Santa Catarina será palco do primeiro campeonato brasileiro de ondas grandes que acontece na próxima segunda-feira, 01, na Praia do Cardoso, em Laguna (SC). A Fesporte é patrocinadora master do evento que será um marco histórico para o surf catarinense e brasileiro.

 

A organização do evento monitorava as condições do mar desde  o último fim de semana e nas primeiras horas desta quinta-feira (27), recebeu o sinal verde para a realização das competições.

 

“Depois de analisarmos muito os gráficos de previsão, optamos por chamar o Sinal Verde para a segunda-feira (dia 01/07), pois no domingo, que é o auge do swell, o vento está muito forte e do quadrante sul/sudoeste, que pega de maral na praia do Cardoso, podendo comprometer a qualidade das ondas. Segunda-feira o vento é fraco e vai virando por oeste até o quadrante norte, atuando como terral no pico e melhorando a formação das ondas.” destaca  Thiago Jacaré, Coordenador Nacional de Surf de Ondas Grandes da CBSurf e idealizador do Movimento BWB.

 

No início da semana, quando o evento ainda estava sobre bandeira amarela e no aguardo das melhores condições, o presidente da Fesporte, Freibergue Nascimento, destacou a importância do governo do estado de Santa Catarina estar como patrocinador master de um evento que tem total ligação com a cultura esportiva local.

 

"Será  um evento histórico para o surf , para o esporte catarinense e para a Confederação Brasileira de Surf que é a organizadora da competição. Para a Fesporte é importantíssimo estar como patrocinadora master deste evento dada a força que tem a cultura do surf em nosso estado. "destacou o presidente da Fesporte. 

 

Competição vale vaga para evento nacional

 

O primeiro campeonato brasileiro de surf de ondas grandes também vale vaga para o evento internacional, o Big Wave Alliance, evento internacional que irá reunir os primeiros colocados das competições dos principais picos de ondas grandes do mundo para uma única competição internacional, concedendo o título de Campeão mundial de Surf de Ondas Grandes ao vencedor.

 

O goleiro catarinense, Carlos Espíndola,  viveu uma temporada mágica atuando no futsal espanhol onde defende o Jaén Paraíso Interior que disputa a divisão de elite do país europeu. 

Atualmente com 30 anos, o atleta catarinense neste ano de 2024 foi campeão com a  seleção brasileira na Copa América da modalidade que foi realizada em Luque no Paraguai e agora sonha com voos mais altos dentro do futsal internacional.  A convocação para o  campeonato mundial da modalidade que acontece entre 14 de setembro a 06 de outubro no Uzbequistão é o principal objetivo a nível de seleções.

Na temporada 2023/2024 da liga espanhola de futsal, o goleiro ressalta o bom desempenho de sua equipe que esteve entre as finalistas em todas as competições que disputou no calendário local. 

"A temporada foi muito boa onde acabamos chegando a semifinal de todas as competições em que chegamos, sempre jogando bem mas acredito que faltou um pouco de sorte para chegar a estas decisões. Sofri um pouco com um problema no joelho durante as finais e isso acabou me prejudicando na reta final da temporada" explica o atleta.

Expectativa 

"Agora estou de férias após uma temporada intensa e continuarei treinando para o campeonato mundial de futsal onde pretendo buscar essa vaga de terceiro goleiro que será uma experiência muito válida para a minha carreira.  Tive a experiência de estar com a  seleção brasileira na Copa América da modalidade que já foi uma experiência muito positiva e agora o foco é nesta competição que é a principal da modalidade em que atuo" complementa Carlos.

O atleta é natural de Florianópolis e vem de uma família totalmente ligada ao futsal já que seus dois irmãos, Victor e Pedro também são atletas da modalidade.  A profissionalização de Carlos veio no ano de 2012 atuando pelo Campo Mourão e em seguida  pelo Futsal Florianópolis.

Anos depois, o goleiro rumaria para o futsal europeu e no período dos últimos nove anos  já soma passagens por países como Itália, República Checa, Croácia e mais recentemente Espanha, sempre representando o estado de Santa Catarina nas quadras.

