O Presidente da Fesporte, Kelvin Soares, afastou-se do cargo nesta semana por motivo de saúde. Ele recupera-se de uma cirurgia na coluna vertebral que precisou ser realizada com urgência, nesta terça-feira, dia 1º. Não há previsão para o retorno dele ao comando da Fesporte. Marcelo Brigadeiro, Diretor técnico da Fesporte, assume a presidência da Fesporte durante o período em que o presidente Kelvin Soares estiver afastado. 

 

Choro, emoção e sinergia entre bailarinos e público foi à tônica vivenciada para quem foi assistir a etapa regional Centro-Oeste do Festival Escolar Dança Catarina, nos dias 28 e 29 em Campo Alegre. A competição, promovida pela Fesporte em parceria com a prefeitura local, reuniu 22 escolas oriundas de 19 municípios na praça do Calçadão da Cascatinha no centro do município e brindou o público com espetáculos de dança de qualidade divididos em nove categorias. Competiram as escolas classificadas na quinta, sétima, oitava, nona e 15ª mesorregiões do festival.

Somados os dois dias de competições, as escolas dos municípios Piratuba e Irineópolis, com dois troféus de campeão cada, foram as grandes destaques do festival. O presidente da Fesporte, Kelvin Soares, prestigiou o festival participando ativamente do cerimonial de premiação, assim como a prefeita do município Alice Bayerl Grosskopf.

 Os bailarinos de Irineópolis venceram com o Núcleo Escolar Presidente Adolfo Konder, com a coreografia “Dança dos Pescadores da região de Kaachubi”, na categoria dança popular infantil, e na dança de salão infantil com o casal Kauã Plugge e Naiara Ribeiro, do Grupo Escolar Zélia Milles. Já os piratubenses foram campeões com a Escola Estadual Carlos Chagas, com a coreografia “Gingado da Sanfona”, na categoria dança popular juvenil, e também na categoria dança de salão juvenil, com o casal João Pedro Sales e Vitória Molin.

Vitória ficou tão emocionada e nervosa com a conquista, que teve que ser amparada pela equipe médica que estava de plantão. Por fim, recuperada, disse que as duas medalhas de ouro conquistadas por ela foi algo inexplicável. “Eu chorei de emoção na hora de receber as medalhas. A dança é tudo pra mim desde criança e esse título vai ficar para sempre na minha história”, disse.

Cores, harmonia e diversidade cultural foram apresentadas ao público (Foto: Antonio Prado)

Alice Bayerl Grosskopf, prefeita de Campo Alegre, aprovou o evento. “Estou muito feliz com o Festival Escolar Dança Catarina em nosso município. “Foi uma surpresa positiva para nós, afinal a dança é alegria, é energia boa, é confraternização. E tudo isso nós vimos aqui neste festival”, destacou.

O presidente da Fesporte, Kelvin Soares, destacou a qualidade do festival. “Tivemos aqui em Campo Alegre apresentações fantásticas com um corpo de jurados qualificado. E assim terminamos a edição 2022 do Dança Catarina com grande êxito e proporcionando cidadania à crianças e adolescentes por intermédio da dança”.  

A etapa regional Centro-Oeste do Festival Escolar Dança Catarina, em Campo Alegre, foi a quarta e última etapa do festival. Antes já haviam sido realizadas as etapas regionais Oeste, em Xanxerê; a Leste-Norte, em Presidente Getúlio, e a etapa Regional Sul, em Lauro Múller.

 

Conheça as escolas campeãs 

Categoria Dança Popular Infantil

Núcleo Escolar Presidente Adolfo Konder (Ireneópolis) – Coreogafia: “Dança dos Pescadores da região de Kaachubi

Coreógrafa: Adriana Koman

 

Categoria Dança de Salão Infantil

Grupo Escolar Zélia Milles (Ireneópolis) – Bailarinos: Kauã Plugge e Naiara Ribeiro

Coreógrafa: Adriana Koman

 

Categoria Dança Livre Infantil

Colégio Marista Frei Rogério (Joaçaba) – Coreografia: “Cyber Punk”

Coreógrafo: Luiz Israel

 

Categoria Dança Popular Juvenil

EEB Carlos Chagas (Piratuba) – Coreografia: “Gingado da sanfona”

