Publicado em Geral
Escrito por

Surfista, Alejo Muniz, é vice-campeão na Austrália

O surfista catarinense, Alejo Muniz, ficou com o vice-campeonato na etapa do Sydney Surf Pro que foi encerrado na madrugada desta terça-feira (14),  na Austrália.  O surfista é natural do município de Bombinhas (SC) e conta com um extenso currículo no surf mundial representando o estado de Santa Catarina, inclusive na divisão de elite. 

Par chegar ao vice-campeonato, Alejo superou cinco baterias e acabou derrotado somente na bateria final,  quando perdeu para o australiano, Jordan Lawler. Outros representantes do estado de Santa Catarina na etapa realizada em Sydney, foram Matheus Herdy, Léo Casal e Heitor Mueller no masculino, além de Laura Raupp e Tainá Hinckel no feminino. 

A etapa realizada em Sydney, corresponde a segunda do calendário do Challenger Series e que foi também a segunda consecutiva na Austrália.  A abertura da temporada 2024, havia sido entre 27 de abril 04 de maio na Gold Coast e na ocasião Alejo chegou até a fase oitavas de final.

Serão seis etapas ao redor do mundo e o calendário do Challenger Series retorna agora no mês de julho com a terceira etapa em Ballito na África do Sul, e em seguida no mês de agosto a quarta  etapa em Huntington Beach na Califórnia nos Estados Unidos.

As duas etapas finais acontecem no mês de setembro em Ribeira D´Ilhas em Portugal e a última e decisiva etapa sendo realizada no mês de outubro, na Praia de Itaúna em Saquarema (RJ).

A vitória em Sydney rendeu bons frutos para o surfista de Bombinhas que é o segundo colocado na classificação geral atrás apenas do também brasileiro, Samuel Pupo.

Histórico

 Alejo Muniz, atualmente com 34 anos é um dos nomes de destaque na história do surf brasileiro e disputou a divisão de elite da WSL em diversas etapas durante os anos de 2011 até 2018. Nos últimos anos, marcou a sua carreira participando de eventos qualificatórios como a temporada do Challenger Series e do Qualifyng Series. 

 

Publicado em Parajasc
Escrito por

Congressso técnico do Parajasc acontece nesta quarta-feira (15)

O governo de Santa Catarina através da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), realiza entre os dias 27 de maio a 02  de junho, a 17a edição dos Jogos Abertos Paradesportivos  de Santa Catarina (Parajasc)  que terá como sede a cidade de Blumenau. 

 

 

Nesta quarta-feira (15), às 14h,  acontece o Congresso Técnico do principal evento do paradesporto catarinense que reunirá cerca de 2.200 competidores, além de árbitros, dirigentes esportivos e autoridades do estado de Santa Catarina. 

 

Modalidades 

 

Estão no quadro de competições do 17o Parajasc, 14 modalidades que acontecem em diferentes locais da cidade de Blumenau, com exceção da modalidade atletismo que será realizada na Pista de Atletismo de Timbó (SC).

 

O Congresso Técnico dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina  será realizado em formato virtual e é esperado a participação de mais de 100 representantes estaduais que se preparam para a celebração do para desporto em Blumenau. É no congresso técnico onde os competidores conhecem detalhadamente os regulamentos de competições, chaveamento, locais de competições, entre diversas outras informações relevantes referentes ao evento que é realizado pelo governo do estado de Santa Catarina em parceria com a prefeitura da cidade de Blumenau 

 

Conheça as modalidades do Parajasc

 

As modalidades que marcam a edição de 2024 do Parajasc, são altamente diversificadas e prometem movimentar a cidade de Blumenau na última semana do mês de maio. 

 

 

Atletismo, basquetebol com cadeira de rodas, basquetebol di, bocha paralímpíca, bocha raffa, ciclismo, futsal da-di, goalball, handebol com cadeira de rodas, natação, tênis de mesa, xadrez, judô e parataekwondo.

 

Publicado em Geral
Escrito por

Deputada Daniela Reinehr destina R$ 500 mil à Fesporte

A deputada federal Daniela Reinehr destinou o valor de R$ 500.000,00 por meio de uma emenda individual impositiva, à Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), para a criação do programa de política pública do paradesporto. 

