Sexta, 06 Julho 2018 03:59

Fesporte completa 25 anos e é referência no Brasil Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
A sede da Fesporte está situado no bairro Capoeiras, em Florianópolis A sede da Fesporte está situado no bairro Capoeiras, em Florianópolis Foto: Antonio Prado/Fesporte

Criada em 1993 por meio da Lei 9.131, a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) completa nesta sexta-feira, dia 6 de julho, 25 anos de fundação. Desde a sua criação mais de 10 milhões de atletas passaram por seus eventos esportivos, cujo calendário é composto por 10 programas que somados em todas as suas fases correspondem a 350 eventos esportivos que envolvem anualmente cerca de 230 mil atletas com idade a partir de 12 anos. São desenvolvidos eventos nos segmentos de esportes de rendimento, educacional e de participação.

Nesses segmentos estão distribuídos os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), Joguinhos Abertos, Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 12 a 14 anos e também de 15 a 17, Moleque Bom de Bola, Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti), Festival Escolar Dança Catarina, Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) e Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc).

Ao longo de 25 anos muitos atletas foram revelados por eventos da Fesporte. Guga, no tênis, Felipe Luiz, no futebol (que disputa a copa na Rússia); Xuxa, o medalhista olímpico da natação;  Natália Zílio, campeã olímpica no voleibol e Luísa Matsuo, bicampeã  pan-americana de ginástica rítmica, são apenas alguns dos vários exemplos. 

Uma das grandes do Brasil

Somando todos seus eventos, a Fesporte gera uma média de 350 matérias por mês na mídia. Tais números correspondem a cerca de R$ 45 milhões de reais em mídia espontânea. Nas redes sociais, só em 2017, foram mais de quatro milhões de acessos e o site da instituição já figura entre os quatro mais acessados do Governo de Santa Catarina com uma media mensal de mais de 20 mil acessos.

Por seus eventos esportivos e por sua política de abrangência a Fesporte é considerada como uma das grandes instituições públicas  esportivas do Brasil, ficando entre gigantes como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Só nos últimos três anos os atletas catarinenses, gerenciados pela Fesporte, conquistaram 140 medalhas nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ). Em 2014 o Estado foi campeão geral das Paralimpíadas Escolares, batendo na final Rio e São Paulo.

Em 2015, durante os JEJ, Edgar Hubner, então gerente geral de Juventude e Infraestrutura do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e diretor geral dos Jogos Escolares da Juventude sentenciou: 

“A participação de Santa Catarina tem sido fundamental desde que iniciamos o projeto [de esporte escolar no COB] em 2005. O Estado tem uma política de esporte que acredita no esporte educacional e tem isso dentro do seu Programa de Governo”. E continuou: "Dentro dos últimos anos Santa Catarina tem se mostrado forte, organizada, competente,  principalmente num processo educacional em que é fundamental o entendimento que o profissional ou o professor é aquele que deverá ser aproveitado ao máximo dentro dessa transformação”.

Para Vanderlei Cordeiro de Lima SC é referência

Para o ex- maratonista olímpico  Vanderlei  Cordeiro de Lima Santa Catarina é uma grande referência para o Brasil na descoberta de novos talentos. “Isso é muito importante. É um trabalho que vem sendo feito a longo prazo e com continuidade Eu estive presente em várias realizações esportivas em Santa Catarina como Corrida de Rua a Maratona de Santa Catarina. Este Estado tem se destacado muito bem, principalmente no cenário esportivo na área escolar”.

Em 2018, ao fazer uma análise da estrutura esportiva de Santa Catarina, gerenciada pela Fesporte, o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) o bicampeão paralímpico  do futebol de 5 para cegos Mizael Conrado, disse que Santa Catarina é um dos Estados com o melhor trabalho de inclusão do Brasil, sobretudo com as crianças na atividade física.  “Foi o Estado que primeiro criou uma competição estadual, os Parajasc, que é muito importante. Os Parajaps, no Paraná, certamente foram estimulados pelos Parajasc. Temos grandes trabalhos paradesportivos em todo o Estado de SC”, destacou.

Secretário Tufi destaca primeira mulher na presidência

Segundo o secretário de Turismo, Cultura e Esporte Tufi Michreff celebrar a data é algo especial. “Fazer parte deste momento é singular principalmente por ter pela primeira vez na história da entidade uma mulher na presidência: a professora de educação física Natália Lúcia Petry. Ela tem ajudado a construir um novo memento no nosso esporte com o apoio do Governador Eduardo Pinho Moreira, que já garantiu os recursos financeiros necessários para o calendário esportivo da Fesporte. Por isso desejo: Parabéns Fesporte!”.

Para a presidente da Fesporte, professora Natália Lúcia Petry, presidir uma instituição que há 25 anos fomenta o esporte catarinense é motivo de muita satisfação. “A Fesporte já faz parte da cultura esportiva de Santa Catarina. Ao longo dos anos, por meio dos seus eventos, vêm revelando talentos esportivos para o Brasil. Desta feita, parabenizo a Fesporte por essa data especial e dizer que como gestora esportiva vamos trabalhar cada vez mais para que essa instituição continue a ser referência para o Brasil.

Texto: Antonio Prado

(48) 3665-6126

Informações Adicionais: João Cascaes (48) 3665- 6155

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich

Antonio Prado

Heron Queiroz

Zenilda Stein

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Lido 449 vezes Última modificação em Sexta, 06 Julho 2018 04:08

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.