×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 318

Itajaí - Os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), além de reunir cerca de 5 mil atletas, comissão técnica e imprensa de 89 municípios do Estado nos seus 11 dias de evento, movimenta intensamente a economia de Itajaí, influindo em setores como hospedagem, alimentação e comércio. Não há números fechados ainda para esta edição de 2014, mas tradicionalmente o município que recebe a competição costuma contabilizar, ao final, um aporte global entre R$ 7 milhões e R$ 10 milhões.

Confira a Galeria de Fotos dos Jasc 2014

Programação e todas as informações oficiais dos 54º Jasc

O impacto na rotina da cidade é extremamente positivo, segundo afirma, por exemplo, o sócio-gerente do Hotel Marambaia de Cabeçudas, Guilherme Schmitt: "Sem dúvida o evento altera de forma positiva a movimentação da cidade inteira. Além disso, é muito bonito ver a circulação dos jovens uniformizados. O tempo bom desde o primeiro dia de competição, no sábado, tem contribuído para que os visitantes criem uma boa impressão da cidade: um evento como esse tem grande poder de atração e com os diversos pontos turísticos de Itajaí os visitantes acabam voltando", avaliou.

A diversidade de jogos é também uma opção interessante de lazer para os cidadãos itajaienses. O representante comercial Marcelo Eberle passou a tarde de terça-feira (18), com o filho de oito anos, Matheus Albertino Eberle, acompanhando as competições de futsal e handebol que acontecem no Ginásio Gabriel Collares. ?Nos Jasc temos várias opções de lazer, já bons jogos estão acontecendo. Sem contar que o município ainda ganha muito em divulgação e destaque no cenário Estadual", ressaltou.

Lado social

A educação também tem tirado proveito dos Jogos Abertos. Acompanhados do professor de convivência e educação física, Diogo Augusto Moser, os alunos do 1º ano do Ensino Médio Inovador da EEB Prof Giovani Trentini, do município de Rio dos Cedros, vieram acompanhar as competições do 54º Jasc, em complemento as disciplinas de Voleibol e Futsal. Segundo o professor, a aula extraclasse apresenta-se como um incentivo a prática do esporte escolar e ainda coloca os alunos em contato com a estrutura que se cria para receber grandes eventos.

Apaixonado pelo vôlei, o aluno Jian Julio Veiga dos Santos, 14 anos, acompanhou cada lance do jogo entre Içara e Seara, que aconteceu no Ginásio Governador Ivo Silveira, no Bairro Fazenda. "Aproveitei para analisar as táticas de jogo dos times e as técnicas apresentadas em cada jogada, além é claro, da estrutura do Ginásio, que pela altura do teto e qualidade da quadra, facilita para que as boas jogadas aconteçam", destacou. 

O Ginásio Ivo Silveira foi um dos que passou por uma reforma completa para receber a competição. Teve toda a cobertura trocada, além da pintura interna e externa, melhorias na iluminação, nos vestiários e banheiros. Matheus Rossi, treinador da equipe de Itajaí que participa da Olesc (estudantes de 13 a 16 anos), conta que a reforma, além de adequar o espaço aos atletas, ainda traz ganhos a população que utiliza do espaço. 

Estrutura esportiva nova

Os Ginásios Gabriel Collares, que está recebendo as competições de futsal (divisão especial) e handebol, e Professor Jucilio Fernandes, que também recebe o futsal (1ª divisão), igualmente passaram por reformas. Além desses, o município-sede providenciou a cobertura da pista de atletismo e o asfaltamento da área da entradas. Para tanto, o governo do Estado fez um repasse de R$ 1,6 milhão para Itajaí.

"Esta parceria com o município que realiza os JASC, como está ocorrendo agora com Itajaí, é fundamental. O governo do Estado dá as condições necessárias, mas sem a participação efetiva da sede, não seria possível os Jogos Abertos atingirem este grau de excelência", destacou o presidente da Fesporte, Marcelo Kowalski.

Isso sem contar os novos investimentos em espaços esportivos. Com a vinda do Jasc, de acordo com o Coordenador da Comissão Organizadora do evento, Alvaro Provesi, Itajaí ganhou uma pista de ciclismo, uma das melhores do Estado, e duas novas canchas de bocha, nos padrões exigidos pela Confederação Brasileira, localizadas no Parque do Agricultor, no Bairro Baía.