 

 

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), anunciou na terça-feira, 25, a convocação de 124 atletas de 10 modalidades que representarão o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Paris 2024, que acontecerão de 28 de agosto a 8 de setembro. 

A convocação de toda a delegação brasileira será realizada em três partes e os demais nomes dos atletas que irão  competir na capital francesa serão anunciados nos próximos dias 11 e 18 de julho.

Nesta primeira lista divulgada, constam seis  paratletas representes do estado de Santa Catarina  que estão nas modalidades natação e tênis de mesa, além de outros dois fisioterapeutas que estarão atuando nas modalidades canoagem e goalball feminino .

Na lista de convocados,  consta o nome de Bruna Costa Alexandre que fez história neste ano de 2024 ao se tornar a primeira brasileira a competir em edições de Jogos Olímpicos e Jogos Paralímpicos.   A talentosa atleta do tênis de mesa e representante de Criciúma (SC), marcará presença nestes dois grandes eventos esportivos internacionais que se aproximam. 

CONFIRA A LISTA DE CONVOCADOS

Canoagem

Gabriel Prado Leite - Fisioterapeuta - Florianópolis 

Goalball Feminino 

Monica Araujo de Freitas - Fisioterapeuta - Florianópolis 

Natação 

Matheus Rheine Correa de Souza - Atleta -  Brusque 

Mayara do Amaral Petzold - Atleta Joinville 

Bruno Becker da Silva - Atleta - Rio do Sul 

Talisson Henrique Glock - Atleta -  Joinville 

Tênis de Mesa - 

Bruna Costa Alexandre - Atleta - Praia Clube - Criciúma 

Danielle Rauen - Atleta  - São Bento do Sul (SC)

 

 

O governo do estado de Santa Catarina por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte),  realiza entre os dias 13 a 18 de julho a etapa estadual dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), na categoria 12 a 14 anos e que acontece na cidade de Blumenau.

Estarão em disputa durante a realização do evento, 12 modalidades individuais e outras quatro coletivas que reúnem milhares de estudantes de todo o estado de Santa Catarina. 

Reunião debate coordenação estratégica

Nesta terça-feira (25) o presidente da Fesporte, Freibergue Nascimento, recebeu o secretário de esportes do município de Blumenau, Marcelo Mundt,  para debater a coordenação estratégica do tradicional evento que faz parte do calendário do esportivo e educacional do estado de Santa Catarina.  

"Bastante positiva esta reunião com o secretário Paulo Mundt onde conversamos diversas questões relacionadas aos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), este evento muito importante para os nossos estudantes catarinenses. Acredito que é na realização dos Jesc que conseguimos reforçar ainda mais para milhares de jovens a importância do estudo e da educação andarem sempre em lado a lado e isso será fundamental na formação de cada um deles" explica Freibergue.

"Todos nós criamos um vínculo afetivo muito forte com as nossas escolas  durante a nossa adolescência então por isso entendo que essa competição tem um sentimento especial para os participantes que estarão envolvidos nas competições em Blumenau. Junto com a prefeitura local e a secretaria de esportes capitaneada pelo Marcelo Mundt, estamos tratando tudo com muita atenção para oferecer a melhor estrutura possível e realizar uma edição de Jesc 2024 inesquecível" finalizou o presidente da Fesporte.

As modalidades em disputa na cidade de Blumenau serão: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, ginástica artística, judô, karatê, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e Xadrez. 

No quadro de modalidades de esportes coletivos estão: basquete, futsal, handebol e vôlei.

Após a realização dos Jogos Escolares de Santa Catarina na faixa etária 12 a 14 anos, a Fesporte realiza entre os dias 09 a 19 de agosto a etapa do Jesc na faixa etária 15 a 17 anos que acontece no município de Timbó (SC).

 

 

 

 

 

 

 

 

O velejador catarinense Bruno Fontes,  realiza  em Marselha na França  a reta final de preparação para os Jogos Olímpicos de Paris onde estará representando o estado de Santa Catarina pela terceira vez em sua carreira no esporte mundial. As outras participações do velejador brasileiro em edições de Jogos Olímpicos foram nas edições de Pequim em 2008 e de Londres em 2012.

