro de suas faixas etárias. Os dados obtidos nas avaliações demonstram um perfil populacional bastante fidedigno", explica Felipe Lucero, Supervisor de Ciência e Tecnologia Esportiva do COB.

Instalado dentro do Centro de Convivência dos Jogos da Juventude, os atletas são avaliados e monitorados por diferentes especialistas que oferecerem aos treinadores informações precisas que ajudam no planejamento das sessões de treinamento e das competições. Por este motivo, o Laboratório Olímpico apresenta um conceito inovador, que viabiliza avaliações personalizadas capazes de atender às especificidades de cada modalidade, inclusive podendo se deslocar para onde os nossos atletas estiverem.

 

A presença de avaliadores do Laboratório Olímpico garante a alta qualidade na coleta de dados, o que é um fator fundamental para esse tipo de estudo. O grupo selecionado para os Jogos da Juventude é composto por 11 profissionais e cinco voluntários, que atuam em funções de apoio à operação. Todos os testes aplicados no Centro de Avaliação e Monitoramento têm seus protocolos validados internacionalmente e são facilmente adaptados para serem desenvolvidos nos estados com recursos básicos.

"Temos preparadores físicos, analistas de desempenho, analistas de dados e biomecânicos, todos pós-graduados em suas especialidades e com vasta experiência no trato com atletas de alto rendimento, sejam jovens ou adultos. Alguns destes profissionais já estão neste trabalho há mais de 10 anos, coletando as informações para detectar atletas de elite. Para os Jogos da Juventude do próximo ano, que acontecerão em Blumenau (SC), nós estaremos com este laboratório instalado lá. Estaremos certos que poderemos descobrir os perfis de novos campeões", completou Lucero.

Laboratório Olímpico 

O Laboratório tem como base três áreas de conhecimento:

• Preparação Esportiva: Preparação Física, Fisiologia, Biomecânica e Instalações Esportivas.

• Saúde do Atleta: Medicina, Farmácia, Fisioterapia, Massoterapia, Nutrição, Preparação Mental (Psicologia e Coaching).

• Ciência e Tecnologia Esportiva: Análise Técnico-Esportiva, Gestão do Conhecimento, Tecnologia Esportiva e Gestão Técnico-Científica.

 

Pagina 5 de 72