Mais informações:

Camila Bebber e Ana Paula Flores

Imprensa Fesporte Jasc 2014

47 3348-1384

Itajaí - Anfitriã da 54ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), Itajaí segue avassaladora na busca do título inédito de campeã-geral. Nesta quarta-feira (19), os donos da casa faturaram simplesmente todos os seis troféus em disputa: tênis de campo, tênis de mesa e taekwondo, toodos no masculino e no feminino. Com isso, chegou a incríveis 11 troféus conquistados e disparou na classificação geral com 156 pontos, contra 73 de Florianópolis e 55 de Blumenau. 

Confira a Galeria de Fotos dos Jasc 2014

Programação e todas as informações oficiais dos 54º Jasc

Veja os resultados do quinto dia de disputas em Itajaí

A primeira e a última conquista do dia vieram das quadras do Itamirim Clube de Campo, onde ocorreram as disputas do tênis de campo. Pela manhã, a cidade-sede conquistou o triunfo sobre Joinville (leia mais aqui). Já com iluminação artificial, à noite, uma decisão acirrada com Florianópolis e vitória por 3 x 2, garantindo mais uma comemoração.

Emoção também no tênis de mesa

Uma final emocionante com direito a vantagem da equipe do oeste e virada da cidade-sede, marcou a disputa no masculino. Danilo Toma (Concórdia) chegou a abrir vantagem e esteve perto de fechar o jogo em cima de Cazuo Matsumoto (Itajaí), mas a tranquilidade e a experiência do atleta da seleção prevaleceu e levou a partida para mais uma disputa, esta com direito a rally onde Thiago Monteiro, de Itajaí, se deslocou para a quadra lateral para sustentar a intensa troca de bolas e garantir a vitória da equipe anfitriã, após vencer Bruno dos Anjos, de Concórdia.

“O nível está muito bom e alguns jogadores têm surpreendido atletas de seleção, talvez por jogarem com uma pressão menor, mas isso não tira o mérito deles que têm evoluído a cada ano.” comenta Thiago que ainda enfatiza a melhora da equipe de Itajaí como um todo.

No feminino, o jogo também foi decidido no último set e a disputa mais aguardada foi entre as atletas da seleção brasileira, Caroline Kumahara, de Itajaí, e Ligia da Silva, de Concórdia, atuais campeãs da Copa Latino Americana e do Mundial 2ª divisão, respectivamente. Mas a decisão final ficou nas mãos de Valesca Maranhão (Itajaí) e Carina Murashige (Concórdia) em um jogo puxado que encerrou, também, com a equipe de Itajaí campeã.

Os resultados na modalidade mostram o alto nível no qual se encontra o tênis de mesa catarinense e especialmente o dos Jasc, onde não existem mais favoritos e surpresas podem acontecer, sendo os jogos decididos em detalhes e decisões rápidas podem fazer a diferença.

“O índice dos atletas está muito bom. Temos alguns medalhões conhecidos, mas surpresas acontecem e um descuido pode mudar o resultado previsto para uma disputa”, comenta o presidente da CBTM que complementa “Santa Catarina está melhorando o nível técnico e se esse ano está espetacular podemos ajudar a melhorar mais ainda”, concluiu Alaor Azevedo, presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), que visitou as competições.

Com estes resultados, a classificação geral do tênis de mesa ficou assim: Masculino: 1º Itajaí, 2º Concórdia e 3º Criciúma; Feminino: 1º Itajaí, 2º Concórdia e 3º Rio do Sul, com um ponto a mais que as medalhistas de bronze da categoria, neste caso Agrolândia.

Taekwondo garante mais dois troféus

Itajaí também não deu chances no Taekwondo nesta edição dos JASC. As disputas da modalidade, realizadas no Centreventos, encerram-se nesta quarta-feira (19). Na classificação geral, a cidade anfitriã ficou em primeiro lugar no masculino e no feminino. Também conquistaram troféus os municípios de São Bento do Sul (2º colocado masculino) e Chapecó (2º feminino). Florianópolis conquistou o terceiro lugar em ambos.

