×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 331

Sábado, 05 Dezembro 2015 16:45

Criciúma ganha título inédito no basquete feminino Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(2 votos)
Criciúma comemora título no basquete feminino da Olesc 2015. Criciúma comemora título no basquete feminino da Olesc 2015. Ana Cristina Zandavalle (Fesporte)

O título do basquete feminino da 15ª edição da Olesc também foi decidido neste sábado (5), no ginásio Arthur Müller, em Jaraguá do Sul. Itajaí fez a final com o Criciúma, que conquistou um título inédito na história da Olesc. Itajaí só havia disputado a final uma vez, em 2005, quando ficou com a medalha de prata na decisão com Florianópolis. E o Criciúma, na primeira vez que disputou uma decisão no basquete feminino ergueu o troféu de campeão, com a vitória por 56 x 50.

Nessa modalidade, Jaraguá do Sul é o maior campeão da história da Olesc, com cinco títulos.

Quem defendia o título da modalidade na Olesc era a equipe de São Miguel do Oeste, que foi eliminada ainda na primeira fase. Na preliminar, Jaraguá do Sul venceu Balneário Piçarras na disputa do 3º lugar, por 37 x 35, e ficou com a medalha de bronze.

Depois da decisão no basquete e com o ginásio Arthur Müller em festa, foi realizada a cerimônia de encerramento da 15ª edição da Olesc, evento que reuniu mais de 3 mil atletas de 75 municípios de todo o Estado. A 15ª edição da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

Jaraguá do Sul comemora o título no vôlei masculino

Das modalidades coletivas decididas neste sábado, na Olesc, o time da casa só esteve presente na final do vôlei masculino e conquistou o título com certa facilidade: 3 x 1. O adversário de Jaraguá do Sul foi Concórdia e a partida foi disputada no ginásio de esportes da Marisol. O time casa perdeu o primeiro set por 26/28, mas reagiu e virou para 3 x 1, com parciais de 25/13; 25/22 e 25/21. Na preliminar, Itajaí e Rio do Sul decidiram o 3º lugar e a medalha de bronze ficou com Rio do Sul, que venceu por 3 x 1.

Desde que começou a Olesc, em 2001, Jaraguá do Sul havia conquistado um título, em 2012, em Criciúma, quando ganhou a final contra Itajaí; e três vezes ficou com o vice-campeonato, em 2007, em Rio do Sul; em 2010, nos jogos de Tubarão; e em Criciúma, na edição de 2014. Já a equipe de Concórdia só esteve na final em 2014, quando foi campeão ao derrotar Jaraguá do Sul, no evento realizado em Criciúma. O time do Oeste defendia o título, mas Jaraguá do Sul aproveitou o fator casa e conquistou seu segundo título da modalidade na Olesc.

Na história a Olesc, Blumenau é o maior campeão do vôlei masculino, com quatro títulos em 14 edições disputadas, já que em 2009 a Olesc teve que ser suspensa.

No judô, Florianópolis ganha seu único troféu

                             

O último dia de disputas marcou a definição dos dois troféus no judô da 15ª edição da Olesc. As disputas foram realizadas durante dois dias, no ginásio do Sesi. Os campeões foram Itajaí, no masculino, com Joinville em 2º e Joaçaba em 3º, completando o pódio; e Florianópolis, no feminino, com Joaçaba chegando ao vice-campeonato e Blumenau ficando com o 3º lugar.

No judô feminino foi o único troféu conquistado pela Capital nesta competição. No masculino participaram 17 municípios, e, no feminino, as disputas tiveram representantes de 15 delegações.

Joinville confirma título, com Criciúma em 2º e Blumenau em 3º

A 15ª edição dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) terminou neste sábado, em Jaraguá do Sul, com Joinville confirmando seu sétimo título de campeão geral, com 153 pontos; o vice-campeão foi Criciúma, com 113; 3º Blumenau, com 102; 4º Itajaí, com 78; 5º Jaraguá do Sul, com 57; e em 6º, Florianópolis, com 48 pontos.

Dos 26 troféus que estavam em disputa em 14 modalidades, entre os naipes masculino e feminino, Joinville ganhou sete (atletismo masculino e feminino, futsal masculino, ginástica rítmica, karatê masculino, natação masculina e tênis de mesa feminino); Blumenau ganhou cinco: (ginástica artística masculina e feminina, karatê feminino, vôlei feminino e xadrez masculino); Criciúma foi campeão em quatro (basquete feminino, ciclismo masculino, futsal feminino e tênis feminino); Itajaí dois (judô masculino e tênis masculino); Jaraguá do Sul dois (basquete masculino e vôlei feminino); Caçador um (handebol masculino); Balneário Camboriú um (handebol feminino); Florianópolis um (judô feminino); Tubarão um (natação feminina); Joaçaba um (tênis de mesa masculino); e São Bento do Sul um (xadrez feminino).

 

 

Texto: Geraldo De Cesaro

Lido 3292 vezes