Terça, 14 Novembro 2023 14:22

Quebra de recordes marca o Atletismo dos JASC 2023 Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Lays Silva, de Joinville, é a recordista dos 100 metros com barreiras Lays Silva, de Joinville, é a recordista dos 100 metros com barreiras Arquivo Pessoal da atleta

Final de semana marcado por recordes e muitos destaques nas competições do Atletismo, que foram realizadas em Timbó, marcaram o início das disputas da 62ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina. Os JASC acontecerão entre os dias 29 de novembro e 09 de dezembro, em Rio do Sul. 

No feminino, Lays Cristina Rodrigues Silva, de Joinville, estabeleceu o novo recorde da prova dos 100 metros com barreiras, com o tempo de 13seg69. 

Lays Silva que teve uma lesão no início do ano, contou com uma ótima recuperação e um ano de muitas conquistas, entre elas a conquista do bicampeonato brasileiro e sulamericano, bicampeã brasileira sub 23 e terceiro lugar no pan-americano sub 20. Após o novo recorde, ela declarou: “estou muito feliz em ser medalhista dos Jogos Abertos e conquistar esse recorde. Mesmo sendo mais novo, tento competir de igual por igual. Graças a Deus consegui me recuperar de uma lesão que tive no início do ano e tive um ano muito bom”. 

O outro recorde foi batido pela atleta de Jaraguá do Sul, Simone Pontes Ferraz, nos 3000 metros com obstáculos, com o tempo de 10min08seg78. Simone também ganhou o ouro nos 5000 metros rasos, com o tempo de 16min52seg19 e o 4º lugar no revezamento 4 x 400 metros. Foi eleita a melhor atleta da competição no feminino. 

Um dos destaques foi Milena Jaqueline Sens, natural de Atalanta, que representa Rio do Sul, a atleta foi tetracampeã consecutiva na prova do arremesso de peso, com a marca de 15m03. 

 

Recordistas: Matheus Correa, Blumenau; Simone Ferraz, Jaraguá do Sul; Guilherme Kurtz, São José.    Foto: Enio Novaes (Fesporte)

 

No masculino, atleta olímpico e também muitos recordes

No masculino, Guilherme Kurtz, de São José, conquistou dois recordes, nas provas de 800 metros rasos com o tempo de 1min48seg84; e nos 1500 metros rasos, marcando 3min45seg e 09. O recorde desta prova perdurava desde 1990, de autoria de Francisco José da Silva, de Joinville, com o tempo de 3min46seg07. Para Kurtz, “Bater dois recordes nos JASC é algo incrível. Os JASC são do Brasil, os atletas se preparam muito para estar aqui”. 

No salto em altura, a disputa foi muito acirrada e há dois recordistas nesta prova. Talles Frederico Souza Silva, de Balneário Camboriú, e Ricardo Konell, de Pomerode, saltaram 2m13 e são os detentores da nova marca. 

No lançamento do disco, o novo recordista é Wellinton Fernandes da Cruz Filho, de São José, com a marca de 58m42. 

Nos 110 metros com barreiras, Rafael Henrique Campos Pereira, de Blumenau, fez o tempo de 14seg03 e 

Na marcha atlética, nos 10.000 metros, o recordista atual é Matheus Gabriel de Liz Correa, de Blumenau, com o tempo de 39min22seg44. 

Uma das atrações foi o atleta olímpico, Darlan Romani, de Concórdia. Voltando do Pan com um ouro, confirmou o favoritismo e conquistou mais uma vez a medalha de ouro, no arremesso do disco, com a marca de 20m55, nesta edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina. 

 

Presidente da CBAt enaltece esporte catarinense

Outra presença ilustre foi a do presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Wlamir Motta Campos. O dirigente enalteceu o atletismo catarinense no cenário nacional. “Estou aqui prestigiando essa competição fantástica, com altíssimo nível que é o Jasc. O atletismo de Santa Catarina é um dos mais fortes do Brasil e sempre faço questão de prestigiar”.  

Wlamir Costa  parabenizou o governo do estado,  a Fesporte pela competição e ao município de Rio do Sul. “Cumprimento o Governo do Estado e a Fesporte por mais essa iniciativa e parabenizo Rio do Sul por sediar os Jasc nesse ano. Tenho certeza que será um evento cercado de júbilo, uma competição histórica. É uma honra estar aqui nesse momento”. 

 

             Wlamir Motta Campos, presidente da CBAt      Foto: GazetaPress

 

Os Jogos Abertos de Santa Catarina, maior competição poliesportiva do estado, são promovidos pelo governo do estado, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em parceria com a Prefeitura Municipal de Rio do Sul. 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte)- (48) 99683 5416

Lido 899 vezes Última modificação em Quinta, 16 Novembro 2023 14:18