Taekwondo foi mais uma modalidade encerrada no quinto dia de Jogos Abertos. Foto: Petra Mafalda

Além de todas as conquistas da quarta-feira, Itajaí ainda deu um passo enorme para garantir nesta quinta (20) ao menos o troféu do judô masculino e está no páreo pelo do bolão 16 feminino. O resumo do sexto dia de JASC você confere aqui.

Mais informações:

Imprensa Fesporte Jasc 2014

47 3348-1384

Itajaí - Durante esta quarta-feira (19), os alunos da disciplina de fotojornalismo do 2º período do curso de Fotografia da Univali – Universidade do Vale do Itajaí - estão fazendo a cobertura das competições dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC).

No período da manhã, os alunos acompanharam as competições de judô que estão sendo realizadas no Centreventos. Na parte da tarde, os alunos seguem para a praia da Atalaia, onde vão acompanhar as disputas do vôlei de praia que iniciou nesta quarta.

Segundo o professor da disciplina, David Tadeu da Silva, o objetivo das saídas a campo é fazer com que os alunos exerçam a função do fotojornalismo esportivo. “Com isso vamos avaliando as suas noções da realidade e a forma como eles vão demonstrar o acontecimento”, ressaltou. 

Jessica Teles, de 18 anos, ficou encantada com a experiência. “A vivência do fotojornalismo nos traz o contato com a realidade da fotografia. Precisamos passar isso em nossas fotos. Sem contar as noções de perspectiva e movimento que o registro das competições nos dá”, disse.

No domingo, a atividade deve ser repetida com os alunos. No entanto, as pautas ainda estão sendo definidas entre eles.

Mais informações:

Camila Bebber Gomes

Imprensa Jasc 2014

47 3348-1384

Itajaí - Uma terça-feira com poucas alterações na classificação da 54ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), em Itajaí. Apenas o quadro de medalhas sofreu alterações com as premiações de categorias do tênis de mesa, taekwondo e tiro armas longas. O único troféu que seria entregue no dia, o do tênis feminino, acabou adiado para a manhã desta quarta-feira (19) após uma decisão de mais de 10 horas entre Joinville e Itajaí. Com isso, a cidade-sede dos Jogos permanece folgada na liderança, com 78 pontos, seguida por Florianópolis com 50 e Blumenau com 47.

Confira a Galeria de Fotos dos Jasc 2014

Programação e todas as informações oficiais dos 54º Jasc

Veja os resultados do quarto dia de disputas em Itajaí

Depois de 10 horas de jogos entre as duas cidades na quadra do Itamirim (entre partidas individuais e duplas) a organização, juntamente com técnicos e jogadoras, resolveram adiar a decisão para a manhã desta quarta-feira (19), a partir das 10h, já que as atletas estavam exaustas. O confronto decisivo estava empatado em 1 x 1, restando apenas o jogo de duplas para definir o troféu.

No time de Itajaí, Fernanda Hermenegildo e Nicole Buitoni, e no de Joinville, Ana Clara Duarte e Bruna Silva. Itajaí, que vinha da chave dos perdedores, precisava vencer duas vezes para se manter vivo na competição e brigar pelo título e conseguiu o objetivo ao virar o placar para 2 a 1, pela manhã, após disputas no individual e duplas. 

O resultado deixou itajaienses e joinvilenses em condições de igualdade no torneio e a decisão foi para o confronto individual. As disputas começaram pela manhã, às 8h, e só terminaram às 16h. Após duas horas de descanso, às 18 horas, apesar de exaustas, as atletas foram para o confronto e depois de mais duas horas de jogo vieram os resultados. Na quadra 1, a joinvilense Ana Clara venceu por 2 a 0 (6/2 e 6/1) a itajaiense Fernanda. Já na quadra 2, Itajaí, com Nicole, ganhou Joinville, de Bruna, também por 2 a 0, empatando o placar entre os dois municípios em 1 a 1.

A decisão do título, mas uma vez, seria decidido em duplas, mas a direção do torneio, entendendo que as atletas estavam exaustas, decidiu adiar o jogo para esta quarta-feira, às 10h, no Itamirim Clube de Campo.

