Quinto dia de competição da etapa estadual dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), em São José, e Blumenau passa a frente do time da casa no quadro geral de pontos. Agora os blumenauenses somam 134 pontos, contra 119 de São José. Em terceiro continua Itajaí, com 86 pontos.

Os títulos do basquete feminino e do jiu-jitsu masculino e feminino nesta quarta-feira contribuíram para Blumenau assumir a dianteira da competição.Além destes dois troféus o município do Vale do Itajaí conquistou o primeiro lugar do atletismo masculino. 

A computação dos pontos desta quinta-feira com a definição dos troféus do handebol masculino e o xadrez deve acirrar ainda mais a disputa pelo troféu de campeão geral dos Jasc.

Confira a tabela de pontos

1 – Blumenau: 134 pontos

2 – São José: 119 pontos

3-  Itajaí: 86 pontos

4 – Florianópolis: 80 pontos

5 – Chapecó: 62 pontos

6 – Joinville: 40 pontos

7 – Balneário Camboriú: 39 pontos

8 – tubarão: 35 pontos

9 – Timbó: 32 pontos

10 – Jaraguá do Sul: 28 pontos

 

Eis os campeões por modalidade

Blumenau

Campeão:

Atletismo masculino

Jiu-jitsu masculino

Ji-jitsu feminino

Basquete feminino

 

São José

Campeão:

Atletismo feminino

 Judô masculino

Judô feminino

Taekwondo masculino

Taekwondo feminino

 

Itajaí

Campeão:

Ginástica artística masculino

 Natação masculino

 Triatlon masculino

 

Florianópolis

Campeão:

Ginástica artística feminino

 Ginástica rítmica

 Remo masculino

Remo feminino

 

 Chapecó

Campeão:

Tiro ao prato

Tiro armas curtas

 

Joinville

Campeão:

Natação feminino

 

Balneário Camboriú

Campeão:

Triatlo feminino

Timbó

Campeão:

Bolão 16 masculino

 

Jaraguá do Sul

Campeão:

Tiro armas longas

 

Caçador

Campeão:

Bocha masculino

 

 

Cenários e uma diversidade de fatores, quer pelas circunstâncias ocasionadas pela pandemia, mas elaborada principalmente dada a necessidade de uma padronização baseada em prazos. É assim que está fundamentada a Resolução Nº 23/2021 editada pelo Conselho Estadual de Esporte (CED-SC) e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) no último dia 23. 

O documento regulamenta o processo de escolha dos municípios candidatos à sede das etapas estaduais das competições do calendário oficial da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte). A “cartilha”, contendo padronizações para cada situação ou competição específica, passa, preliminarmente pelo pedido do município por meio de ofício encaminhado à Fesporte no período de 1º de junho a 31 de julho de cada ano.

Junto com o ofício, o município candidato terá que apresentar o caderno de encargos devidamente preenchido, o plano de trabalho para a realização do evento, o quantitativo de vagas na rede hoteleira que atendam as especificações dispostas nas licitações atuais da Fesporte, bem como outros documentos que julgar importantes para o pleito. 

O município que se candidatar a sediar os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) terá, obrigatoriamente, que assim o fazer com dois anos de antecedência e comprometido a sediar os Jogos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) do ano seguinte. 

O Artigo 5º da Resolução, destaca que em 2021, devido a Pandemia, os eventos que ainda não tenham sede definida pelo CED-SC poderão ser requeridos pelos municípios à Fesporte até o dia 15 de dezembro de 2021 que terá prazo até o dia 15 de fevereiro  de 2022 para encaminhar os processos para análise e sua respectiva homologação.

“Atendendo a uma demanda e a excepcionalidade que vivenciamos, o CED trabalhou na resolução para oportunizar chances para todos, indistintamente”, comentou o presidente do CED-SC Renan Moresco Pirath. Ele lembrou que ficou evidenciado nos últimos meses um grande interesse dos municípios em sediar eventos da Fesporte, porém os pedidos chegaram de maneira informal.

Confira abaixo as demais orientações previstas na Resolução:

a) O ofício em questão terá que ser assinado pelo chefe do poder executivo do município ou pessoa delegada com poderes específicos.

b) Os documentos deverão ser encaminhados à Fesporte que, após vistoriar as condições de infraestrutura do município candidato, serão remetidos pela mesma ao CED-SC até o dia 1º de outubro de cada ano.

c) De posse do parecer da Fesporte, o CED-SC escolherá a cidade-sede preferencialmente durante a realização anual dos Jasc. 

d) Caberá à Fesporte instruir os processos com os documentos necessários para análise do CED-SC e juntar pareceres analítico e conclusivo sobre a situação das sedes, opinando pela aprovação ou reprovação. 

e) Na hipótese da inexistência de postulantes à sedes nos prazos estabelecidos na Resolução, caberá à Fesporte tomar medidas de forma a viabilizar as sedes. Após a definição, ela terá 15 dias para dar conhecimento ao CED-SC que convocará, preliminarmente a comissão específica e posteriormente seu colegiado para deliberar sobre sua homologação. 

f) Os prazos para a desistência dos municípios sedes de eventos serão de, no mínimo, 120 dias antes da data de abertura da etapa estadual da respectiva competição. Sobre a desistência do Parajasc, o prazo de desistência será de 120 dias antes da abertura da etapa Estadual dos Jasc do ano anterior.

