×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 331

Quarta, 02 Dezembro 2015 19:21

Criciúma com a mão no troféu de campeão do ciclismo Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Criciúma e Jaraguá mandaram no ciclismo Criciúma e Jaraguá mandaram no ciclismo Epa Machado (Fesporte)

Criciúma e Jaraguá do Sul dominaram o BMX, terceira prova da programação do ciclismo dos Jogos da Juventude Catarinense, disputada nesta quarta-feira (2) na pista do Parque Malwee. O pódio foi composto por um trio criciumense, o campeão Guilherme Ribeiro, Victor Hugo Kurtz, segundo colocado, e Vinicius Schmidt, o terceiro. Victor Pincegher e Lucca Hakenhaar, quarto e quinto colocados, respectivamente, são de Jaraguá. A superioridade destes dois municípios na prova foi tão grande que, entre os doze primeiros, dez são de Criciúma e Jaraguá.

Com este resultado, Criciúma pode comemorar o hexa campeonato: soma 75 pontos contra apenas 15 de Jaraguá, Joinville e Itajaí, conquista que será confirmada oficialmente nesta quinta-feira na prova de estrada, a última etapa do ciclismo. Apesar do sucesso nesta modalidade, Criciúma não vai levá-la aos Jogos Abertos em Joaçaba, por medida de economia, segundo os dirigentes daquela Fundação.

A prova começou com tomada de tempo individual dos 25 atletas inscritos, para a formação das baterias até à disputa final entre oito participantes, cinco de Criciúma e três de Jaraguá do Sul. A chuva forte que caiu no circuito a partir das quartas de final não prejudicou a prova, devido às boas condições da pista. O único incidente foi o travamento do “gate” na largada da primeira bateria da semifinal. Vários atletas caíram e um representante de Criciúma machucou o joelho, mas sem gravidade.

O medalha de ouro, Guilherme Ribeiro, 16 anos, já começou a mudar o rumo da sua vida no esporte. Segundo colocado na Olesc do ano passado, ele conseguiu evoluir rapidamente. Além do título em 2015, participou do Mundial da categoria na Bélgica, conquistando o sexto lugar. “Fiquei muito satisfeito com esta colocação entre 152 participantes” Como vai estourar a idade para Olesc, ano que vem quer disputar a elite na Federação Catarinense da modalidade. “ Depois quero ir para outro Mundial, agora na Colômbia”, disse com muita convicção. 

 

 

Texto: Mario Madaglia

Lido 2443 vezes Última modificação em Quarta, 02 Dezembro 2015 20:45