Decisão do TJD tira Itajaí do basquete feminino

Com isso, serão entregues nesta quarta-feira os troféus do tênis masculino e feminino, do tênis de mesa e do taekwondo. Outro que seria definido neste quinto dia de JASC acabou sofrendo uma reviravolta: no basquete feminino, as semifinais marcadas para esta terça acabaram suspensas em função de um recurso que pedia a eliminação da equipe de Itajaí por irregularidade na inscrição de uma das jogadores estrangeiras do time. A decisão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) saiu no fim da noite e confirmou a eliminação do time da casa, que a princípio jogaria semifinal contra Joinville (a outra seria Blumenau x Chapecó). Com isso, os novos confrontos nesta quarta-feira à noite serão Blumenau x São José e Florianópolis x Chapecó. A final do basquete feminino agora vai ocorrer na quinta-feira, dia 20.

Favoritos vencem no Basquete masculino

Os favoritos ao título do Basquete masculino nos Jogos Abertos de Santa Catarina começaram com vitória no torneio. Brusque, Joinville e Blumenau venceram na primeira rodada disputada nesta terça-feira (18). São 10 equipes na primeira fase divididas em duas chaves, os três melhores se classificam, sendo que os primeiros colocados garantem vaga direto para a semifinal.

Brusque e Blumenau, que decidiram o último campeonato estadual – os blumenauenses ficaram o ouro – não tiveram muito trabalho na estreia. Brusque, que quer dar o troco nos JASC, começou vencendo com tranquilidade a equipe de Rio do Sul por 88 a 32. Blumenau, treinando pelo argentino Facundo Luz, enfrentou os donos da casa e mesmo perdendo o primeiro quarto acabou vencendo a partida por 76 a 47.

Joinville também não teve dificuldades para vencer Balneário Camboriú por 80 a 48. O jogo mais acirrado foi entre Concórdia e Videira, que venceu por 86 a 75. Nesta quarta-feira (19) Florianópolis e Xaxim fazem suas estreias na competição. A rodada começa às 16h no Ginásio da AABB com os seguintes jogos: Videira x Joinville, Balneário Camboriú x Florianópolis, Rio do Sul x Blumenau e Itajaí x Xaxim.

Na abertura do basquete masculino, Blumenau (atual campeão dos JASC), de branco, derrotou os donos da casa por 76 x 47. Foto: Douglas Dornelles

Mais informações:

Imprensa Fesporte JASC 2014

47 3348-1384

 

Itajaí - Em busca do título inédito dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), a anfitriã Itajaí deu uma arrancada promissora nesta segunda-feira, terceiro dia de competições da 54ª edição e primeiro com abertura dos quadros de troféus e pontos. Os donos da casa venceram cinco dos 10 torneios encerrados no dia: karatê masculino e feminino, bolão 16, atletismo e natação, todos no masculino. Com isso, somaram 78 pontos, contra 50 de Florianópolis e 47 de Blumenau.

Confira a Galeria de Fotos dos Jasc 2014

Em vídeo: confira a premiação do karatê dos Jasc 2014

Programação e todas as informações oficiais dos 54º Jasc

Veja os resultados do terceiro dia de disputas em Itajaí

Os itajaienses ainda faturaram o ouro nas duplas do tênis de mesa no masculino e no feminino. Os demais troféus desta segunda-feira foram para Florianópolis (punhobol e natação feminino), Caçador (bocha masculino divisão especial), Chapecó (tiro armas curtas) e Brusque (atletismo feminino).

Nesta terça-feira (18), a programação prevê apenas o encerramento do tênis feminino, com a decisão entre Itajaí e Joinville. 

O dia repleto de ouro dos donos da casa começou cedo, com os dois troféus do karatê (leia mais aqui). Outra conquista veio no Bolão 16 masculino, onde confirmou o favoritismo ao bater Joinville na semifinal por 1687 x 1550 e na decisão a equipe de Caçador foi superada por 1625 x 1605. O bronze foi para Blumenau.

Festa da casa também na piscina

Outro esporte que também encerrou a participação nos JASC 2014 foi a natação. No último dia na piscina do Itamirim, a modalidade premiou 30 atletas, totalizando 90 medalhas entregues, quatro recordes batidos e um empate no primeiro lugar, na prova 100 metros borboleta feminino, onde as atletas Amanda Schumacher de Oliveira, de Joinville, e Ana Luisa Segatta de Farias, de Itapema, fizeram o tempo de 01:05.66.

