×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 331

Publicado em Olesc
Escrito por

Coletivas chegam às semifinais

O quinto dia de competições dos Jogos da Juventude Catarinense terá quatro semifinais nas modalidades coletivas e definição de três troféus individuais. Como não houve encerramento de nenhuma modalidade, o quadro de pontuação permanece inalterado, com Joinville mantendo a liderança com 47 pontos e Blumenau em segundo com 29.

Nesta quarta-feira (2) o ciclismo realizou a prova do BMX, terceira da programação, com domínio total das equipes de Criciúma e Jaraguá do Sul, que colocaram dez atletas entre os doze primeiros. Os criciumenses conquistaram ouro, prata e bronze. Faltando apenas a prova de estrada, Criciúma está com a mão na taça, tamanha a diferença de pontos para os concorrentes, 75 a 15 de Jaraguá, Joinville e Itajaí.

O tênis, disputado nas quadras do Clube Baependi, termina nesta quinta-feira. Criciúma, no feminino, e Itajaí no masculino, campeãs das chaves dos vencedores, estão classificadas para as finais que serão disputadas a partir de 14 horas. Pela manhã os jogos da repescagem definirão as adversárias de Criciúma e Itajaí para a decisão. O xadrez também terá sua rodada final. Nas coletivas as semifinais acontecerão no basquete e no futsal masculino, e no handebol e voleibol feminino. 

 

 

Texto: Mario Madaglia

Publicado em Olesc
Escrito por

Tênis de mesa tem time de campeões brasileiros

Quem vê pela primeira vez Enzo Nakashima (Joinville), Luís dos Anjos (Joaçaba) e Larissa Correa (Joinville) sentados na arquibancada do ginásio da Escola Municipal Renato Pradi, em Jaraguá do Sul, em meio aos 152 atletas a espera da vez para jogar nos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) nem imagina que o trio tem em comum um talento nato para jogar tênis de mesa e muitos títulos brasileiros no currículo juntos.

Enzon  Nakashima  recentemente conquistou nada menos que quatro medalhas de ouro na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, em Londrina, para estudantes de 15 a 17 anos. O mesatenista faz parte de uma família com tradição no esporte. Seus pais, ex-atletas, se conheceram em um torneio de tênis de mesa. Casaram e tiveram três filhos que, logo cedo, se identificaram com o esporte. Todos acompanhavam os pais nos treinos. A irmã mais velha acabou não seguindo no esporte. Enzo já integrou seleções brasileiras de base e possui medalhas em outras edições de Jogos Escolares da Juventude.

Larissa, outra campeã brasileira: "Nem imagina em chegar neste nível em minha carreira” (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Só em 2015 Enzo já foi campeão brasileiro de inverno, no Rio de janeiro; campeão brasileiro de verão, na Bahia; campeão da Copa Brasil sub 15 e sub 18. “Esta Olesc está muito boa. O legal é que aqui ninguém respeita ninguém, todo mundo vai pra cima querendo vencer o campeão, diz o joinvilense.

Enzo faz parte dos craques que disputam a Olesc em Jaraguá do Sul assim como Luís dos Anjos, 16 anos, de Joaçaba. Luís tem no currículo títulos de peso como o Campeonato Latino- Americano infantil por equipe, campeão da Copa do Brasil, campeão brasileiro juvenil e infantil, além de campeão brasileiro escolar em duplas e equipe com o amigo Enzo.

Luís dos Anjos é natural do Distrito Federal e veio para Joaçaba em 2014 após ser convidado por um treinador catarinense para residir na cidade. “Aqui em Santa Catarina o nível técnico do tênis de mesa é um dos melhores do Brasil. Em Joaçaba é dez. A cidade tem uma infraestrutura para o tênis excelente e isso faz a diferença na hora do jogo”, constata.

Campeão latino-americano, Luís dos Anjos é natural do Distrito Federal e veio para Joaçaba em 2014: "aqui em Santa Catarina o nível técnico do tênis de mesa é um dos melhores do Brasil" (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Diferença também faz o tênis de mesa de Larissa Cristina, 16 anos, de Joinville. Ela já venceu três vezes a Olesc, duas vezes os Joguinhos Abertos de Santa Catarina  e foi campeã brasileira por equipe em 2013 e 2014. “Fico muito feliz em jogar tênis. Nem imagina em chegar neste nível em minha carreira”, finaliza.

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte em parceira com a Secretaria Estadual de Educação e prefeitura de Jaraguá do Sul.

