Quarta, 27 Maio 2020 23:36

Fesporte consulta federações sobre propostas de retorno Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Rui Godinho (C) recebe Fred Leite (D), presidente da /Afesc Rui Godinho (C) recebe Fred Leite (D), presidente da /Afesc Foto: Divulgação

A Fesporte mantém trabalhos de análise de viabilidades de retorno às atividades. Um ofício encaminhado às federações esportivas e uma reunião com o presidente da Afesc, Fred Leite, tratam de uma possibilidade de volta gradativa de modalidades que atendam ao disposto na Portaria SES 258/2020.

A convite do presidente Rui Godinho, o Presidente da Associação das Federações Esportivas de Santa Catarina (Afesc), Frederico Leite (o Fred) esteve na sede da Fesporte na tarde desta quarta-feira (27). O motivo principal foi o ofício encaminhado pela Fesporte às federações esportivas de Santa Catarina, solicitando indicação de modalidades com possibilidade de retorno em breve, dentro das medidas de precaução determinadas pelo Portaria SES 258/2020, de 21 de abril.

Godinho destacou que as propostas devem ter como parâmetro a Portaria SES 258, que dispõe sobre atividades esportivas em meio à pandemia e autoriza a realização de atividades dos estabelecimentos que oferecem serviços relacionados à prática regular de exercícios físicos, bem como academias de ginásticas e áreas afins. As propostas recebidas pela Fesporte serão encaminhadas ao governador Carlos Moisés, para análise

“A pandemia paralisou nossas competições, mas a Fesporte continua trabalhando administrativamente e analisando possibilidades de superar esse momento sem criar muitos prejuízos ao esporte. E aqui não falamos apenas em prejuízo financeiro, mas de projeto, sobretudo quando se trata do projeto de carreira de muitos de nossos atletas. Por isso é importante que as federações nos deem propostas técnicas de possibilidade de retorno com segurança. Não precisaríamos, portanto, esperar que todas as modalidades sejam liberadas, mas sim que houvesse uma liberação gradual, com segurança, sem público e com todas as condições sanitárias exigidas pelo decreto”, explicou Godinho.

Considerando que cada modalidade tem suas especificidades, Fred deverá intermediar essa consulta às federações esportivas e trazer propostas de cada uma delas num prazo de dez dias. “É importante para os atletas já poderem exercer suas atividades em modalidades que se enquadrem nas condições destacadas na Portaria SES 258”, observou Fred.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Lido 339 vezes Última modificação em Quarta, 27 Maio 2020 23:43

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.