Meninas da natação de Florianópolis comemoraram o ouro após superar Joinville e Blumenau na pontuação. Foto: Petra Mafalda

Nesta segunda-feira (17) foram disputadas as duas provas mais longas da modalidade, os 800 metros livres feminino e os 1.500 metros livre masculino, que levaram emoção até o último milésimo de segundo, e foram vencidas pelos atletas Djenyfer Arnold, de Florianópolis e Eduardo Seeger Duarte de Concórdia.

Na classificação final, categoria masculina, Itajaí ficou em primeiro lugar conquistando mais um ouro, totalizando cinco troféus no primeiro dia de finais. A prata ficou com Florianópolis e o bronze com a equipe de Blumenau. Já na natação feminina, o primeiro lugar foi conquistado pela equipe da Capital, a prata por Joinville e o bronze por Blumenau.  

Brusque leva o bi no atletismo feminino

A festa no Atletismo ficou com Brusque e Itajaí, que levaram os troféus de ouro na pontuação geral. Brusque, no feminino, fez 322,5 pontos, seguida de Joinville com 211 e Itajaí 194,5. No masculino, o ouro foi para Itajaí com 283 pontos. São José comemorou a prata com 193 pontos e Blumenau o bronze, com 191. A modalidade iniciou no sábado, 15, primeiro dia dos JASC, e foi encerrada nesta segunda, 17, com oito recordes batidos.

O destaque foi para a atleta Anne Caroline da Silva, de Rio do Sul, que bateu o recorde no lançamento do disco. Ela superou a marca de 1995, atingida pela atleta Magnólia Correa, um dos ícones da história dos Jogos, nos JASC disputados em Rio do Sul. Anne lançou o disco a 49m42 e superou a marca que há 19 anos não era ultrapassada.

No arremesso do peso, com a marca de 19m76, o atleta Darlan Romani, de Concórdia, também foi recordista. No revezamento 4x100 dois recordes superados. Na semifinal do feminino a equipe de Brusque completou a prova em 46s01 e no masculino, na prova final, a equipe de São José marcou 40s47. No salto com vara feminino a atleta Alice Tereza Zucchi de Balneário Camboriú bateu o recorde com a altura de 3m43.

Outra marca superada foi nos 200 metros rasos com Rodrigo Pereira do Nascimento, de Itajaí, que completou a prova em 21s25. Nos 110 metros com barreiras, Davi dos Santos de Criciúma foi recordista com a marca de 14s41 e no salto triplo, Ricardo Torres, de São José, marcou 15m55 superando o último recorde.

Bicampeonato da Capital no punhobol

Florianópolis venceu Blumenau e conquistou o ouro na final do Punhobol, na final realizada na tarde desta segunda-feira. O time da Capital fez 3 sets a 0: no primeiro e terceiro sets a equipe venceu com grande vantagem. No segundo, Florianópolis deixou Blumenau empatar no 10º ponto, mas conseguiu se recuperar e venceu por dois pontos. As parciais ficaram em 11 x 6, 12 x 10 e 11 x 3. O bronze da modalidade ficou com Itajaí. 

Blumenau ficou com a prata após batalhar para derrotar os donos da casa em partida disputada pela manhã. De acordo com o presidente da Federação Catarinense e coordenador da modalidade nos JASC, Hugues Torres, o cansaço do time blumenauense e a maior regularidade de Floripa contribuíram para a vitória da equipe da Capital. A equipe também havia conquistado o ouro na modalidade em 2013.

O destaque foi o atleta João Victor Fidelis, de 32 anos. Ex-jogador de vôlei, ele ingressou no punhobol em 1999 e vivia na Áustria, de onde retornou em setembro deste ano. Apesar do pouco tempo para treinar com a equipe para os Jogos Abertos, ele credita ao entrosamento com os atletas a vitória contra Blumenau, que detém mais de 20 títulos na modalidade: "Conheço muitos deles desde a infância, somos uma família", afirmou.

