Publicado em Joguinhos
Escrito por

Regionais dos Joguinhos movimentam nove municípios

A partir de sexta-feira, dia 22, até segunda-feira, dia 25, nove municípios respirarão Joguinhos Abertos de Santa Catarina em sua 33ª edição. É que no período serão realizadas as tradicionais etapas regionais da competição com torneios das modalidades coletivas: voleibol, basquete handebol, futsal e futebol. Cada campeão garantirá vaga para a etapa estadual dos Joguinhos – específica das modalidades – programada para o período de 2 a 5 de dezembro em Concórdia.

Os Joguinhos Abertos de Santa Catarina são uma promoção do Governo Estadual, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios que sediam a competição.

Anote onde ocorre cada etapa regional e seu município sede 

Etapa Oeste – Chapecó

Etapa Leste-Norte – Presidente Getúlio

Etapa Planalto Vale – Rio do Sul

Etapa Sul – São José

Etapa Centro – Videira

Etapa Extremo Oeste – Itapiranga

Etapa Meio Oeste – Xaxim

Etapa Extremo Sul – Criciúma

Etapa Norte – Jaraguá do Sul.

 

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Fesporte realiza vistoria técnica para os Joguinhos 2021

O trabalho já começou para a realização dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina em Videira, que acontecerão de 4 a 12 de setembro de 2021, resguardadas as condições da pandemia da Covid-19. Na quarta-feira, 9 e quinta-feira (10), uma equipe técnica da Fesporte – Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), liderada pelo Presidente Rui Godinho, esteve no município para avaliação geral das praças esportivas e início das atividades para realização da etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, juntamente com a equipe da Fundação Esportes de Videira. 

Entre as tratativas, há um estudo de viabilidade de construção de uma piscina semiolímpica no município para contemplar as modalidades aquáticas dos Joguinhos e ampliar a oferta de estrutura esportiva no município, para atender as grandes competições de esfera estadual.

A equipe foi recebida no gabinete do prefeito Dorival Carlos Borga, que se disse muito feliz em poder receber mais um evento da Fesporte, já que o município sediou os Jogos Escolares de Santa Catarina 15 a a 17 anos, em 2018, e a Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) em 2019.

Rui Godinho (centro) com o prefeito Carlos Borga (à direita) e Sérgio Cirola, Dir. Geral da FME de Videira. Foto: Antônio Prado

No gabinete do prefeito Rui  Godinho apresentou também uma amostra do material esportivo que será oferecido pela Fesporte às escolas estaduais e municipais de Videira. A destinação de material esportivo faz parte de um projeto contínuo da Fesporte, que visa prover os municípios com equipamentos para fomentar a prática esportiva em diferentes modalidades, atendendo também o contraturno da rede escolar.

Entre os diversos locais visitados estiveram o complexo esportivo do Parque da Uva, onde ocorrerá provas de ciclismo, basquete, e lutas e xadrez e ainda o ginásios do IFC, onde ocorrerá a ginástica rítmica, o Clube Profit, local do vôlei de praia e a pista de atletismo do complexo Sérgio Luiz Marafon.

"Estamos muito felizes pela confiança depositada pela Fesporte em podermos realizar mais um grande evento esportivo, desta vez, os Joguinhos. Este evento será importante para buscarmos mais experiência para que em 2023, quem sabe, sediar os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), disse o prefeito Dorival  Borga. 

O prefeito destacou também que os Joguinhos trarão benefícios econômicos para região e revelou também que pretende realizar uma etapa regional do festival escolar dança Catarina e também os Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc).

O presidente Rui Godinho gostou muito das instalações esportivas e disse que tem certeza na realização de um grande evento visto que Videira é um município bastante experiente. "Os videirenses já realizaram com sucesso os  Jesc e Olesc e não tenho dúvida que teremos mais uma vez uma parceria de sucesso com a realização dos Joguinhos".

Segundo Godinho a Fesporte pretende implantar no estado seis piscinas semiolímpicas e seis pistas sintéticas de atletismo espalhadas nas seis regiões esportivas de atuação da Fesporte. 

