×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 331

Domingo, 13 Dezembro 2015 18:19

Atletas mais jovens dos Jasc 2015 são do xadrez Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Para João Eduardo e Arthur, a experiência é a principal recompensa da participação nos Jasc Para João Eduardo e Arthur, a experiência é a principal recompensa da participação nos Jasc Mayelle Hall (SDR Joaçaba)

João Eduardo Félix e Arthur Brunetto têm 11 anos e representam a equipe de Brusque

 Os atletas mais jovens da 55ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) competem na modalidade de xadrez. Arthur Brunetto e João Eduardo Félix têm 11 anos e pela primeira vez participam do principal evento poliesportivo do Estado.

“E que seja o primeiro de muitos Jasc”, destaca Arthur, que representa o município de Brusque. Ele é natural de Concórdia e aprendeu a jogar xadrez com cinco anos, por incentivo do pai. E já soma conquistas: além de bons resultados em campeonatos regionais, foi bronze no Estadual em Lages e terceiro colocado no Brasileiro no Rio de Janeiro, na categoria Sub-8.

Para Arthur, que concilia a rotina diária de treinos com os estudos, participar dos Jasc é um grande incentivo. “Também é importante porque estou tendo a oportunidade de conhecer grandes mestres de xadrez. É especial principalmente pela experiência e eu só tenho a ganhar”, diz.

João também destaca a experiência como a recompensa da participação nos Jasc. Ele, que integra a equipe de Brusque, é natural de Fraiburgo e aprendeu xadrez com oito anos, na escola. Desde então, já disputou vários campeonatos regionais. Agora, vive a emoção dos Jogos Abertos. “É uma honra ver grandes mestres jogar”, afirma João, que sonha disputar um mundial. “Estou dando o primeiro passo para alcançar esse objetivo”, acrescenta.

Experiência

Nos Jasc, jovens enxadristas e grandes mestres estão lado a lado. Um dos mais experientes é Gilberto Milos Júnior, hexacampeão Brasileiro (1984, 1985, 1986, 1989, 1994 e 1995) e campeão Sul Americano em 1987, que já participou de mais de dez olimpíadas e conquistou o terceiro lugar na Copa do Mundo de 2000. Ele, que conquistou o título de mestre internacional aos 22 anos e o de grande mestre aos 25 anos, compete na modalidade há 40 anos.

Representante da equipe de Florianópolis, ele participa dos Jasc pela quarta vez. “É uma competição muito boa, porque todos têm a oportunidade de jogar. O xadrez é o esporte mais justo que existe, porque oferece chances iguais para os dois jogadores”, enfatiza Gilberto, que é de São Paulo e é considerado por muitos especialistas um dos melhores enxadristas do mundo.

Os jogos da modalidade de xadrez iniciaram no dia 11 e seguem até a quinta-feira (17) no salão do Clube 10 de Maio, em Joaçaba. Nesta segunda-feira (14), a quarta rodada acontece a partir das 15h. Participam aproximadamente 200 enxadristas, no masculino e feminino, de 33 municípios.

Os Jasc 2015 são promovidos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) e da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval d’ Oeste e Luzerna e com o apoio de Erval Velho e Lacerdópolis. Até o dia 18, o evento envolve aproximadamente 4,6 mil atletas, de 78 municípios.

Texto: Mayelle Hall

Lido 2332 vezes Última modificação em Domingo, 13 Dezembro 2015 18:29