Segunda, 14 Setembro 2020 20:32

Ademar Silva: um agente na construção do esporte escolar Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(4 votos)
Ademar Silva falou de sua carreira, Jesc e Moleque Bom de Bola Ademar Silva falou de sua carreira, Jesc e Moleque Bom de Bola Foto: Antonio Prado/Ascom/Fesporte

A equipe da assessoria de comunicação da Fesporte entrevistou uma importante personalidade no desenvolvimento do esporte escolar em Santa Catarina: o professor Ademar Silva. Ele falou de seu início de carreira, a paixão pelo esporte, o início dos Jogos Escolares e a criação do Moleque Bom de Bola. A entrevista aconteceu no dia 24 de agosto, na residência do professor, tomando todas as medidas sanitárias de cuidados contra a covid-19. Esta é a primeira de uma série de quatro publicações da longa entrevista, que leva ao público, por intermédio do site e mídias sociais, alguns relatos que resgatam a história do nosso esporte escolar.

 

O professor Ademar Silva, aposentado desde 2016, é um dos principais responsáveis pelo avanço do esporte escolar em Santa Catarina. Com 42 anos de dedicação à base esportiva, com organização e realização de eventos, Ademar conta como tudo começou e destaca a criação da Fesporte como um fator importante na alavancagem do esporte catarinense como um dos principais modelos de gestão no país.

Santa Catarina transformou-se num dos mais importantes modelos de gestão esportiva e uma das principais forças do esporte de base no país, como mostram as conquistas que se acentuaram nos últimos anos, no esporte escolar, em nível nacional e internacional. 

Por trás desse modelo vencedor, destacou-se um profissional que se dedicou por 42 anos ao esporte escolar. Ademar Silva, nascido em maio de 1956, em Biguaçu, teve a oportunidade de competir na primeira edição dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), em Florianópolis, na modalidade de voleibol, em 1973, quando cursava o segundo grau. Em 1974, já como acadêmico de Educação Física, começou a lecionar na Escola Básica Abel Capella, no município de Governador Celso Ramos, até formar-se em 1976, pela Escola de Educação Física de Santa Catarina, na Udesc.

Mas foi em São Miguel do Oeste, para onde se mudou, em 1977, que passou a trabalhar mais na preparação dos jovens alunos para os Jesc. É que, no Extremo Oeste, Silva além de trabalhar na rede particular de ensino, também atuava como orientador de Educação Física da região, pela Coordenadoria Regional de Educação (CRE). A função de orientar cerca de 150 professores de Educação Física lhe permitiu organizar as competições dos Jesc na região e trazer as equipes classificadas para a etapa estadual, que aconteceria em Tubarão, naquele ano.

Na próxima parte da entrevista com Ademar Silva, conheça a história dos Jesc.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Lido 450 vezes Última modificação em Segunda, 14 Setembro 2020 22:09

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.