“Ao fazer o mapeamento das estruturas esportivas de Santa Catarina por meio do georreferenciamento descobrimos diversas regiões do estado com déficit de algumas estruturas. No oeste e extremo oeste, por exemplo, descobrimos a falta de piscinas e pista sintéticas é o caso de Campos Novos e Chapecó por isso queremos construir estas estruturas onde não tem para democratizar anda mais a prática esportiva. E estamos conversando com as prefeituras de Campos Novos e Chapecó, para construirmos pista de atletismo, e Videira para a construção de piscinas”, finalizou Godinho.

Texto: Antonio Prado

Com informações da Ascom de Videira

 

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Joguinhos Abertos: mais de três décadas de história

Muito se fala na criação dos Jogos Abertos de Santa Catarina, que se inspirou no modelo dos Jogos Abertos do Interior de São Paulo, pela participação dos brusquenses nos últimos anos da década de 1950, até a primeira edição, em 1960, tendo à frente o empresário Arthur Schlösser. O que pouco se tem contado é que os Joguinhos Abertos também tiveram base no modelo paulista para a sua criação. 

O ano era 1986. Felipe Abrahão Neto, conhecido por toda a comunidade esportiva catarinense como Feio, exercia o cargo de coordenador de esporte da Secretaria de Cultura e Esporte. Na ocasião, início do Governo Pedro Ivo Campos, Feio programava uma reunião em Florianópolis envolvendo dirigentes esportivos do estado. Um dos convidados era o Professor Luiz Carlos Barbosa, o Kalu, que informou da impossibilidade de presença já que participaria dos Joguinhos Abertos em São Paulo, o que despertou interesse ao coordenador de esportes e motivou a criação dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. O projeto foi trazido por Kalu, que se tornou braço direito na realização do sonho de Felipe Abrahão Neto.

A ideia despertou o interesse do Feio, que sabia da necessidade de se preencher uma lacuna no desenvolvimento da base esportiva, uma vez que, na época, os Jogos Escolares de Santa Catarina, criados em 1973, não contemplavam todas as idades do esporte de base. Motivado, Feio pediu a Kalu que trouxesse o projeto para Santa Catarina. Kalu não só trouxe o modelo como ajudou no desenvolvimento do projeto de criação dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, que levou dois anos até a primeira edição. 

Foi no dia 24 de novembro de 1988 que se abriu a primeira edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, no coração de Santa Catarina, na cidade de Curitibanos, terra que adotou o paranaense Felipe Abrahão Neto. Na ocasião, os Joguinhos já contaram com a participação de 163 municípios brigando pelo primeiro título, que foi conquistado por Concórdia, em 4 de dezembro, dia do encerramento.

Felipe Abrahão Neto (o Feio) recebe flores na abertura oficial da primeira edição dos Joguinhos Abertos, em Curitibanos       Foto: Acervo/Curitibanos

Foram 32 edições desde a criação dos Joguinhos. Somente em 2009, em decorrência da gripe A (H1N1), houve cancelamento. Além de Concórdia, outras quatro cidades conseguiram essa conquista: Chapecó, que conquistou seu primeiro título na última edição (2019 – Rio do Sul); Florianópolis, com dois títulos; Blumenau, com 13 e Joinville, com 14 conquistas. 

Blumenau e Joinville escrevem uma história acirrada na disputa por títulos dos Joguinhos Abertos. Até 2002, os blumenauenses mantinham uma supremacia que parecia dar o mesmo enredo escrito nos Jogos Abertos. De 1990 a 2002, só não foram campeões em 1997 e 2002, quando perderam para Joinville e Florianópolis, respectivamente, ficando com o vice-campeonato. A partir de 2003, Joinville começa a figurar como uma ameaça essa hegemonia da capital do Vale do Itajaí. Era o segundo título dos joinvilenses, depois de 1997, mas o primeiro de uma sequência histórica. De 2003 a 2019, só não ergueram o troféu maior em 2008, 2011 (ambos foram Blumenau) e 2019 (para Chapecó), além de 2009 (cancelado).