Daniela Reinehr afirmou: “Este é um momento muito especial, pois sempre tive um olhar muito carinhoso para as pessoas com deficiência. O olhar do governador Jorginho Mello é diferenciado e o nosso intuito é que se crie política pública para o paradesporto e esta seja permanente e perpasse governos”. 

Freibergue Nascimento, presidente da Fesporte; e Sérgio Tadeu Macagnan, Diretor de Administração e Finanças; receberam o documento das mãos da parlamentar. 

O presidente Freibergue ressaltou que “esta emenda significa para a Fesporte, pensar Fesporte. Significa ineditismo, pois abre oportunidades para os trabalhos da fundação para apoiar e desenvolver ainda mais o esporte e o paradesporto em sua plenitude em todo o estado”. 

A Fesporte incentiva o paradesporto, organiza e executa várias competições destinadas aos paratletas de várias partes do estado. Um dos exemplos são os Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) que neste ano de 2024, reunirá em Blumenau mais de 2200 paratletas, de 60 municípios catarinenses, junto com técnicos, árbitros e dirigentes esportivos. 

As competições têm como objetivo promover o paradesporto nas instituições e clubes, fortalecer a inclusão social e revelar talentos para o esporte adaptado. Em três anos consecutivos, a equipe paralímpica de Santa Catarina é vice-campeã nacional das Paralimpíadas Escolares, ficando atrás apenas de São Paulo. 

As emendas individuais impositivas são propostas feitas por cada deputado federal ou senador para o orçamento o governo federal. Assim cada parlamentar pode financiar uma obra ou projeto público no seu estado. 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) – (48) 3665 6126

Publicado em Geral
Escrito por

Presidente da Fesporte participa de debate na UDESC

Na manhã desta terça-feira, 7, o presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Freibergue Nascimento, participou de um debate da disciplina de "Legislação Esportiva e Profissional", ministrada pelo Prof. Dr. Paulo Sérgio Cardoso da Silva, no Centro de Educação Física (Cefid), na Udesc. O Prof. Dr. Joris Pazin, chefe do departamento de educação física, deu as boas vindas e enalteceu a importância de momentos como este para a universidade e para os acadêmicos do curso. 

Junto com o presidente, debateram:  Fernando Hackhardt, presidente do Conselho Estadual de Esporte (CED/SC), que ressaltou a estrutura organizacional e o funcionamento do Conselho.  

E Felipe Branco Bogdan, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD/SC),  que destacou as competências e o funcionamento do TJD/SC. 

Freibergue Nascimento, presidente da Fesporte, em sua explanação, agradeceu à Udesc esse espaço e apresentou aos graduandos, os objetivos da Fesporte e o papel do poder público e da Fundação ao desenvolver as políticas públicas voltadas ao esporte. 

“È muito bom participar de eventos acadêmicos. O espaço universitário você tem liberdade para expressar seus pensamentos. A Fesporte, a casa do atleta, está aberta ao aperfeiçoamento contínuo. O grande objetivo de estar aqui é com o intuito de que a academia entre na Fesporte para produzir conhecimento, resultando em melhores resultados para atletas e para o esporte como um todo”, finalizou Freibergue. 

Mayara Pereira de Matos, acadêmica da 7ª fase do curso de educação física da Udesc, destacou a importância desse debate ao afirmar: “É extremamente importante a vinda desses profissionais aqui, pois abre caminhos. Essa troca esclarece um pouco desse mundo muito amplo que é o mundo do esporte”. 

O anfitrião e responsável pela disciplina “Legislação Esportiva e Profissional, o professor doutor Paulo, agradeceu a presença de todos e ressaltou: “É um prazer receber os representantes maiores do desporto do estado para debater um pouco sobre os desafios do esporte para poder contribuir e fazer a articulação entre a gestão esportiva de Santa Catarina e a universidade”. 

