Quarta, 18 Maio 2022 18:15

Apoiada por Bolsa Atleta, Poliana é tri de taekwondo Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Poliana Silva  tem 13 anos e representará o Brasil no  Mundial na Bulgária Poliana Silva tem 13 anos e representará o Brasil no Mundial na Bulgária Foto Federação Catarinense de Taekwondo

A atleta Poliana Silva de Souza tem apenas 13 anos, mas um currículo esportivo de gente grande. Ela acaba de sagrar-se tricampeã catarinense de Taekwondo, categoria cadete feminino até 37kg em Chapecó. Além dos treinamentos, um dos fatores importantes para a conquista foi o apoio da bolsa atleta que a competidora recebeu do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte.

Natural de Canelinha, Poliana representará o Brasil no Pan-Americano na Costa Rica, acontecerá em Julho, e, no Mundial da modalidade que será na Bulgária.

A competição em Chapecó reuniu mais de 400 atletas, sendo uma oportunidade para os atletas pontuarem no ranking estadual e comporem a Seleção Catarinense de Taekwondo. As disputas se deram em várias categorias: Kyorugui – categorias de faixa preta; Kyorugui – categorias de faixa colorida; Poomsae – faixa preta e Poomsae – faixa colorida. 

Após mais um título, Poliana ressaltou a importância do Projeto Bolsa Atleta para ela. “Essa bolsa é muito importante, pois os gastos sempre foram muito altos, devido a grande quantidade de campeonato que temos que participar. Muitos abandonam o esporte por não terem condições de seguir uma carreira no esporte”. 

Presidente da Fesporte, Kelvin Soares, e Poliana (Foto: Delamare de Oliveira Filho)

Ao participar da cerimônia de abertura da competição, Kelvin Soares, presidente da Fesporte, teceu elogios ao governador Carlos Moisés sobre a sanção desse projeto e parabenizou os 28 atletas do Taekwondo agraciados com tal benefício. “São mais de 480 atletas, que terão no futuro, um apoio do Estado na sua carreira esportiva”, reforçou Soares. 

Para Erickson Busatto, técnico do município de São José e da Seleção Brasileira Júnior, essa seletiva é muito importante, pois definirá quem fará parte da Seleção Catarinense, que acontecerá em São José no mês de julho. “Além de ser um evento classificatório, é uma festa do Taekwondo de Santa Catarina”, destacou Busatto. 

Desenvolvido pela Fesporte em conjunto com as Secretarias de Estado da Fazenda, Educação e Casa Civil, o Projeto Bolsa Atleta tem investimento previsto de R$ 8,4 milhões ao ano, em bolsas que variam de R$ 350,00 a R$ 1.500,00. E visa atender mais de 1.000 atletas cujo objetivo é criar uma situação mais confortável – especialmente os que estão em idade escolar –, como uma contrapartida importante para subsídio das despesas esportivas. 

 

Lido 312 vezes Última modificação em Quinta, 02 Junho 2022 20:29