Segunda, 18 Maio 2020 21:58

Videoconferências aproximam Fesporte e Municípios Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Dez videoconferências para tirar dúvidas dos dirigentes esportivos municipais Dez videoconferências para tirar dúvidas dos dirigentes esportivos municipais Foto: divulgação

Em menos de uma semana depois de as portas da Fesporte se reabrirem para o trabalho presencial, diretoria e gerências promovem videoconferências com dirigentes municipais e comunidade esportiva para explicar propostas de calendário e formatação de disputas.

A quarta-feira (13) marcou o retorno dos servidores da Fesporte ao trabalho presencial na sede da instituição, exceto aqueles considerados de grupo de risco. Foram quase dois meses em sistema de teletrabalho (home office), que manteve toda a equipe da Fesporte atuante, buscando opções e discutindo propostas para que 2020 não seja um ano perdido para o esporte e não traga tantos prejuízos à comunidade esportiva.

“Mesmo cumprindo as determinações de distanciamento social, conseguimos uma unidade de trabalho. A equipe Fesporte esteve comprometida em estudar formatos para a conclusão de nosso calendário. É um momento difícil, mas que tem nos trazido bastante fortalecimento e resiliência”, destacou o presidente Rui Godinho.

O próprio Godinho e gerentes dos setores técnicos (rendimento, escolar e de participação) têm realizado uma série de vídeoconferências envolvendo dirigentes municipais de esporte e coordenadores esportivos para explicar as propostas da Fesporte quanto ao calendário e as definições de formatação das competições adaptada à atual realidade. 

As transmissões estão sendo feitas desde a última terça-feira (12) pela plataforma Zoom. Já foram realizadas oito conferências das dez programadas, para atingir as quatro regiões de gestão esportiva do estado: Sul, Leste-Norte, Centro-Oeste e Oeste. Na terça-feira (19), acontecem as duas últimas: uma, às 14 horas envolvendo os municípios de Ibirama, Rio do Sul, Taió e Ituporanga, e outra, às 16 horas, com os municípios de São Joaquim, Araranguá, Florianópolis e Campos novos.

Segundo o gerente de Esporte de Rendimento, Luciano Heck, as videoconferências têm tido bastante aceitação e um bom índice de participação, chegando a quase uma centena de participantes em cada transmissão. “Essa ferramenta tem sido fundamental para que, mesmo em tempo de distanciamento social, pudéssemos criar uma aproximação maior com os municípios e a comunidade esportiva, podendo ouvir a todos e tirando quaisquer dúvidas”, explicou Heck.

“Nós da Fesporte muitas vezes abdicamos da convivência com a nossa família para promover o esporte nos quatro cantos de Santa Catarina”, disse Godinho num vídeo institucional que retrata o trabalho da Fesporte no período de distanciamento social.

Assista ao vídeo 

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Lido 513 vezes Última modificação em Segunda, 18 Maio 2020 22:42

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.