Prado

A 12ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade de Santa Catarina (Jasti) começa neste domingo, a partir das 16 horas, na prefeitura de Gaspar com o congresso técnico. É nesta reunião com os representantes dos municípios que são discutidos os últimos detalhes da competição, como tabela de jogos, estrutura das praças esportivas, regulamentos, entre outros assuntos.

O domingo foi reservado para os funcionários da Fesporte e prefeitura de Gaspar realizarem os últimos ajustes para o evento como distribuição de material de identidade visual, material esportivo e vistoria nos locais dos jogos.

Os jasti prosseguem até o dia 24 em Gaspar. Serão quatro dias de intensas disputas de voleibol, bocha, bolão 23, canastra, dominó, truco, dança de salão, dança coreografada e dança folclórica. A cerimônia de abertura será nesta segunda-feira dia 20, às 19h30, no ginásio João dos Santos. A competição reunirá 2.150 atletas a partir de 60 anos, de 178 municípios.

Para o presidente da Fesporte, Rui Godinho, os Jasti abrirão em grande estilo a etapa estadual dos eventos da instituição: “Será uma grande festa não somente do esporte, mas também da integração de diversos atores da terceira idade”.

Atores como o seu Dionizio Luiz, de 94 anos, que disputará a competição pelo voleibol de Florianópolis, ou Ruth Hoffmann, de Brusque, que aos 82 anos, participou da primeira edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em 1960 e que nesta edição também estará no vôlei.

A etapa estadual dos Jasti é uma promoção do Governo do Estado, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Gaspar com apoio da Unifique e Circulo.

Texto: Antonio Prado

(48) 9 9949-5255

 

Na tarde desta quinta-feira, 16, o vice-prefeito de Gaspar Luís Carlos Spengler Filho esteve com o presidente da Fesporte, Rui Godinho, em Florianópolis, para formalizar os últimos ajustes referentes à etapa estadual da 12ª edição dos Jogos Abertos de Terceira Idade de Santa Catarina (Jasti). A competição, destinada a idosos a partir de 60 anos, começa no próximo domingo, dia 19, com congresso técnico, prosseguindo até o dia 24. 

Além do vice-prefeito, a comitiva gasparense contou com a participação de José Carlos de Carvalho Júnior, diretor da Fundação Municipal de Esporte e Lazer (FMEL), e Jéferson Debis, escriturário.

“Para nós gasparenses é um orgulho muito grande em poder sediar os Jasti em parceria com a Fesporte principalmente pela importância e grandeza do evento”, destacou Spengler. O vice-prefeito afirmou ainda que a cidade está pronta e com bastante expectativa para o início dos Jogos.

Rui Godinho, por sua vez, enfatizou que os Jasti abrem o calendário oficial 2019 dos eventos da Fesporte com a participação de mais de 2 mil atletas disputando as modalidades voleibol, bocha, bolão 23, canastra, dominó, truco, dança de salão, dança coreografada e dança folclórica. “Os Jasti são especiais. Para se ter uma ideia temos nos Jogos atletas de até 94 anos disputando voleibol. Isso mostra que a competição é um importante instrumento de inclusão social”, finalizou.

Texto: Antonio Prado

 

De 20 a 24 de maio, Gaspar será a capital dos Jogos da Terceira Idade. Cerca de 180 municípios e 2.500 participantes estarão competindo nas modalidades de bocha, bolão 23, vôlei, canastra, dominó, truco e danças de salão, livre e popular.

Prestigie o primeiro grande evento da Fesporte no ano.

Participe da cerimônia de abertura no Ginásio Prefeito João dos Santos, em Gaspar, dia 20, às 19 horas e acompanhe as competições que acontecem até o dia 24.

O presidente da Fesporte, Rui Godinho, recebeu na tarde desta segunda-feira, 13, em seu gabinete, dirigentes de Rio do Sul, município que organizará com a Fesporte a etapa estadual da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina entre os dias 19 a 27 de julho. Na comitiva estiveram Jeberton Fermino, Superintendente da Fundação Municipal de Desporto, e Sérgio Luís Schlemper, diretor técnico.

No encontro foram discutidos a definição dos locais de competição, o cronograma dos trabalhos a serem executados e jogos do torneio, além dos recursos a serem disponibilizados para os Joguinhos.

