Quinta, 17 Dezembro 2020 18:43

Dia de relembrar a 1ª vez de troféus e medalhas com braille Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Troféu com linguagem em braille promove acessibilidade e inclusão: usado pela primeira vez nos  Parajasc 2019 Troféu com linguagem em braille promove acessibilidade e inclusão: usado pela primeira vez nos Parajasc 2019 Foto: Antonio Prado

Em 2019 a Fesporte inovou com o sistema braille nas medalhas e troféus, o que permitiu mais acessibilidade para os atletas com deficiência visual. A ação foi bastante elogiada pela comunidade esportiva. 

Essa novidade teve início nas etapas Sul e Centro-Oeste da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), que ocorreram simultaneamente nas cidades de Tubarão e Ibirama em agosto. Naquele ano a Fesporte já havia inovado com a implantação do pódio adaptado para atletas com deficiência nos Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) em julho, em Maravilha.

 Detalhe da medalha com o sistema braille usada na etapa Centro-Oeste da Olesc em Ibirama em 2019 (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Lido 491 vezes Última modificação em Quinta, 17 Dezembro 2020 18:59