Bruno garantiu a vaga para a equipe brasileira durante a disputa do campeonato mundial classe laser que foi realizado na cidade de Adelaide na Austrália em janeiro e semanas depois teve a sua convocação confirmada pela Confederação Brasileira de Vela.

“Minha vida sempre foi marcada por ciclos olímpicos. Representar o Brasil em uma Olimpíada sempre foi meu maior sonho desde criança. Na minha carreira, já conquistei quase tudo, mas ainda falta uma medalha olímpica. Embora não seja o favorito, tenho habilidades e possibilidades de alcançar esse objetivo" explica o atleta. 

“Muito feliz por ter aceitado este desafio de disputar o mundial em janeiro e principalmente por ter conquistado esta vaga para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Paris. Deixei a minha carreira de coach para ir em busca do objetivo e alcancei esta marca importante para o Brasil que foi coroada com a minha convocação”, ressalta Bruno Fontes.

Bruno Fontes é um dos grandes nomes do esporte de brasileiro e soma em seu histórico a histórica medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima no Peru em 2019, quatro títulos sul-americanos, além de sete títulos de campeonato brasileiro.

Na edição de 2023, dos Jogos Pan-Americanos  realizado  em Santiago no Chile, o velejador  também marcou presença nas competições continentais e na época já destacava o seu grande objetivo que era estar em Paris 2024

Local de competição. .

Localizado na orla da cidade, a apenas cinco quilômetros do Porto Velho, a sede das regatas em Marselha receberá 330 velejadores em dez classes diferentes de 28 de julho a 8 de agosto de 2024. Marselha é cercada pelas montanhas de Marseilleveyre, o arquipélago de Frioul e alguns arranha-céus. 

O clima quente influencia nas condições do vento, que estão sempre em evolução.

Os Jogos Olímpicos de Paris acontecem entre os dias 26 de julho a 11 de agosto e contará com a participação de atleta catarinenses nas competições.

 

 

 

A equipe catarinense de Ginástica Artística da Associação Desportiva do Instituto Estadual de Educação (Adiee), disputou no último fim de semana o Troféu Brasil Loterias Caixa de  Ginástica Artística que foi realizado no Parque Olímpico na cidade do  Rio de Janeiro. Também representaram Santa Catarina na competição, a equipe do Jurerê Sports Center (Jusc) e a Associação de Ginástica Artística de Joinville (AGAJO).

A competição é uma das principais do calendário nacional da modalidade e nesta edição,  foi anunciada a equipe brasileira que irá representar o Brasil  nesta modalidade nos Jogos Olímpicos de Paris.

Entre os melhores resultados da equipe catarinense foi no aparelho Mesa de Salto,  com as ginastas Maria Alice Rosa Schimitz 14° colocada, Chiara Tavares Bevacqua Bigles 11° colocada e Bárbara Beckhaüser Wiggers 9° colocada e Finalista do Aparelho Salto. A jovem atleta encerrou a competição com a 7° colocação, um resultado inédito e significativo para a equipe do nosso estado.

A técnica da equipe da Associação Desportiva do Instituto Estadual de Educação, Thaís Emanuelli Barros, destacou o desempenho da equipe catarinense competindo diante de algumas das melhores equipes do país na modalidade. 

"O Troféu Brasil é uma competição muito importante e a gente retorna para Santa Catarina com um sentimento muito bom de que conseguimos colocar em prática tudo que foi trabalho no período de preparação para esta competição extremamente importante do nosso calendário" detalha a técnica. 

"Estavam alguns dos principais nomes da modalidade e isso certamente é muito importante para as nossas atletas que tem em seus ídolos uma grande inspiração  para almejarem sonhos mais altos no futuro. Só tenho de parabenizar elas por toda a concentração, empenho e por representar Santa Catarina muito bem em um evento muito importante" finalizou Thaís.

No retorno para Santa Catarina, a equipe de ginástica artística segue a preparação para as próximas competições do calendário estadual e nacional da modalidade.

 

Pagina 5 de 16