 

    Autoridades esportivas e a turma de acadêmicos da Udesc                Foto: Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) 

 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) – (48) 3665 6126

Publicado em Jasti
Escrito por

Jasti de 2024: sinônimo de disposição, alegria e medalhas

A 15ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) chegou ao fim. E com motivos de sobra para celebrar a vitalidade, a experiência e a alegria dos  mais de 2600 atletas de 207 municípios participantes das 36 microrregiões catarinense. Apesar da chuva que caiu, a competição não chegou a ser prejudicada na sua totalidade. O que se viu, por parte do grande público que acompanhou as competições, foi muita alegria e disposição. Foram  disputadas  as modalidades de atletismo, beach tennis, bocha, canastra, dominó, truco, dança coreográfica, dança de salão, dança popular e voleibol adaptado. Apenas o bolão 23 foi realizado em Timbó, entre os dias 25 e 28 de abril. 

Segundo a avaliação do presidente da Fesporte, Freibergue Nascimento, o objetivo dos Jogos Abertos da Terceira Idade foi cumprido na sua totalidade. "A competição garantiu o seu papel que foi o de fazer com que os atletas participantes pudessem participar da vida ativa da sociedade. A Fesporte é responsável pela execução da política pública, sem limitar a faixa etária, e fazer com que todos possam resgatar a sua independência. E este foi o coroamento do trabalho de um ano de preparação e seleção desses incríveis atletas", concluiu.

RESULTADOS

Apesar das chuvas constates que caíram na cidade de Criciúma, a grande maioria das modalidades previstas foram concluídas. Apenas algumas provas de corrida não puderam ser realizadas como 400 metros rasos 60 a 69 - Feminino e Masculino; 400 metros rasos 70+ Feminino e Masculino; 1500 metros rasos 60 a 69 - Feminino e Masculino; e 1500 metros rasos 70+ Feminino e Masculino.

Os Jogos Abertos da Terceira Idade de Santa Catarina, nas etapas microrregional e estadual, são promoções do Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) e conta com a co-promoção das Prefeituras municipais, coordenados por uma CCO, das Associações Desportivas representantes das pessoas idosas e das entidades educacionais, esportivas e filantrópicas existentes no Estado.

 

 

Publicado em Jasti
Escrito por

Emoções e homenagem marcam abertura dos Jasti 2024

E na noite desta, quarta-feira, 1, aconteceu no ginásio municipal Walmir Antônio Orsi, a cerimônia de abertura da 15ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti). 

Mais de 2600 atletas, de 207 municípios das 36 microrregiões do estado, competem nas modalidades de atletismo, beach tennis, bocha, canastra, dominó, truco, dança coreográfica, dança de salão, dança popular e voleibol adaptado e bolão 23, realizado em Timbó. 

Freibergue Nascimento, presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em seu discurso, afirmou: “Estou muito feliz em participar deste momento. Agradeço à confiança do governador Jorginho Mello e o empenho de todos os envolvidos na organização da 15ª edição dos Jasti. Quero que as senhoras e os senhores sejam felizes. Esta é a grande missão dos Jogos Abertos da Terceira Idade. Sejam felizes, ativos e motivem a nova geração para a prática do esporte”. 

O investimento do Governo do Estado nos Jasti é de R$ 350 mil, repassados para o município sede, por meio da Fesporte. Participaram desde as etapas microrregionais mais de 5.000 atletas. 

Este evento é também um encontro de experiências e histórias de vida. É um momento para compartilhar risos, abraços e memórias, fortalecendo laços e construindo novas amizades, sendo promovido pelo governo estadual, por intermédio da Fesporte em parceria com a prefeitura municipal de Criciúma, oportunizando momentos para mostrar que a vida pode ser vivida com vigor em todas as etapas. 

Solidariedade aos nossos irmãos gaúchos

Em seu discurso, o presidente da Fesporte, Freibergue Nascimento, comovido com a situação trágica em que regiões do Rio Grande do Sul estão sendo acometidas pelas chuvas, prestou homenagem e pediu a um corneteiro do 28º GAC (Grupo de Artilharia de Campanha) para que executasse  o “Toque do Silêncio”, música esta que remete ao sentimento de respeito e solidariedade.  