E para aumentar a disputa entre o Vale e o Norte, o último título de Joinville empatou as duas cidades em sequência de conquistas: sete para cada uma. Blumenau conquistou títulos seguidos entre 1990 e 1996; e Joinville, entre 2012 e 1018.

Das sedes dos Joguinhos, Criciúma e Caçador foram as que mais receberam a competição: quatro vezes cada uma. A cidade-berço, Curitibanos, sediou três vezes, mesmo número de Joaçaba.

Na ocasião da criação dos Joguinhos, o Professor Kalu destacou como principal importância do projeto, que a ideia era fortalecer a iniciação desportiva, formando atletas em Santa Catarina e diminuindo custos de atletas, além de criar a oportunidade para aumentar a quantidade de atletas e incentivar a profissionalização. E foi o que aconteceu. Tanto é que grandes nomes do esporte brasileiro e internacional, como Gustavo Kuerten (Guga), Fernando Scherer (Xuxa), Tiago Splitter, Carlos Shwanke, Natália Zílio, Rosamaria Montibeller, Sérgio Galdino, Darlan Romani, entre tantos que tiveram os nossos Joguinhos Abertos como importante programa esportivo na estruturação de suas carreiras.

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Fesporte e Videira selam parceria para os Joguinhos 2020

Dirigente de Videira estiveram na tarde desta segunda-feira, 9, na sede da Fesporte, em Florianópolis, visando o início dos trabalhos para a realização  da etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. A 33ª edição será realizada no município entre os dias 16 a 26 de julho de 2020.

No encontro, pela Fesporte, além do presidente Rui Godinho, esteve presente Luciano Heck, gerente de esporte de rendimento. Na comitiva videirense estiveram Ederson Leobet, superintendente da Fundação de Esportes e Fabiano Marafon, secretário de desenvolvimento urbano.

“Tenho certeza que com muito trabalho esta parceria, entre Fesporte e Videira, fará uma grande competição dos Joguinhos, assim como foi a parceria para a realização dos Jesc (Jogos Escolares de Santa Catarina) em 2018 e Olesc (Olimpíada Estudantil Catarinense) este ano”, destacou Ederson Leobet.

“As parcerias com Videira na realização dos eventos da Fesporte foram fantásticas. Os dirigentes, representantes municipais, falaram muito bem das ações, principalmente no envolvimento do município na realização da Olesc este ano. Então acredito que faremos uma grande etapa estadual dos Joguinhos 2020”, destacou o presidente Rui Godinho.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte    

 

Publicado em Joguinhos
Escrito por

São José é bi no futebol masculino dos Joguinhos

São José conquistou o bicampeonato no futebol masculino dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, no último sábado (27). A conquista aconteceu depois da vitória sobre Florianópolis por 3 a 0, no Estádio Municipal Alfredo João Krieck, em Rio do Sul. A equipe josefense repetiu o feito da edição de 2019, em Curitibanos, chegando ao título de forma invicta.

No mesmo sábado, antes da partida final, aconteceu a disputa de terceiro colocado. Criciúma levou o bronze ao derrotar Camboriú pelo placar também de 3 a 0. Os Joguinhos Abertos foram realizados de 19 a 27 de julho, com a promoção do Governo do Estado, por intermédio da Fesporte, em parceria com o Município de Rio do Sul.