Mais Informações

Antonio Prado

Mais Informações

(48) 8802 - 7148

Publicado em Olesc
Escrito por

Criciúma com a mão no troféu de campeão do ciclismo

Criciúma e Jaraguá do Sul dominaram o BMX, terceira prova da programação do ciclismo dos Jogos da Juventude Catarinense, disputada nesta quarta-feira (2) na pista do Parque Malwee. O pódio foi composto por um trio criciumense, o campeão Guilherme Ribeiro, Victor Hugo Kurtz, segundo colocado, e Vinicius Schmidt, o terceiro. Victor Pincegher e Lucca Hakenhaar, quarto e quinto colocados, respectivamente, são de Jaraguá. A superioridade destes dois municípios na prova foi tão grande que, entre os doze primeiros, dez são de Criciúma e Jaraguá.

Com este resultado, Criciúma pode comemorar o hexa campeonato: soma 75 pontos contra apenas 15 de Jaraguá, Joinville e Itajaí, conquista que será confirmada oficialmente nesta quinta-feira na prova de estrada, a última etapa do ciclismo. Apesar do sucesso nesta modalidade, Criciúma não vai levá-la aos Jogos Abertos em Joaçaba, por medida de economia, segundo os dirigentes daquela Fundação.

A prova começou com tomada de tempo individual dos 25 atletas inscritos, para a formação das baterias até à disputa final entre oito participantes, cinco de Criciúma e três de Jaraguá do Sul. A chuva forte que caiu no circuito a partir das quartas de final não prejudicou a prova, devido às boas condições da pista. O único incidente foi o travamento do “gate” na largada da primeira bateria da semifinal. Vários atletas caíram e um representante de Criciúma machucou o joelho, mas sem gravidade.

O medalha de ouro, Guilherme Ribeiro, 16 anos, já começou a mudar o rumo da sua vida no esporte. Segundo colocado na Olesc do ano passado, ele conseguiu evoluir rapidamente. Além do título em 2015, participou do Mundial da categoria na Bélgica, conquistando o sexto lugar. “Fiquei muito satisfeito com esta colocação entre 152 participantes” Como vai estourar a idade para Olesc, ano que vem quer disputar a elite na Federação Catarinense da modalidade. “ Depois quero ir para outro Mundial, agora na Colômbia”, disse com muita convicção. 

 

 

Texto: Mario Madaglia

Publicado em Olesc
Escrito por

Só 50% dos times repetem título de 2014 na Olesc

Normalmente, os campeões de uma competição em qualquer esporte em Santa Catarina começam a disputa seguinte com o status de favoritos ao título. Essa “tradição” também se aplica às diversas modalidades que são disputas nos Jogos da Juventude (Olesc), competição que envolve estudantes de 13 a 16 anos. Dos 27 troféus que estão em disputa na 15ª edição da Olesc, que começou no último dia 28 e prossegue até o dia 5, em Jaraguá do Sul, seis foram definidos até agora, entre equipes masculinas e femininas, com três municípios repetindo o título de 2014 na mesma modalidade e três novos campeões em relação ao ano passado.

Esse equilíbrio entre os que defendem o título e mantêm o troféu e entre os novos campeões por modalidade em relação à última edição da Olesc, se mostrou já no primeiro esporte que definiu os campeões de 2015, o atletismo. A modalidade foi disputada em Itajaí, uma semana antes do início oficial do torneio em Jaraguá do Sul. No masculino, Itajaí defendia o título, mas quem ergueu o troféu foi Joinville. E no feminino, a equipe de Joinville repetiu o título da edição passada e chegou ao quinto troféu consecutivo. Na modalidade de natação, ninguém conseguiu repetir o título de 2014 na Olesc.

No masculino, Indaial conquistou o título no ano passado e, neste ano, foi Joinville quem ergueu o troféu. E no feminino, Criciúma ganhou em 2014. Neste ano, a festa foi de Tubarão. A terceira modalidade que encerrou na 15ª Olesc foi a ginástica artística. Blumenau foi campeã em 2014, tanto no masculino quanto no feminino, e repetiu os dois títulos neste ano. E alguns campeões avançam rápido rumo a mais um título. É o caso do vôlei feminino. Saudades, que defende o título, venceu Pomerode por 3 x 1 nesta quarta-feira (2) e garantiu vaga na semifinal.