Coreógrafa: Andreia Rosana Raizer

 

Categoria Dança Urbana Juvenil

EEB Frei Rogério (Ponte Alta do Norte) – Coreografia: “Eles fazem por vocês”

Coreógrafo: Adrian Mainaroski

 

Categoria Dança de Salão Juvenil

EEB Carlos Chagas (Piratuba) – Bailarinos: João Pedro Sales e Vitória Molin

Coreógrafa: Andreia Rosana Raizer

 

Categoria Dança Livre Juvenil

EEM Valmir Omarques Nunes (Bom Retiro) – Coreografia: “Desbravadores dos sete mares”

Coreógrafos: Róbson da Cruz e Alice Seemann

 

 

 

Uma noite marcada por emoção e lindas coreografias. Assim foi a realização da etapa regional Leste-Norte do Festival Escolar Dança Catarina, no município de Presidente Getúlio, no sábado dia 22 no Ginásio Waldemiro Thomas Pereira (Pereirão).  No total foram 18 apresentações representadas por 16 escolas, oriundas das mesorregiões 11ª ,12ª , 13ª  e 14ª  do festival.

A grande vencedora do Festival foi a Escola Estadual Giovani Trentini, do município de Rio dos Cedros, que levou dois troféus de campeão e dois troféus como destaque da noite, além do troféu como bailarino destaque.

Os bailarinos foram campeões com as coreografias “Consumo e seus efeitos do lixo”, na categoria infantil urbana, e “Shiva Natajara”, na categoria juvenil livre. Nas duas coreografias receberam o troféu de destaque da noite.  O time campeão recebeu também o troféu de bailarino destaque, com Theo Ferreira. 

Alunos da Escola Estadual Giovani Trentini, de Rio dos  Cedros, comemoram o título. Foto  Antônio Prado

“Para mim é uma sensação muito especial ser campeão nesta noite porque eu participo do Dança Catarina desde os meus nove anos e agora eu faço parte como professor dessa escola.  Então é um orgulho muito grande ver essa geração  dar continuidade a um trabalho que começou bem antes e  ver que eles estão  crescendo, evoluindo no Dança Catarina junto comigo”, disse o coreógrafo da escola Giovani Trentini, Natan Vasselai.

Para a coordenadora do Festival Escolar Dança Catarina, Mapi Cravo, a etapa Regional Leste- Norte foi bastante positiva: “A noite foi muito linda com grandes apresentações. Depois de uma pandemia nos reinventamos. Isso é o resultado do trabalho da Fesporte. Trouxemos ao palco alegria e a oportunidade das crianças exercerem suas cidadanias por meio da dança. Por isso o Festival Escolar Dança Catarina é algo Fantástico”, disse. 

Outro que elogiou a noite foi o vice-prefeito de Presidente Getúlio José Adálcio Krieger. “Quero parabenizar a Fesporte pela realização deste lindo evento. Foi uma noite memorável. Nosso município está muito grato por esta competição muito bem organizada. Estaremos sempre à disposição da Fesporte para realizarmos parceria para a realização deste evento de dança escolar”. 

 

Conheça as escolas campeãs 1º lugar

Categoria Infantil Urbana

EM Giovani Trentini (Rio dos Cedros) – Coreografia: Consumo e seus efeitos do lixo”

Coreógrafo: Natan Vasselai

 

Categoria Infantil Popular

EM Plácido Xavier Vieira (Joinville) – Coreografia: “Frevo”

Coreógrafa: Letícia Viana 

 

Categoria Infantil Livre

CE Giácomo Zommer (Mirim Doce) – Coreografia:  “Vítimas da Guerra: um apelo em busca da paz!” 

Coreógrafa: Viviane Borghezan

 

Categoria Juvenil Livre

EEB Giovani Trentini (Rio dos Cedros) – Coreografia “Shiva Natajara”

Coreógrafo: Natan Vasselai

 

 

Categoria Infantil Salão

EM Tancredo Neves - Presidente Getúlio – Bailarinos: Jéssica Ferreira e Andyara Zimmerman

Coreógrafa: Mayara Odorizi

 

Categoria Juvenil Salão

EEB Professora Semíramis Bosco (Witmarsun) – Bailarinos: Raul Schulze e Ana Erika Berri

Coreógrafa: Andriele Welnecker

Foi  na manhã de quinta-feira, 23, que Poliana Souza da Silva, 13 anos, natural de Canelinha, apoiada pelo projeto Bolsa Atleta, se sagrou bicampeã brasileira de Taekwondo, categoria cadete 37 kg.