 

Texto: Heron Queiroz/Ascom/Fesporte

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Chapecó conquista Joguinhos pela primeira vez

Chapecó conquistou o título de campeão-geral da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina aos “49 minutos do segundo tempo”, conforme definição de Aladim Sebalhos, da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer do Município. No último dia de competição, neste sábado, 27, em Rio do Sul, os chapecoenses foram campeões do judô masculino e feminino e do tênis de mesa masculino, modalidade também que ficou em terceiro no feminino, passando de 56 pontos para 105. Em segundo lugar, ficou Blumenau com 103, e em terceiro, Jaraguá do Sul, com 100 mesmo número que Joinville. No critério de desempate, os jaraguaenses levaram a melhor no critério de maior número de troféus de prata (quatro contra três), já que tinham o mesmo número de ouro (quatro). Os joguinhos, que encerram no sábado, 27, são promovidos pelo governo do Estado, por intermédio da Fesporte, com o apoio do Município de Rio do Sul/FMD.

Antes da oficialização do título, no Ginásio Artenir Werner, dirigentes de Blumenau faziam as contas e até admitiam que seriam os campeões depois de sete anos. Depois da confirmação, por parte da coordenação técnica da Fesporte, que o campeão era Chapecó o clima foi de desolação. Os dirigentes do município do Oeste estavam no alojamento acompanhando o término das modalidades. Seballhos admite que a delegação estava pronta para retornar, quando houve o anúncio do término do judô, que resultou em mais 26 pontos, 18 do tênis de mesa e cinco do futsal feminino, a festa começou no alojamento e terminou no ginásio. 

Outro que não esperava pelo pódio foi Jaraguá do Sul. É que um equívoco na contagem de pontos apontava Joinville, em terceiro, com 102 pontos, que, na verdade, seriam 100. Uma recontagem fez jus à real classificação da 32ª edição dos Joguinhos Abertos, que deu à Jaraguá do Sul, pela primeira vez, um lugar no pódio final da competição, conquistando o troféu de terceiro lugar.

O diretor de esportes, Valdeci da Silva, que representou o presidente da Fesporte, Rui Godinho, na solenidade de encerramento, avaliou como excelente a competição, a primeira de alto rendimento na atual gestão. “Muita coisa ainda precisa melhorar para o futuro”, admite o dirigente. Para o secretário-executivo da Comissão Organizadora, Sérgio Schlemper, os Joguinhos transcorreram das expectativas. “Foi importante não apenas no aspecto esportivo, mas no aspecto econômico, com a movimentação no comércio”, complementou.

Eis os campeões por modalidades

Atletismo masculino – Joinville

Atletismo feminino – Balneário Camboriú

Basquete masculino – Concórdia

Basquete feminino – Jaraguá do Sul

Ciclismo – Rio do Sul

Caratê masculino – Blumenau

Caratê feminino - Tubarão

Futebol masculino – São José

Futebol Feminino – Joinville

Futsal masculino – Jaraguá do Sul

Futsal feminino – Brusque

Ginástica artística masculina – São Bento do Sul

Ginástica artística feminina – Itajaí

Ginástica rítmica – Brusque 

Handebol masculino – Itajaí

Handebol feminino – Concórdia

Judô masculino – Chapecó

Judô feminino – Chapecó

Natação masculina – Joinville

Natação feminina – Tubarão

Taekwondo masculino – Itajaí

Taekwondo feminino – Joinville

Tênis de mesa masculino – Chapecó

Tênis de mesa feminino – Joinville

Voleibol masculino – Jaraguá do Sul

Voleibol feminino – Jaraguá do Sul

Vôlei de praia masculino – Balneário Camboriú

Vôlei de praia feminino – Balneário Camboriú

Xadrez masculino – Blumenau

Xadrez feminino -  Blumenau

Confira aqui os boletins.

 

Orlando Pereira - Ascom/Fesporte

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Atletismo consagra Balneário Camboriú e Joinville

Já era noite desta sexta-feira, 26, em Rio do Sul, quando foi anunciada, pela locução do estádio municipal Alfredo João Krieck, a notícia mais esperada do atletismo dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina: o anúncio dos campeões gerais da modalidade. Apreensão, silêncio, nervosismo e expectativa. Todas essas questões se transformaram em explosão de alegria para uns e sentimento de frustração  para outros. Entre os grupos dos extasiados estavam os atletas de Balneário Camboriú, campeão geral no masculino, e Joinville vencedor do troféu no feminino.

