Domingo, 25 Novembro 2018 14:56

SC fecha Jogos da Juventude com 72 medalhas conquistadas Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Escola Municipal Erwin Prade, de Timbó, foi campeã do voleibol masculino 12 a 14 anos Escola Municipal Erwin Prade, de Timbó, foi campeã do voleibol masculino 12 a 14 anos Foto: Antonio Prado/Fesporte

Por Antonio Prado

Foi um saldo bastante positivo. Esta é a avaliação dos integrantes da Fesporte para a participação do Time Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJs) para estudantes de 12 a 14 anos e de 15 a 17 que finalizaram neste domingo, 25, em Natal (RN). Ao fim da competição, iniciada dia 12, Santa Catarina fechou sua participação com um total de 72 medalhas, sendo 13 de ouro, 36 de prata e 23 de bronze.

No último dia de disputas, neste domingo, os catarinenses conquistaram mais duas medalhas de bronze com o judô e um quinto lugar no basquete masculino 12 a 14 anos.

As medalhas de bronze no judô vieram com Daniel Silva, da Escola Municipal Professora Elza Pacheco, na categoria pesado 15 a 17 anos, e Luiz Felipe Freitas de Mello, do Centro Educacional Promissor, de Palhoça, categoria médio, 15 a 17 anos.

 

Atletas da Escola Estadual Lurdes Lago, de Chapecó, exibem o troféu de campeão do futsal 15 a 17 anos (Foto: Antonio Prado)

Nas disputadas pelo terceiro lugar os times catarinenses não conseguiram seus objetivos,  que era a medalha de bronze, mas conseguiram ficar entre os melhores times do Brasil. Os treinadores consideraram o resultado normal por enfrentarem fortes equipes, bases da seleção do Rio de Janeiro.

O basquete feminino 12 a 14 anos do Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, perdeu por 39 a 34 para o Santa Mônica Centro Educandário.

Já o basquete feminino 15 a 17 anos Colégio Evangélico Jaraguá, também de Jaraguá do Sul, foi derrotado por 56 a 44 para Colégio ADN Master.

E o basquete masculino 15 a 17 anos do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, perdeu por 51 a 45 para Santa Mônica Centro Educacional.

Basquete masculino 12 a 14 anos garantido na etapa nacional 2019

Na disputa da quinta colocação, que garantia Santa Catarina na fase nacional dos Jogos Escolares 2019 sem a necessidade de repescagem na fase regional, o basquete masculino 12 a 14 anos do Colégio São José, de Itajaí,  venceu por 49 a 43 o Colégio Ari de Sá Cavalcante, do Ceará, e conseguiu seu objetivo.

O Handebol masculino 12 a 14 anos da Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Lages, perdeu por 26 a 22 para a Escola Municipal Dona Maria Artemir Pires, de Mato Grosso. Com o resultado a modalidade terá que disputar em 2019 e etapa  classificatória regional Sul para tentar uma vaga na etapa nacional dos JEJs.

Santa Catarina disputou os  Jogos Escolares da Juventude, em Natal, com uma  delegação composta por 305 integrantes, entre atletas (de 138 escolas de 48 municípios) e coordenadores de modalidades e foi gerenciada pelo Governo Estadual por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

O Time SC disputou nas modalidades de atletismo, badminton, basquete, ciclismo, voleibol, vôlei de praia, futsal, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, handebol, judô, luta olímpica e xadrez.

O atletismo foi o que conquistou mais medalhas, um total de 26, sendo 4 de ouro, 13 de prata e 9 de bronze. A natação foi a segunda a conquistar mais medalhas em um total de 22,  sendo 6 de ouro, 13 prata e 3 de bronze.

A natação conquistou 22 medalhas para o Time SC (Foto: Antonio Prado)

Ao fazer uma avaliação do Time SC nos JEJs, a presidente da Fesporte, professora Natália Lúcia Petry, se disse muito orgulhosa da equipe catarinense, principalmente pelo nível técnico apresentado pelos atletas. “Comprovamos que nosso estado é referência no desenvolvimento do desporto escolar. Foram muitas medalhas conquistadas e mantivemos equipes na divisão de elite dos JEJs 2019. Agradeço toda nossa equipe técnica e de apoio”, destacou.

Em sua avaliação, Natália agradece aos profissionais de educação física pelo excelente trabalho desenvolvido e por contribuírem significativamente na formação dos atletas catarinenses.

“Parabéns aos atletas pelos excelentes resultados, mas acima de tudo, por aproveitarem essa experiência para agregar valor no seu crescimento pessoal”, finalizou a presidente da Fesporte.

Organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os JEJs, que não divulgam o campeão geral, mudaram de formato nesta edição 2019 sendo organizados em uma só sede para estudantes de 12 a 14 anos e 15 a 17 anos. Nas edições anteriores havia dois JEJs para idades específicas e em sedes diferentes.

Segundo o COB a mudança visou diminuir gastos com evento. Para esta etapa nacional,  em Natal, os estados que não ficaram nas primeiras colocações em 2017 tiveram que passar pelas etapas classificatórias regionais, outra mudança adotada pelo COB neste ano.

 

Lido 737 vezes Última modificação em Domingo, 25 Novembro 2018 22:36

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.