Quarta, 09 Fevereiro 2022 19:12

Calendário e políticas públicas em debate no último dia Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)
Parte dos participantes do último dia do Painel Fesporte Parte dos participantes do último dia do Painel Fesporte Foto: Antonio Prado

O Painel Fesporte Para Dirigentes Esportivos encerrou nesta quarta-feira, 9, tendo o calendário e políticas públicas para o esporte como os principais temas do último dia. O Painel teve inicio segunda-feira, dia 7, e reuniu no Hotel Golden, em São José, os principais dirigentes esportivos para discutir políticas públicas, calendário e  as principais ações no campo esportivo para o ano de 2022.

Nos dois dias anteriores o Painel abordou temas como a importância da ciência e os protocolos de segurança para o sucesso dos eventos esportivos na pandemia, Gestão e Projetos Esportivos, Convênios e Manuais de Proponente e Convenente , além  Bolsa Atleta. O evento contou com a presença de Renan Dal Zotto, Técnico Seleção Brasileira de Voleibol e  Rafael Westrupp, presidente da Confederação Sul-Americana de Tênis, que falaram sobre suas experiências esportivas e gestão no esporte.

Pela manhã desta quarta-feira,9, a palestra foi com a equipe técnica da Fesporte, responsável pelas competições. Assuntos como o calendário e o regulamento técnico das competições estiveram em debate. O diretor técnico da Fesporte, Marcelo Brigadeiro, destacou a importância desse encontro presencial e da participação dos dirigentes na execução e construção do modelo existente, já que ele está em constante evolução. A gerente de Esporte de Base e Inclusão, Josélia Teixeira, apresentou a estrutura dos eventos, com destaque para os escolares. 

Ela falou do retorno do Moleque Bom de Bola e da expectativa em realizar o calendário 2022 em sua plenitude. Também ficou registrado o apoio e o comprometimento com o Paradesporto. Marcelo Scharf, da Gerência de Rendimento, fechou a manhã trazendo detalhes sobre as competições, especialmente no esporte de rendimento.

Projetos da Fesporte para 2022

No período da tarde as discussões começaram com Projetos da Fesporte para 2022, tendo como palestrante Jeferson Ramos Batista, Gerente Políticas Públicas e Projetos Esportivos . Durante sua explanação ele detalhou os novos projetos da Fesporte a serem implantados durante o ano como o  Projeto de Iniciação Esportiva Escolar (Pide) e Mexa-se, além da Inventariação de Instalações Esportivas, que está sendo desenvolvida, e as Arenas de Verão, que já foram implantadas em 12 municípios.

Sobre o Pide destacou que o projeto tem por objetivo ofertar práticas esportivas para crianças na faixa etária de 10 a 16 anos que estejam regularmente matriculadas na rede de ensino público estadual e municipal a fim de promover a iniciação esportiva no estado de Santa Catarina, inclusive os esportes paralímpicos.

Pelo projeto o Governo do Estado, por meio da Fesporte, disponibilizará mais de 500 bolsas para estudantes universitários de Educação Física, que irão desenvolver projetos de iniciação esportiva por todo o estado. Esses projetos terão acompanhamento da Fesporte, universidades parceiras e entidades beneficiadas, devendo beneficiar mais de 20 mil crianças e adolescentes.

O projeto Mexa-se, por sua vez, com a parceria dos municípios, visa estimular e desenvolver a prática de atividade física para adultos e idosos, com foco na prevenção e promoção da saúde no âmbito das políticas públicas. 

Jeferson Batista, Gerente Políticas Públicas e Projetos Esportivos da Fesporte (Foto: Antonio Prado)

Jeferson destacou ainda a inventariação esportiva, ou georreferenciamento esportivo em que toda infraestrutura esportiva dos municípios catarinenses está sendo mapeada desde 2020. Esta ação, pioneira no país, permitirá mapear todos os locais de competições esportivas e obter um panorama das condições das instalações, facilitando o planejamento e implantação de políticas públicas em cidades catarinenses.

Pelo mapeamento o público  poderá acessar informações sobre número e condições de quadras, campos de futebol, pistas, ginásios, canchas, piscinas, entre outros. Detalhes como dimensões das estruturas esportivas, banheiros, capacidade de público, vestiários, equipamentos, mapas de localização (via google maps) e fotos poderão ser vistos pelos usuários.

Por fim foi apresentada a Pesquisa Estrutura e Governança do Esporte em Santa Catarina, que está sendo desenvolvida pela Fesporte em parceria com o Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva (IPIE) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e o Núcleo de Gestão e Marketing Esportivo (Nepegem), da Udesc.

Segundo Jeferson o objetivo é mapear informações a respeito da realidade esportiva nos municípios  de Santa Catarina, a fim de que os dados coletados possam subsidiar a tomada de decisões mais precisas no que tange à políticas de esporte e lazer.

O novo sistema operacional das competições da Fesporte foi apresentado (Foto: Antonio Prado)

Finalizando sua palestra, Jeferson destacou o impacto positivo da implantação das  Arenas de Verão em 12 municípios que estão levando esporte e lazer de qualidade aos catarinenses. Gabriela Boff, superintendente da Fundação de Esportes de Navegantes, fez uma intervenção afirmando que mais de 2 mil pessoas já passaram pela Arena de Navegantes nos finais de semana desde  que foi implantada, dia 15 de janeiro.

O último momento do debate do Painel Fesporte foi sobre o Novo sistema operacional das competições da Fesporte e  Programas da instituição para 2022. Apresentado por Rafael Müller, diretor de tecnologia da Placar Soft, empresa que implantará o programa tecnológico, a nova ferramenta permitirá que todas ações da Fesporte, como jogos, construção de tabelas, pontuações, cadastro de atletas, entre outros, possam ser feito tudo digitalmente e on-line, com a integração de todos os setores que compõem o processo esportivo, o que trará além de transparência, precisão e agilidades nos processos.

 

 

Lido 1267 vezes Última modificação em Sexta, 01 Julho 2022 17:24