Time de Balneário Camboriú, campeão no masculino (Foto: Orlando Pereira)

Balneário Camboriú fechou sua participação com 183 pontos e repetiu o feito do ano passado. Em seguida veio São José, em segundo lugar com 134, e Blumenau,  em terceiro lugar com 100 pontos.

Já entre as mulheres as joinvilenses foram campeãs com 269 pontos e deixaram para trás Tubarão, em segundo, com 113 pontos, com Brusque fechando o pódio, em terceiro lugar com  103 pontos.

“O time de Joinville foi fantástico. Ano passado perdemos o título feminino para Tubarão, mas este ano nossas meninas se superaram com 10 medalhas de ouro conquistadas e com o dobro de pontos do segundo colocado, o que vem coroar nosso trabalho ‘prata da  casa’’, disse a treinadora joinvilense Margit Weis.

Time de Joinville, campeão no feminino (Foto: Orlando Pereira)

Três atletas foram escolhidos, por uma equipe técnica, como os melhores da competição. Micaela Melo, de São José, que bateu o recorde nos 100 metros com barreiras (14s28), Flávio Barbosa de Farias, também de São José, que bateu o recorde no salto triplo (14m99) e  Douglas Hernandes Mendes da Silva, de Balneário Camboriú, recordista dos 400 metros (48s40).

“É a segunda vez que sou atleta destaque dos Joguinhos e estou muito feliz, pois todo atleta almeja o sucesso”, destacou Micaela.  “Consegui vencer as duas provas que queria e bater um recorde e ajudar a minha equipe”, completou Flávio Barbosa. “Ser o atleta destaque dos Joguinhos é uma emoção muito grande agora é esperar os Jasc para novas emoções”, finalizou Douglas Hernandes. 

    Micaela, Flávio (São José) e Douglas (Balneário Camboriú) falam da emoção de serem os atletas destaques do atletismo dos Joguinhos 

A etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina é uma promoção do Governo Estadual, por intermédio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Blumenau abre vantagem na pontuação geral

Blumenau abriu 23 pontos de vantagem sobre Itajaí, e Jaraguá do Sul está na briga pelo título de campeão-geral da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, que encerram neste sábado em Rio do Sul. Mesmo sem ganhar nenhum troféu de primeiro nas modalidades de atletismo masculino e feminino, ciclismo, ginástica rítmica e handebol feminino, os blumenauenses passaram dos 80 do dia anterior para 97. Os joguinhos são uma promoção do governo do Estado, por intermédio da Fesporte, com o apoio do Município de Rio do Sul/FMD.

Com o troféu no handebol masculino, Itajaí chegou a 74 pontos, ultrapassando a Jaraguá do Sul pelo critério de maior número de troféus. Os itajaienses têm quatro enquanto os jaraguaenses só ganharam dois. Com a conquista do atletismo feminino, a quarta posição está Joinville, com 72. Chapecó vem em quinto, com 56, e o sexto é Balneário Camboriú, que na sexta-feira ganhou o troféu de atletismo masculino.

Os blumenauenses não estão em nenhuma das finais coletivas das modalidades que acontecem neste sábado. No basquetebol feminino, brigam pela medalha de ouro Jaraguá do Sul e Criciúma, com Itajaí enfrentando São Miguel do Oeste, na disputa pelo bronze. No futebol masculino a decisão será entre Florianópolis e São José, com Criciúma e Camboriú jogando pelo bronze. No futsal feminino o troféu dos joguinhos será decidido entre Brusque e Joinville. Pela medalha de bronze jogam Chapecó e Guaraciaba. E no voleibol masculino, jogam Santo Amaro da Imperatriz e Jaraguá do Sul. Blumenau e Balneário Camboriú disputam o bronze.

