Segunda, 25 Outubro 2021 20:00

Kiyoshi, Ideraldo e Salézio serão troféus Jasc, Joguinhos e Olesc Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O Governo do Estado, por meio da Fesporte, irá homenagear três grandes personalidades esportivas que faleceram recentemente. O Troféu de Campeão Geral dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) será intitulado Troféu “João Kiyoshi Otuki”.  O desportista e ex-árbitro de futsal Ideraldo Luiz Marcos, o Neco, dará nome ao Troféu de Campeão  da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc). Finalizando, o Troféu de Campeão Geral dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina receberá o nome de Salézio Kindermann. As denominações são homenagens póstumas aos esportistas, devido aos seus relevantes serviços prestados ao esporte catarinense.

João Kiyoshi Otuki

Kiyoshi foi o segundo presidente da Fesporte e dirigiu a entidade no período de 1993 a 1994. Nasceu em São Paulo, em 20 de julho de 1948. Era licenciado em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduado na Universidade Federal de Santa Catarina. Iniciou sua carreira como atleta em 1962, representando o Colégio Estadual de Cambará, na modalidade de natação, nos primeiros Jogos Escolares do Paraná. 

Em 2002 recebeu a Comenda do Mérito Desportivo do Conselho Estadual de Esporte, tornando-se comendador do esporte de Santa Catarina, a maior honraria do setor esportivo. Em 2019, em Brusque, a Fesporte o homenageou na cerimônia do Acendimento do Fogo Simbólico dos Jasc pelos grandes serviços prestados ao esporte catarinense.

Entrou para a história dos Jasc como o atleta mais velho a disputar o torneio da natação. Foi em 2010, nos 50 anos da competição, em Brusque. João Kiyoshi, então com 62 anos, realizou um sonho de participar da competição como atleta. Nadou por Biguaçu, na prova dos 200 metros lado livre.

Em 12 anos como atleta máster da natação Kiyoshi conquistou mais de 500 medalhas e em 2018 foi considerado o melhor atleta brasileiro na sua categoria.

Ideraldo Luiz Marcos

O ex-árbitro de futsal, o joinvilense Ideraldo Luiz Marcos. Neco, como gostava de ser chamado pelos amigos mais íntimos, além de professor de educação física, foi um dos melhores árbitros de Santa Catarina e do Brasil.  Ideraldo deixa um legado de bons serviços prestados ao esporte do nosso estado e seu nome estará gravado na história do esporte catarinense.

Criado no bairro Itaum, Ideraldo Luiz Marcos despertou a paixão pelo esporte ainda na juventude. Formado em educação física, o garoto da Zona Sul teve a grande primeira oportunidade profissional como auxiliar técnico do JEC entre os anos 80 a 85.

Mas o sucesso mesmo veio nas quadras, com o apito na mão. Ideraldo Luiz Marcos apitou quatro finais seguidas da Liga Nacional de Futsal, em 1998, 99, 2000 e 2001. Neco tem outras marcas históricas na carreira. Foi árbitro do primeiro jogo da primeira edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina em 1988 e também apitou o primeiro Copão Kurt Meinert – competição de futebol amador de Joinville -, em 1977.

Salézio Kindermann

Dirigente esportivo atuando em Caçador com incontáveis ações em prol do esporte catarinense, dos quais o levaram a ser Comendador do Esporte de Santa Catarina, outorga concedida pelo Conselho Estadual de Esporte, a maior honraria do esporte catarinense, pelos grandes serviços prestados ao esporte do estado.

Salézio Kindermann era presidente e fundador do time de futebol feminino Avaí Kindermann e gestor do Nápoli,  equipes que integram a elite do futebol feminino no Brasil. Para Salézio o esporte era mais que gols, pontos, medalhas, troféus. Era a própria vida. Por isso seu nome está definitivamente marcado entre os grandes. 

Natural de Gravatal, litoral catarinense, Salézio chegou em Caçador 1965, na época com 21 anos. Em 1988, ele fundou o Hotel Kindermann, em Caçador. Também foi goleiro dos Falcões e integrou o Exército, em Tubarão.

 

 

Lido 841 vezes Última modificação em Sexta, 01 Julho 2022 20:48