Segundo Jeberton os Joguinhos em Rio do Sul têm tudo para ser um sucesso. “A Comissão Central Organizadora (CCO) já está pronta e a cidade já está preparada para receber uma grande competição”, disse

Para Rui Godinho o fato de Rio do Sul sediar os Joguinhos Abertos de Santa Catarina representa tranquilidade para os organizadores. “O município já está acostumado a realizar grandes eventos em parceria com a Fesporte e por isso estamos convictos de que quem for para Rio do Sul assistirá uma grande etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina”.

Os Joguinhos Abertos são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, e na sua etapa estadual tem a parceria da prefeitura de Rio do Sul.

 Confira a entrevista de Rui Godinho e Jeberton  sobre os preparativos dos Joguinhos

O evento é destinado a atletas de 11 a 19 anos. Na programação estão incluídos: atletismo, basquete, caratê, ciclismo, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia, taekwondo e xadrez no masculino e feminino.

Texto: Antonio Prado

"Temos que fortalecer o esporte como ferramenta de inclusão social, o esporte na escola, o esporte praticado por entidades filantrópicas que trabalham com crianças carentes, o esporte de base”. Essas são algumas das palavras que estão inseridas nas entrevistas do presidente da Fesporte, Rui  Godinho, desde que assumiu a instituição em janeiro de 2019. 

Essa filosofia de pensamento voltou a estar evidente no encontro entre Godinho e o campeão olímpico da natação César Cielo, nesta sexta-feira, 10, em Itajaí, onde o nadador foi apresentando oficialmente como atleta do Marcílio Dias. Explica-se: Cielo foi contratado pelos itajaienses não somente para competir em 2019, mas também para auxiliar, no município, um projeto social denominado Nadar, que já auxilia em solo itajaiense cerca  de três mil crianças carentes.

Fesporte apoia instituições filantrópicas 

O Projeto Nadar, apoiado por Cielo, tem ressonância na filosofia de trabalho de Rui Godinho à frente da Fesporte. “Para se ter uma ideia, já visitamos mais de 20 instituições filantrópicas em todo o estado, as quais trabalham o esporte como fator de inclusão social, que tiram a criança da ociosidade das ruas, dando oportunidade da prática esportiva e possibilitam a descoberta de futuros campeões e proporcionam cidadania”, enfatiza Rui Godinho.

A ideia, segundo Godinho, é a Fesporte auxiliar estas entidades a continuar fomentando o esporte de inclusão. "Já estamos cadastrando essas instituições para no futuro iniciarmos a parceria. São essas instituições, que vivem quase sem nenhum incentivo, que precisam do apoio do Poder Público”. Para ele, auxiliar megaeventos esportivos consagrados tem até sua importância, mas o Governo Estadual contribuir com instituições sociais esportivas filantrópicas tem um caráter imensurável para a sociedade.

Investir no esporte como inclusão

“Investir no esporte como ferramenta de inclusão social é uma prestação de serviço público do Estado para com o cidadão, que paga seus impostos”, destaca Rui, e segundo ele, esta foi essa a diretriz proposta pelo governador Carlos Moisés, quando pediu que ele assumisse a Fesporte. 

Ao encontrar Cesar Cielo, em Itajaí, Rui Godinho conversou com o campeão a possibilidade de ampliar o Projeto Nadar em Santa Catarina com a parceria do Governo Estadual, ideia que agradou o nadador olímpico. Após participar de sua primeira prova pelo Marcílio Dias, nesta sexta-feira, no Clube Doze, em Florianópolis, Cielo enfatizou: 

“Se unirmos nossas forças, Governo do Estado e Projeto Nadar, Santa Catarina tem tudo para o ser o estado a ter o maior público de nadadores do Brasil. Se unirmos as forças tenho certeza que colheremos bons frutos, seja para o esporte de alto rendimento, seja para a sociedade, formando cidadãos de caráter”, finalizou. 

Texto: Antonio Prado 

 

Você é o nosso convidado para participar e assistir os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) de Santa Catarina no município de Gaspar. A abertura será dia 20 às 19h30 no Ginásio João dos Santos. O evento é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Gaspar.

Os Jasti serão realizados de 20 a 24 de maio em Gaspar com a participação de 2.150 atletas com idade a partir de 60 anos, disputando as modalidades de bocha, bolão 23, canastra, dominó, truco, dança de salão, dança coreografada e dança folclórica.

Pagina 1 de 196