As disputas por equipe no tênis de mesa, que acontecem no ginásio da Escola Sebastião Back, iniciam às 9h. No masculino a disputa pelo título vai reunir Chapecó e Joaçaba. Pela medalha de bronze, jogam Indaial e Concórdia. No feminino, a decisão será entre Joinville e Criciúma, com Chapecó e Chapecó. Também encerra neste sábado o judô com as lutas, que acontecem no ginásio do Colégio Ruy Barbosa, por equipes nos dois naipes.

O tênis de mesa não pontua para a classificação geral dos joguinhos. É que o número de participantes ficou abaixo do que determina o regulamento. Mesmo assim a modalidade fez parte da programação. O título ficou com São Miguel do Oeste.  Joinville ficou em segundo e Itajaí em terceiro.

Orlando Pereira – Secom/Fesporte

 

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Rio do Sul faz a festa e ganha o ciclismo

O ciclismo de Rio do Sul fez a festa em casa e ganhou o troféu da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, que terminam neste sábado, 27. A prova de estrada que encerrou a modalidade, foi vencida por Fernando Duarte Mendes, de São José, com Marcelo Godin, de Chapecó. O rio-sulense Gabriel Metzger cruzou a linha de chegada em terceira colocação. Na classificação final, a sede dos joguinhos terminou com 56, Chapecó em segundo com 47 e Joinville com 38. A competição é uma promoção do governo do Estado, por intermédio da Fesporte, com o apoio do Município de Rio do Sul/FMD.

O destaque ficou por conta de Metzger, que ganhou medalha de ouro por equipe. Prata na prova do contrarrelógio; e duas de bronze na de estrada e no cross country olímpico. Revelado pelo Programa de Ciclismo, implantado pela FMD, em parcerias com a iniciativa privada, ele vem se destacando no cenário nacional. Antes dos Joguinhos ele tinha sido prata no Campeonato Brasileiro, realizados em Maringá (PR), no último dia 6. “Essas medalhas foram importantes porque foi o último ano dos Joguinhos e principalmente porque foram conquistadas em casa, com o apoio da família”.

O título de campeão do ciclismo dos Joguinhos Abertos é inédito para Rio do Sul. O coordenador da modalidade, Alair Xavier, ressaltou que isso é fruto do trabalho que vem sendo realizado, em especial este ano com a formação de equipe de base. “Trabalhos com nossos atletas para sermos campeões e com a graça de Deus deu tudo certo”. “Esse troféu é uma forma de retribuição aos apoiadores, principalmente a FMD que acreditou no nosso projeto”. Xavier lembrou que nos Jasc de 2018 Rio do Sul perdeu o título por apenas um ponto. “Agora vamos trabalhar duro, comprometidos, para conquistarmos algo ainda maior”, complementou o coordenador.

Orlando Pereira – Ascom/Fesporte

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Depois de duas prorrogações, deu Itajaí no handebol

Penúltimo dia de Joguinhos Abertos de Santa Catarina cheio de emoções e disputas equilibradas nas partidas decisivas do handebol masculino, no ginásio do Instituto Federal Catarinense (IFC), em Rio do Sul. Itajaí venceu São José de virada, por 32 a 29, num jogo com duas prorrogações. Antes disso, Criciúma e Lages também fizeram um jogo de placar apertado, com 28 a 27 para o time da Capital do Carvão, que ficou com o bronze.

A manhã de quarta já prometia ser bastante competitiva para o handebol masculino dos Joguinhos Abertos. Depois de uma decisão de terceiro lugar, entre Criciúma e Lages, bastante equilibrada, São José e Itajaí protagonizaram uma das mais emocionantes finais desta 32ª edição. 

São José começou abrindo 4 a 0 e manteve a diferença de quatro pontos até a metade do segundo tempo, quando Itajaí começou a reagir. Faltando 1 minuto para fechar o tempo normal, a equipe peixeira empatou. Faltando 30 segundos, virou. E faltando seis segundos, São José buscou o empate em 20 a 20. Na prorrogação, em dois tempos de cinco minutos, mais um empate, 24 a 24. Mais dois tempos de cinco minutos, que resultaram num 32 a 29 para Itajaí.