Santa Catarina fez dobradinha nesse pódio com Giulia Manoela Alves, natural de Tijucas, se tornando vice-campeã brasileira da categoria. 

No Supercampeonato Brasileiro de Taekwondo realizado na Arena Multiuso em São José que reúne até este domingo mais de 1.400 atletas de 26 estados brasileiros (apenas o Pará não mandou atletas para essa competição), Poliana venceu suas lutas e conquistou mais um título para sua carreira. 

Poliana representará o Brasil no Pan-Americano na Costa Rica e no Mundial na Bulgária, que acontecerão em julho. 

Para o seu técnico, que já a acompanha desde o mirim há seis anos, Vandeir Fugazza, ganhar o campeonato brasileiro é muito difícil e esse é especial, pois é o primeiro campeonato com regras oficiais novas, já preparando o Taekwondo brasileiro para as competições internacionais. 

Os pais Paulo Sérgio de Souza e Valdirene com a filha campeã Poliana (arquivo pessoal) 

Segundo Fugazza, Poliana é uma atleta muito focada. Para ele “ela é muito focada, muito disciplinada, controla a alimentação com horários regrados. Se dedica muito ao esporte, treina feito adulto. Agradecemos a Fesporte por apoiar ela e vários outros atletas”, destacou. 

Dois torcedores fervorosos estavam ansiosos na arquibancada do ginásio e vibravam a cada ponto. O casal Paulo Sérgio de Souza e Valdirene de Souza era só alegria após a conquista da filha. “Não sabemos ser pai de atleta. A gente fica muito emocionado, uma menina dessa sendo campeã brasileira é algo muito gratificante. Não há palavras para descrever esse momento”, falou o pai. 

Após o título, Poliana declarou que foi uma conquista marcada por muito treino e dedicação. “Gostaria de agradecer muito ao meu mestre Vandeir, a minha família e a todos que torceram por mim”.

O Taekwondo catarinense está sendo muito emergente e cresceu muito no âmbito nacional.  E equipe de Santa Catarina trouxe 157 atletas ficando em segundo lugar, sendo superada apenas por São Paulo com aproximadamente 220 atletas, explicou Allan Fábio Siqueira, presidente da Federação Catarinense de Taekwondo. 

 

A Fesporte celebrou acordo com a Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), garantindo a participação dos atletas catarinenses classificados nos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) em competição nacional que poderá levar ao mundial. A decisão vale para atletas com idades entre 12 a 14 anos. Os atletas que disputarão os Jesc 2022 e obtiverem destaque, terão vaga já no evento nacional deste ano.

A assinatura do termo foi realizada nesta quarta-feira, 22, durante o Campeonato Mundial de Vôlei de Desporto Escolar, em Foz do Iguaçu. O evento contou com a presença do presidente da CBDE, Antônio Hora Filho; do presidente Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), Laurent Petrynka; do governador de la Província de Misiones, na Argentina, Oscar Herrera Huad; do Presidente da Federação Catarinense de Desporto Escolar (FCDE), Antônio Paulo Fernandes Zytkuewisz; além de autoridades políticas, esportivas, acadêmicas,  técnicos e atletas. 

Antônio Paulo Fernandes Zytkuewisz, destacou a importância do ato, enfatizando que esse termo assinado ontem entre CBDE e Fesporte vem iniciar uma parceria e estreitando os laços entre a CBDE e o Governo do Estado de Santa Catarina. Isso só tem a trazer benefícios para o esporte escolar do estado e dá-se o primeiro passo para a assinatura do termo de cooperação técnica para as seletivas dos Jogos Escolares Brasileiro (JEB´S). “A FCDE fará uma parceria com a Fesporte para homologar os campeões dos Jesc para participarem dos JEB´s. Ficamos muito lisonjeados, tendo em vista que foi o primeiro termo de cooperação técnica assinado juntamente com o presidente da CBDE e o presidente da ISF. Um evento único, nunca acontecido com outro estado”. 