Embora ainda não tenham definido o campeão, pelo menos em mais duas modalidades o troféu também vai mudar de mãos. Na Olesc de 2014, o título do basquete feminino ficou com São Miguel do Oeste. E, neste ano, o time campeão perdeu os dois jogos por W.O. na fase estadual da competição (para Joinville e Campos Novos) e já está eliminado. E no futsal feminino, Pinhalzinho foi campeão em 2014 e neste ano desistiu da disputa. A 15ª Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

 Texto: Geraldo De Cesaro

 

 

Publicado em Olesc
Escrito por

TV Fesporte transmite futsal

TV Fesporte transmite nesta quarta-feira as quartas-de-final do torneio de futsal masculino nos Jogos da Juventude Catarinense (OLESC).

Clique aqui e assista

Direto da Arena Jaraguá, às 16h30: Criciúma X Itajaí. Logo em seguida, às 17h45: Concórdia X Blumenau.

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Nível técnico do xadrez da Olesc é um dos maiores do país

O xadrez que está sendo disputado nos Jogos da Juventude Catarinense, a Olesc, em Jaraguá do Sul tem um dos níveis técnicos mais alto do país. A opinião é de técnicos e jogadores que disputam o torneio. Disputam a competição 240 enxadristas, muito deles do nível de Gabriel de Borba, de Blumenau, 11 anos, campeão sul-americano sub-10; Davi Sulzbacher, de Florianópolis, campeão brasileiro sub-16 e Kathiê Librelatto, de Içara, campeã brasileira sub 10 e Ane Caroline, de Navegantes,16 anos vice-campeã mundial escolar.

“Santa Catarina está em um patamar top no xadrez brasileiro”, atesta o técnico de Florianópolis, Marcelo Pomar. “Só para exemplificar basta dizer que dos 11 atletas grandes mestres do Brasil, 10 estão federados em Santa Catarina”, complementa. E se depender da vontade do blumenauense Gabriel Borba, ele atinge esse patamar aos 16 anos. “É com essa idade que quero ser um grande mestre, o maior grau do xadrez”, diz.

Davi Sulzbacher, de Florianópolis, campeão brasileiro sub-16  em ação em Jaraguá do Sul (Foto: Antonio Prado)

O atleta de Blumenau, que começou a carreira aos quatro anos de idade ao ver o irmão jogar a modalidade, já tem em curto espaço de tempo o título de bicampeão sul-americano sub-8 e quatro  títulos de campeão brasileiro escolar.

Outro campeão brasileiro que disputa a Olesc em Jaraguá do Sul é Davi Sulzbacher, de Florianópolis. “Eu estou gostando deste nível técnico. Quanto mais difícil o torneio, melhor ele fica”, ensina o garoto, que acaba de participar do mundial da modalidade na Grécia. “Este torneio está num nível fortíssimo, bem disputado”, destaca Helen Larissa, 15 anos, de São Bento do Sul. Ela já ganhou duas medalhas de ouro na modalidade: uma na blitz e outra na categoria rápido.

Para mensurar o nível técnico elevado da modalidade basta dar uma verificada nos resultados:  Ane Caroline, 16 anos de Navegantes, vice campeã mundial escolar, perdeu seu primeiro jogo, assim como o campeão brasileiro Davi Sulzbacher, de Florianópolis. “Tem muita gente preparada aqui, por isso o torneio está tão difícil”, revela ela que tem na carreira cerca de 100 medalhas , 90% delas, segundo a enxadrista, de ouro.

 Ane Caroline, de Navegantes,16 anos vice-campeã mundial escolar: "nível técnico da Olesc é muito elevado" (Foto: Antonio Prado)

“Este aumento do nível técnico da Olesc é o resultado dos trabalhos dos treinadores que estão deixando seus jogadores mais bem preparados tecnicamente e isso é bom para a competição”, finaliza o campeão sul-americano Gabriel de Borba, de Blumenau.

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte em parceira com a Secretaria Estadual de Educação e prefeitura de Jaraguá do Sul.