Ambas os confrontos são reedições do handebol dos Joguinhos de 2018, em Curitibanos. Naquela ocasião, quem venceu a disputa de terceiro foi Lages, pelo placar de 28 a 22. Itajaí venceu São José também de forma apertada, 30 a 29, placar muito parecido com o que deu o atual título a Itajaí, o terceiro na história do handebol masculino dos Joguinhos.

Handebol masculino de Itajaí conta três títulos nos Joguinhos Abertos (Foto: Heron Queiroz)

Texto: Heron Queiroz – Ascom/Fesporte

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Meninas de Brusque são as melhores da ginástica rítmica

Em 2018, ao disputar a ginástica rítmica da etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina em Curitibanos, o município de Brusque terminou a competição em sétimo lugar com míseros dois pontos e como de praxe viu os tradicionais municípios, Florianópolis, Blumenau e Joinville, dividindo as três primeiras colocações no pódio. Na edição 2019 as Brusquenses, comandadas  pelo treinador Thiago Coelho, deram a volta por cima e conquistaram o título de campeão geral.

Nesta sexta-feira, 26, último dia de competição da modalidade em Rio do Sul, as disputas do conjunto cinco arcos seria determinantes para definir o campeão geral da ginástica. Para Brusque a somatória de 12.750 pontos ao final das apresentações, ou seja, o terceiro lugar do conjunto, foi o suficiente na somatória para garantir o troféu de campeão geral da ginástica rítmica dos Joguinhos.

Por fim, as Brusquenses ficaram em primeiro lugar na classificação geral com 57, 28 pontos com Blumenau fechando em segundo com 56, 28 pontos e Florianópolis, que era a campeã anterior, em terceiro lugar geral com 55,83 pontos.

 Natália Metzer, de Blumenau, com cinco medalhas, foi a melhor atleta da competição (Foto: Antonio Prado/fesporte)

“Viemos focados e preparados para ganhar estes Joguinhos. Trabalhamos bastante, buscamos aprimorar nossa qualidade técnica. Foi uma disputa acirrada contra  equipes fortes, mas o empenho de nossas ginastas foi o diferencial para a conquista do título”, destacou o técnico campeão Thiago Coelho.

Entre as ginastas a melhor atleta da modalidade foi Natália Metzer,  de Blumenau, com cinco medalhas: ouro no individual geral, ouro no individual por equipe e medalha de bronze nos aparelhos maças, fitas e  conjunto.  “É muito gratificante essas conquistas porque treinamos muito para dar o melhor da gente na competição . Fiquei emocionada quando soube que tinha sido campeã no individual geral”, disse Natalia.   

A etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina é uma promoção do Governo Estadual, por intermédio da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Rio do Sul.

Texto: Antonio Prado/Ascom Fesporte

 

Publicado em Joguinhos
Escrito por

FCA homenageia participantes do Pan sub-20

A Federação Catarinense de Atletismo homenageou o grupo que integrou a delegação do Brasil no Campeonato Pan-americano, categoria sub-20, realizado no período de 19 a 21 deste mês. O presidente da entidade, Deraldo Ferreira Oppa, destacou que o momento é importante, até mesmo porque todos os que estiveram na Costa Rica participaram da 32ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. A competição que encerra neste sábado, 27, é uma promoção do governo do Estado, por intermédio da Fesporte, com o apoio do Município de Rio do Sul/FMD.

Participaram do Pan os técnicos Diego Gamba, de Balneário Camboriú; Thiago Mendes, de São José; e Jemerson Fernandes, o Pajé, de São Ludgero. Além da atleta Micaela Melo, de São José, medalha de bronze na prova dos 100 metros com barreiras, participaram da competição, Adriell Zander, de São Ludgero, que competiu salto em distância; Flávio de Farias, de São José, no triplo; Douglas Mendes da Silva, de Balneário Camboriú, nos 400 e na prova de revezamento 4 x 400 metros.

Orlando Pereira – Ascom/Fesporte

Pagina 1 de 29