×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 328

Domingo, 26 Abril 2015 15:24

Municípios de Itajaí e São José levam ouro no paraciclismo Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Municípios de Itajaí e São José levam ouro no paraciclismo Epa Machado/Fesporte

Os principais atletas do paraciclismo catarinense se reuniram neste fim de semana para disputar a tão esperada prova dos Parajasc. A competição ocorreu no último domingo em São Miguel do Oeste, onde 14 paratletas disputaram os melhores tempos nas categorias masculino e feminino. De acordo com o presidente da Fesporte, Marcelo Kowalski, é um momento de integração e revelação de talentos. “Os Parajasc sempre nos mostram exemplos de pessoas que superam seus limites e isso é muito importante para a socialização dos paratletas, tanto que Santa Catarina conta com grandes nomes no ciclismo, fico feliz em saber que a Fesporte faz parte da história de cada vencedor que passou pelos jogos”esclarece.

Durante a prova cada competidor pedalou por 1.300 metros em bicicletas especiais para duas pessoas, nela montam o guia e o paratleta. Antes da largada o coordenador da prova Jair Damásio faz uma checagem geral e passa as orientações necessárias para que não haja erro. “É importante que todos os equipamentos de segurança estejam em dia e lembro os competidores sobre a relargada, ou seja, até os primeiros 200 metros da prova a pessoa pode retornar e largar de novo se tiver algum problema. Passando disso, o paratleta deve concluir a prova normalmente” ressalta.

Dicas que Maria Pinheiro já está cansada de saber.A paraciclista de Itajaí começou a participar dos Parajasc em 2010 e hoje é referência na modalidade. Com 31 anos ela participa das quatro etapas nacionais da Copa Brasil de Paraciclismo. Em 2013 fez parte da Seleção Brasileira. Ela se orgulha em falar que é difícil voltar para casa sem medalhas nas competições, tanto que levou ouro nos Parajasc 2015. “Eu acredito no meu potencial, não é porque tenho baixa visão que vou me sentir inferior às outras pessoas. E peço para aqueles que estão começando, que acreditem em si, quando nos esforçamos e acreditamos nos resultados, com certeza conquistamos”.

 O seu colega também de Itajaí Alvacir Paulo da Silva, é outro exemplo de superação. O paraciclista descobriu o dom de pedalar, num evento dos Parajasc há nove anos.Ele já foi dependente químico e não esconde, pois hoje os resultados conquistados em provas mostram a importância do esporte na sua vida. “Como eu tive fé e consegui, sei que muitos podem seguir o mesmo caminho e se tornarem campeões” fala emocionado. Alvacir é dono da prata na Copa do Brasil de Paraciclismo de 2014.

Assista aqui a entrevista com os paratletas em vídeo.

Atletas de São José comemoram medalhas.

 

Os Parajasc seguem até o dia 30 de abril em São Miguel do Oeste.Até lá os 1.700 paratletas com deficiência física (DF), auditiva (DA), visual (DV) e intelectual (DI) vão disputar medalhas em modalidades como: Atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, futsal, ciclismo, goalball, handebol em cadeira de rodas, natação, xadrez, basquete para cadeirantes e bocha paralímpica.

 

Resultados paraciclismo:

Feminino:

Primeiro lugar: Maria Pinheiro - Itajaí/ Tempo:2.1838

Segundo lugar: Denise Aparecida Godoy – Itajaí/Tempo:2.2989

Terceiro lugar: Eva de Jesus Pereira- Florianópolis/Tempo:23089

Masculino:

Primeiro lugar: Luciano da Rosa – São José/Tempo: 1.5753

Segundo lugar: Alvacir Paulo da Silva – Itajaí/ Tempo: 2.2656

Terceiro lugar: Adriano Lourenço- Joinville/Tempo:2.3282

 

Assessora de Imprensa: Pamela Marin

(48)88027742

Lido 2955 vezes Última modificação em Domingo, 26 Abril 2015 20:49