Caçador é tri na bocha

A região Oeste dominou as disputas na Bocha Masculino da Divisão Especial. Caçador e Chapecó disputaram o título jogo a jogo, ponto a ponto. A briga foi tão apertada que o campeão só foi conhecido na última partida do torneio. Depois de vencer o jogo nas duplas contra Criciúma por 15 a 4, Caçador tinha que torcer por uma derrota de Chapecó contra Rio do Sul. 

Uma vitória daria o 17º título dos Jasc aos chapecoenses, mas a dupla de Rio do Sul foi melhor, venceu por 15 a 11 e garantiu a festa de Caçador, que chegou a terceira conquista consecutiva na modalidade. “Não acredito que conseguimos”, vibrava Ildemar Diesel, de Caçador, escolhido o atleta destaque da competição. Mesmo com a vitória Rio do Sul não evitou o rebaixamento para a Primeira Divisão no ano que vem.

Time de Caçador precisou esperar o último jogo de Chapecó para poder comemorar o terceiro título na divisão especial da bocha. Foto: Douglas Dornelles

O pódio e a outra equipe rebaixada foram decididos em um jogo eletrizante e inacreditável. Blumenau estava vencendo Quilombo por 14 a 0 e ficando com o bronze. A derrota rebaixava a equipe do Oeste, que de forma surpreendente iniciou uma reação e virou a partida, vencendo por 15 a 14. O placar final inverteu as posições, Quilombo terminou em terceiro e Blumenau acabou caindo. Criciúma fechou em quarto lugar e permanece na Divisão Especial.

As disputas na Primeira Divisão da Bocha Masculino iniciam nesta terça-feira (18) nas canchas do Parque do Agricultor Gilmar Graf. Os dois primeiros colocados sobem para a Especial em 2015.

O último troféu da segunda-feira saiu no tiro armas curtas, onde Chapecó apenas confirmou o favoritismo nas provas finais de fogo central. A prata ficou com Rio do Sul e o bronze com Florianópolis.

Mais informações:

Imprensa Fesporte Jasc 2014

47 3348-1384

Itajaí - Os primeiros troféus dos JASC foram entregues no fim da manhã desta segunda-feira (17), no Centreventos de Itajaí. A cidade sede confirmou o favoritismo e levou o 1º lugar no karatê feminino e masculino. Blumenau levou a 2º colocação no feminino e Florianópolis no masculino. Tubarão ficou o troféu de bronze no feminino e Blumenau com o mesmo no masculino. 

Confira a Galeria de Fotos dos Jasc 2014

Em vídeo: confira a premiação do karatê dos Jasc 2014

Programação e todas as informações oficiais dos 54º Jasc

Veja os resultados do terceiro dia de disputas em Itajaí

Leia também: Primeiros 10 troféus serão entregues nesta segunda-feira

Os atletas da categoria kumitê por equipe também receberam as medalhas no último dia da modalidade. Itajaí conquistou o ouro nos dois, Tubarão ficou com a prata no feminino e Blumenau no masculino. As medalhas de bronze foram entregues às equipes de Joinville e Blumenau (feminino) e Florianópolis e Tubarão (masculino). De acordo com o presidente da Federação Catarinense e coordenador da modalidade nos Jogos Abertos, Durci Nascimento, a modalidade passou a premiar dois terceiros lugares a partir de 2013, para se igualar ao regulamento das competições em nível nacional e mundial, que premia aqueles que passaram para a fase semi-final. Ele ainda destacou o altíssimo nível das provas da 54ª edição dos JASC.

O Karatê (masculino) foi introduzido nos Jogos abertos em 1992. O naipe feminino iniciou somente no ano seguinte. A competição é dividida em duas modalidades: Kumitê (combate) e Katá (forma), em que o atleta exibe um conjunto de movimentos de ataque e defesa. A área válida para pontuação se restringe ao tronco, às costas, à lateral, cabeça, nuca e face. O golpe pode ser com um soco ou um chute, mas o contato é mínimo e não pode ferir o adversário. Cada confronto é de três minutos cronometrados e nas provas por equipe cinco atletas lutam em seis rodadas.

Mais informações:

Ana Paula Flores

Imprensa Fesporte

48 3348-1384

Pagina 6 de 68