Mais Informações

Antonio Prado

Mais Informações

(48) 8802 - 7148 

Publicado em Olesc
Escrito por

Joinville aumenta vantagem na liderança da Olesc

Com três dias de programação desenvolvidos, a 15ª edição dos Jogos da Juventude Catarinense está mostrando ao torcedor de Jaraguá do Sul a confirmação do favoritismo de Joinville, na liderança com 47 pontos. Atletismo, natação e ginástica artística são as modalidades já encerradas e com números contabilizados no quadro de pontuação. Blumenau é a segunda colocada, com 29 pontos, Criciúma a terceira com 25, e Itajaí a quarta com 15. Florianópolis e São Bento estão empatadas na quinta colocação com 14 pontos. Joinville lidera também o quadro de medalhas, com 16 de ouro, 20 de prata e 11 de bronze. Blumenau está em segundo, com 12 de ouro, 17 de prata e 17 de bronze. Tubarão no terceiro lugar tem 12 de ouro, nove de prata e sete de bronze.

A quarta-feira será mais um dia de pedaladas, com a disputa do BMX terceira prova da programação do ciclismo, marcada para o Parque Malwee. As modalidades coletivas definem seus classificados para a próxima fase, enquanto o tênis aponta seus finalistas nos dois naipes para a decisão de amanhã. O xadrez e o tênis de mesa estão nas rodadas finais. Os Jogos da Juventude, executados pela Fesporte, terminam no próximo sábado. 

Texto: Mário Meda

Publicado em Olesc
Escrito por

Criciúma abre ciclismo com duas vitórias

Criciúma começou com força total a competição do ciclismo confirmando o favoritismo para sair hexa campeã na modalidade nos Jogos da Juventude Catarinense em Jaraguá do Sul. Venceu as duas provas da terça-feira, início do programa, o “team realey”, revezamento misto, e o “cross country”. A disputa aconteceu no circuito de três mil e duzentos metros do Parque Malwee.  

O percurso de quatro voltas do “cross” foi diminuído em uma volta, por sugestão dos técnicos da Federação de Ciclismo, com concordância dos treinadores de oito das nove equipes participantes. Maninho, por Criciúma, aceitou a decisão, mesmo preferindo que a prova tivesse as quatro voltas previstas. A alegação da Federação foi que, em virtude das chuvas dos últimos dias, a pista estava muito pesada e não valia a pena correr riscos com a integridade física da meninada e com o tempo máximo para esta prova determinado pelo regulamento, que é de uma hora.

Na primeira volta os criciumenses Eduardo Vinicius e Crystian Fronza já passaram na frente e, no final, só houve a inversão de posições, com Fronza conquistando o primeiro lugar com o tempo de 49min29s. Eduardo fez 49min42s. Vinicius Baum, de Joinville, foi o terceiro colocado, com 50min30s. Eliel Faro, também de Criciúma, poderia ter chegado em boa posição, se não tivesse rebentado a correia da sua bicicleta.

O revezamento misto foi disputado apenas pela vencedora Criciúma, e por Itajaí. A pouca adesão à modalidade, que ano passado teve cinco equipes, foi lamentada pelos treinadores e por atletas. É o terceiro ano desta prova nos Jogos da Juventude, nesta edição vencida por Criciúma com Vitória Claudine, que fechou o percurso recebendo a bandeirada, Izabel Pickler, Wolfgang Hipólito e Eliel Faro, o azarado do “cross country”. A segunda prova do programa será o BMX, marcado para esta quarta-feira, 15 horas, em um circuito especial construído dentro do Parque Malwee.

 

Texto: Mario Medaglia

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Blumenauenses dominam a ginástica artística

Terminada a ginástica artística dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) nesta terça-feira (1) em Jaraguá do Sul e a cena se repetiu como em 2014: Blumenau campeã no feminino. Já são oito títulos consecutivos. De quebra os blumenauenses conquistaram o bicampeonato no masculino.  O principal nome do time campeão foi Douglas Silva com duas medalhas de ouro: uma no aparelho solo e outra no salto. Entre as mulheres o papel coube a Camilly Silva, prata no salto e na trave. 

Na classificação geral, no masculino, Blumenau fechou a participação no torneio com 240, 375 pontos, com Itajaí em segundo, com 219,350, em terceiro São Bento do Sul com 185,768 pontos.

No feminino Blumenau foi campeão com 160,005 pontos, seguido de Criciúma, em segundo com 155,219 e Florianópolis, em terceiro lugar com 135,821 pontos.

Robert, de Itajaí e Sabrina, de Criciúma, são destaques

Robert Willian Ribeiro, de Itajaí, conquistou cinco medalhas de ouro (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Apesar de Blumenau sair como grande campeã da competição coube a dois atletas não blumenauenses a glória de terminarem o torneio como melhores ginastas da Olesc 2015:  Robert Willian Ribeiro, de Itajaí, 13 anos, e Sabrina Loureiro Elias, de Criciúma, 12. Os dois já haviam repetido o feito durante os Joguinhos Abertos de Santa Catarina no mês de agosto em Itajaí.