          "Toque de silêncio" executado na cerimônia de abertura dos Jasti            Foto: Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte)

Tocha Olimpíca 

Um dos momentos mais esperados na cerimônia de abertura é o acendimento da pira olímpica. Na 15ª edição dos Jasti, carregaram a tocha olímpica os atletas, Pedro Antônio Rocha e Aires Mondardo. 

Há 43 anos, a bocha é o esporte favorito do aposentado, Pedro Antônio Rocha. Com títulos de campeão estadual, Pedro pratica corrida e caminhada. No ano de 2019, percorreu os 820 quilômetros do caminho de Santiago de Compostela. 

Aires Mondardo, 64 anos, frequenta o centro de Convivência da Terceira Idade e é campeão municipal e regional de bocha. É apaixonado por ciclismo e já andou mais de vinte mil quilômetros de bicicleta. 

 

Juramento do atleta

Margarida Maria Filomeno Nuerenberg, competidora nas modalidades de truco e canastra, em seis ocasiões nos Jasti, representou os atletas no momento do juramento do atleta. 

Texto - Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) - (48) 3665 6126

Publicado em Jasti
Escrito por

Dominó é destaque nos Jogos Abertos da Terceira Idade 2024

Na manhã desta quarta-feira, 1, na escola municipal Hercílio Amante, em Criciúma, 72 duplas iniciaram as disputas da medalha de ouro na modalidade de dominó masculino na 15 edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti).  No feminino, 60 duplas disputam o título. 

Um dos participantes é João Francisco Matte, 75 anos, de São José do Cedro. Ele começou a jogar dominó aos 12 anos, em sua passagem pelo seminário. Era muito comum segundo ele praticarem futebol e dominó. 

“Os Jasti são muito importantes. O engajamento das prefeituras em mandar os idosos para jogar em outros lugares é a melhor coisa”. 

E destacou: “O mais bonito disso tudo é a junção das pessoas. Muito boa a iniciativa do governo do estado em valorizar o esporte e os jogos da terceira idade”.

Participam desta edição dos Jasti, 2600 atletas de 207 municípios, nas modalidades de atletismo, beach tennis, bocha rafa vollo, dança coreográfica, dança de salão, dança popular, dominó, truco e vôlei adaptado. 

As disputas do bolão 23 aconteceram na semana passada em Timbó, com a equipe da casa sendo campeãs, tanto no masculino como no feminino. 

A 15ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) é promovida pelo Governo do Estado de Santa Catarina por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) em parceria com a prefeitura municipal de Criciúma e acontece entre os dias 1 e 4 de maio. 

Texto – Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) – (48) 3665 6126

 

 

Publicado em Geral
Escrito por

Fesporte movimenta o esporte catarinense

Com a variedade de eventos esportivos promovidos pelo Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), que irão agitar o Santa Catarina e prontos para celebrar o poder do esporte.

Jogos da Terceira Idade, Jogos Paradesportivos, Joguinhos Abertos, Olimpíada Estudantil, Jogos Universitários, Jogos Escolares, Campeonato Catarinense Escolar de Futebol e Jogos Abertos de Santa Catarina, são as principais competições do ano. 

Para o presidente da Fesporte, Freibergue Nascimento, a Fesporte realiza seu planejamento para que atletas, professores e dirigentes, possam se preparar da melhor forma e com segurança para as competições ao longo do ano. 

“Nosso objetivo com essa divulgação é que todos os catarinenses saibam o que a Fesporte está fazendo pelo nosso estado e pelas nossas famílias. E que desta forma, Santa Catarina tenha uma boa prática e novamente Santa Catarina se destacando no esporte num contexto nacional”, afirmou Freibergue. 

E a primeira etapa estadual, acontece nesta quarta, 1, em Criciúma com a abertura da 15ª edição dos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti). 

Acompanhe o calendário esportivo da Fesporte em 2024 e faça parte desta incrível jornada rumo a excelência esportiva junto com a união comunitária. 

Vamos juntos fazer deste ano um momento inesquecível para todos os amantes do esporte em Santa Catarina e do Brasil. 

 

Texto - Delamare de Oliveira Filho (Ascom/Fesporte) - (48) 3665 6126 

Pagina 3 de 422