Texto: Júlio Castro (CED)

Foi em grande estilo que o treinador João Camargo se despediu das competições de basquete feminino dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc): campeão da modalidade, por Blumenau. Onze vezes consecutivas, a última na noite desta quarta-feira, 24, no ginásio Nedir Macedo, em São José.
Venceu na final  Palhoça por 78 a 32. O banho de água que as jogadoras lhe proporcionaram no mo momento da entrevista lavaram as lágrimas de emoção do treinador, que agora parte para treinar a equipe do Sesi de Araraquara, São Paulo.
Com passagens como treinador por várias categorias da seleção Brasileira, quem foi ao ginásio pode vivenciar um momento histórico dos Jasc. A despedida de um dos grandes treinadores da história do dos Jogos Abertos de Santa Catarina. 40 anos de história na competição.
“É uma emoção muito grande. São 40 anos dedicados ao Basquete de Blumenau desde a minha vinda em  1981. Neste período conquistei muitos títulos como atleta dos Jasc e como treinador. A partir de 2002 comecei a trabalhar como treinador no feminino a convite do meu querido e mestre Álvaro Portugal e de 2003 até hoje conseguimos fazer todas as finas dos Jasc e hoje concluímos essa trajetória com onze títulos consecutivos . Isso é muito difícil.  Deve-se  ao desafio e ao comprometimento das atletas”, falou um emocionado Camargo.
Por fim concluiu:  “O choro é de muita gratidão às pessoas que me apoiaram para ser um treinador vitorioso. O basquete meu deu tudo: emprego, família, amigos e conheci muitos lugares por meio deste esporte”, concluiu.

Atletas da delegação de Santa Catarina viajaram nesta segunda-feira, 22, rumo a São Paulo para participar a partir desta terça-feira das Paralimpíadas Escolares. A competição, organizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), reunirá até o dia 26 cerca de 902 atletas de 25 unidades da federação – as exceções são Alagoas e Minas Gerais. O Centro de Treinamento Paralímpico será o local das competições.

Santa Catarina, que é atual vice-campeã, participa com uma delegação formada por 110 pessoas entre atletas,  treinadores e dirigentes competindo em nove modalidades:  atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, judô,  parabadminton, taekwondo, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e natação.

Em 2019, ultima edição da competição antes da pandemia, Santa Catarina conquistou 125 medalhas: 78 de ouro, 31 de prata e 16 de bronze.

“É a terceira vez que participo das Paralimpíadas Escolares. É uma competição muito importante, diferente e me sinto feliz em representar nosso Estado. Agradeço ao Governo do Estado e a Fesporte pela oportunidade, pois aqui ganhamos uniforme e passagem de avião”, enfatizou Gabriel de Oliveira, atleta de tênis de mesa de Criciúma.

Santa Catarina tem dois títulos das Paralimpíadas, o primeiro em 2007, quando a competição se chamava Paralímpicos do Futuro, e o segundo em 2014, já com a denominação atual.

Apesar de contar com apenas dois títulos na história da competição, Santa Catarina tem ficado, em geral, entre os três primeiros colocados, honrando o título de estado pioneiro na gestão do paradesporto. A delegação catarinense recebe todo o apoio do Governo do Estado, por intermédio da Fesporte.

“É um orgulho muito grande para o Governo de Santa Catarina poder enviar mais uma vez a nossa delegação para as Paralimpíadas Escolares. Acredito que mais uma vez seremos bem representados, pois é uma delegação extremamente significativa, formada por grandes atletas”, destacou o presidente da Fesporte, Kelvin Soares.

 

A Fesporte informa: em virtude da desistência do município sede, a Fesporte agiu celeremente e transferiu as modalidades coletivas de quadra (basquete, handebol, futsal e voleibol) e futebol da etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina para Criciúma.

O evento segue confirmado e será realizado entre os dias 2 e 5 de Dezembro de 2021.

 

Levando em consideração  modalidades encerradas como judô, natação,  remo e as ginásticas rítmica e artísticas, Florianópolis lidera parcialmente neste domingo, 21, o quadro geral de pontos da 60ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A Capital está em primeiro lugar com 56 pontos.

Veja como está o quadro parcial de pontos

1º Florianópolis – 56 pontos

2º São José – 52 pontos

3º Blumenau – 41 pontos

4º Itajaí – 24 pontos

5º Joinville – 23 pontos

6º Tubarão – 15 pontos

7º  Santo Amaro da Imperatriz – 10 pontos

8º Chapecó – 5 pontos

9º Indaial – 5 pontos

10º Videira – 5 pontos

Florianópolis, nesta contagem foi campeão no masculino e feminino do remo e da ginástica rítmica, além de vice na natação feminino.

São José foi o campeão no judô masculino e feminino e vice na natação feminina. Itajaí foi campeão no masculino da ginástica artística e da natação.

 

Pagina 3 de 281