Estímulo aos atletas

Para Kelvin Soares, presidente da Fesporte, esta decisão irá servir de estímulo aos atletas que participam das fases estaduais promovidas pela Fesporte, valorizando ainda mais nossos eventos. “Está na essência do esporte estimular a competitividade e premiar os vencedores. Essa é uma grande conquista da Fesporte que vem construindo esta relação, apresentando o pleito com propriedade diante das entidades maiores do desporto escolar, nacional e internacional”, destacou. 

Segundo Josélia Teixeira, Gerente de Esporte Educacional da Fesporte, “nos alegra muito que essa parceria esteja sendo oficializada, pois é um grande passo para oportunizar as crianças a participação em eventos nacionais e internacionais e valorizar ainda mais o desporto escolar em Santa Catarina, um estado de referência no âmbito do esporte escolar”. 

Os principais eventos escolares do calendário da Fesporte desse ano são: os Jesc 12 a 14 anos (de 5 a 13 de agosto em Timbó); Jesc 15 a 17 anos  (8 a 24 de julho em Criciúma),  Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina – Parajesc (de 1 a 6 de julho em Blumenau), além da participação da delegação catarinense escolar gerenciada pela Fesporte nos Jogos Escolares Brasileiros (JEJ’s) 14 a 17 anos ( (2 a 17 de setembro em Aracaju/SE) e  Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s) 12 a 14 anos (31 de outubro a 15 de novembro no  Rio de Janeiro). 

 

As etapas regionais da 21ª edição da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) movimentaram, entre os dias 16 a 19, os municípios de Pinhalzinho, Fraiburgo, Joinville e Capivari de Baixo, sedes respectivamente das etapas Oeste, Centro Oeste, Leste-Norte e Sul. Títulos de basquete, vôlei, futsal e handebol estiveram em disputa por três vagas classificatórias para a etapa estadual da competição, que ocorre entre os dias 22 a 30 de julho em Curitibanos.

Entretanto, enquanto em algumas regionais os campeões das modalidades já foram definidos, em outras as disputas continuam abertas, já que entre os dias 24 a 26 de junho ainda haverá rodada para a definição dos vencedores.

Em Pinhalzinho, por exemplo, a briga será pelo titulo do basquete masculino e do voleibol masculino e feminino. Já em Fraiburgo o troféu de campeão será disputado no voleibol feminino. Timbó sediará o torneio de futsal masculino da regional Leste-Norte, enquanto as quadras de Brusque recebem o voleibol masculino e feminino. Criciúma  completa a programação sediando o torneio da etapa regional Sul do voleibol feminino e basquete masculino.

Enquanto a programação não se encerra, a briga pelo troféu de campeão geral de  cada regional continua bem disputada. 

Por enquanto Chapecó lidera a etapa regional Oeste com 18 pontos, com destaque para o título do futsal masculino. Depois vem empatados Concórdia e Palma Sola, com 13 pontos. Palma Sola conquistou o handebol feminino, enquanto que Concórdia o futsal feminino. O pódio vem depois  empatado com Itá e Nova Erichim, ambos com oito pontos, após serem vices respectivamente do futsal masculino e feminino. 

São José, campeão do handebol masculino, etapa regional Sul (Foto: divulgação)

Em Fraiburgo, sede da regional Centro-Oeste, não foi divulgado oficialmente o quadro parcial de pontos, mas extaoficialmente, Lages e Rio do Sul brigam pela ponta. Os lageanos venceram o futsal  e o voleibol, ambos no masculino, enquanto os riosulenses ergueram o troféu do basquete masculino e o futsal feminino. Caçador conquistou o handebol masculino e Joaçaba o feminino.

Na etapa regional Leste-Norte Joinville lidera com folga com 30 pontos,  com destaque para o título do futsal feminino. Itajaí vem em segundo, com 16, venceu o handebol masculino; e Brusque vem em seguida, com 13 pontos, após ser campeão do basquete masculino.

O município de São José lidera parcialmente a etapa regional Sul, com 43 pontos. Venceu o fusal e o handebol, ambos no masculino. Em segundo vem Florianópolis, com 31 pontos, sendo a principal conquista o handebol feminino. Tubarão vem logo em seguida, em terceiro lugar com  24 pontos, com destaque o título do futsal feminino.

A Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios sedes. 

 

Pagina 8 de 270