Segunda, 16 Setembro 2019 23:05

Vitor e Pedro brilham no handebol de Itajaí e Blumenau Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Artilheiro,Vitor Pereira, de Itajaí, veio de Portugal e realiza o sonho de disputar uma Olesc Artilheiro,Vitor Pereira, de Itajaí, veio de Portugal e realiza o sonho de disputar uma Olesc Foto: Antonio Prado/Fesporte

Vitor e Pedro. Não. Não se trata de dupla sertaneja e tampouco de músicos de outro estilo. Trata-se sim de dois atletas que entraram em quadra nesta segunda-feira, 16, em Videira, e comandaram a vitória de seus respectivos times no handebol na 19ª olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc). As performances dos dois foram decisivas para a classificação dos seus times às semifinais da modalidade nesta terça-feira.

Vitor Pereira, de 16 anos, de Itajaí, foi determinante na vitória de 33 a 19 sobre Lages, ao marcar sete gols e terminar a partida como artilheiro.

Pedro Batista, de Blumenau, de 15 anos, não se fez de rogado e também marcou sete gols na vitória de 40 a 17 diante de Xaxim.

Agora os dois se preparam para a semifinal e se enfrentam nesta terça-feira numa espécie de tira-teima para ver quem é o melhor. Na outra semifinal São José mede forças com Criciúma.

Pedro, de Blumenau, marca um gol dos sete que anotou diante de Xaxim (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Vitor Pereira veio recentemente de Portugal, onde foi realizar um intercâmbio. E lá jogava no handebol do Sporting. 

Agora o garoto está realizando um sonho: disputar uma Olesc. “Era um sonho de criança. Desde muito tempo eu sempre sonhava em disputar uma Olesc. Meus amigos sempre falavam da magia desta competição e eu sempre queria, mas nunca dava certo, mas este ano é minha primeira e última vez, pois vou estourar a idade e espero sair daqui com o título”, diz com a convicção de entrar para a história dos itajainenses.

Por falar em história, a história de Pedro Batista no time de Blumenau é bem interessante já que ele entrou no jogo para ser o artilheiro nesta segunda-feira pelo acaso do destino. Ele começou o jogo na reserva, mas aos 10 minutos de jogo Augusto, o armador esquerdo e craque do time, deslocou o ombro e não pôde continuar na partida. 

O técnico Bob olhou para o banco e chamou Pedro como se dissesse: “Entra garoto. Vem brilhar com agente”. Pedro entrou. Jogou. Brilhou. Fez gols. Muitos gols. Sete no total. O suficiente para ser o artilheiro e terminar o jogo nos braços do time.

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina @governosc, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Videira.

Texto: Antonio Prado/Secom Fesporte

 

Lido 1882 vezes Última modificação em Segunda, 16 Setembro 2019 23:23