Robert conquistou cinco medalhas de ouro: individual geral, salto sobre o cavalo, paralelas, argolas e barras fixas. Sabrina foi ouro em quatro aparelhos: individual geral salto, paralelas e trave. 

 Sabrina Loureiro Elias, de Criciúma, foi ouro em quatro aparelhos (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Robert começou a carreira aos oito anos de idade  logo depois de participar do show “Sonho de Cowboy” no Parque Beto Carrero World, em Penha, na qual se apresentava o próprio Beto Carrero quando criança.

Este ano o garoto integrou a Seleção Brasileira infantil em que foi campeão sul-americano por equipe em julho em Rosário, na Argentina. “É muito bom ser campeão da Olesc e sair como melhor atleta do Estado. Isso é resultado de muito treinamento”, disse com as medalhas de ouro no peito.

A campeã Sabrina participou da competição no sacrifício, pois machucou o peito do pé direito nos treinamentos antes de viajar para a Olesc. “Senti muita dor, mas o sacrifício valeu a pena”, disse ela.

Robert e Sabrina exibem com orgulho as medalhas conquistadas (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

Sabrina começou na ginástica aos sete anos de idade por intermédio da mãe. “Eu era muito agitada e minha mãe me colocou na ginástica para eu melhorar. Gostei e não parei mais”, diz a ginasta que no currículo tem como uma dos principais títulos o de campeã da Copa de Ginástica Artística em Julho, no Chile, e também de campeã catarinense infantil no individual geral deste ano.

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a Prefeitura de Jaraguá do Sul.

Mais Informações

Antonio Prado 

(48) 8802 - 7148  

Publicado em Olesc
Escrito por

Modalidades coletivas entram na fase decisiva na Olesc

As quatro modalidades coletivas que integram a programação da 15ª edição dos Jogos da Juventude (Olesc) – basquete, futsal, handebol e vôlei - têm jogos decisivos nesta quarta-feira (2), tanto no masculino quanto no feminino. As partidas definem os últimos classificados para a fase eliminatória ou as vagas para a semifinal da competição, que começou no último sábado (28) e prossegue até o dia 5.

O basquete masculino está sendo disputado por 13 equipes, divididas em quatro chaves (três com três times e uma com quatro). Já estão definidas as vagas. Os dois primeiros de cada grupo se classificaram para a fase eliminatória, que será disputada nesta quarta-feira. Nesta terça-feira (1º), o time da casa se classificou ao vencer Criciúma por 80 x 29. Com a derrota, Criciúma foi eliminado. O Joinville é o atual campeão. No feminino, são 12 equipes em quatro grupos (dois com quatro e dois com três municípios). Cada chave classifica dois para a fase eliminatória. Nesta quarta-feira será realizada a última rodada da fase de classificação. São Miguel do Oeste foi o último campeão.

No futsal masculino são 16 equipes, divididas em quatro chaves. Já foram definidos os classificados. Os dois primeiros de cada grupo passaram para a fase eliminatória, que será disputada nesta quarta-feira. Jaraguá do Sul é o atual campeão. No futsal feminino também são 16 equipes, em quatro grupos. Cada chave classifica dois à etapa eliminatória. Nesta quarta-feira tem a última rodada da fase de classificação. Pinhalzinho é o atual campeão, mas desistiu de disputar a Olesc.

O handebol masculino está sendo disputado por 16 municípios, igualmente divididos em quatro chaves. Cada grupo classifica dois para a fase eliminatória. Nesta quarta-feira será realizada a última rodada da fase de classificação. São Bento do Sul foi o último campeão. No feminino também são 16 times, com quatro chaves. Os dois primeiros de cada grupo se classificaram à fase eliminatória, que será disputada nesta quarta-feira. Quem está defendendo o título é Balneário Camboriú.

E no vôlei masculino são 16 equipes, divididas em quatro chaves. Nesta quarta-feira tem a última rodada da fase de classificação. Em cada grupo passam dois municípios para a fase eliminatória. Concórdia foi o último campeão. No vôlei feminino também são 16 participantes, divididos em quatro chaves. Os dois primeiros de cada grupo se classificaram à etapa eliminatória, a ser disputada nesta quarta-feira. Saudades ganhou o último título, na Olesc de 2014, em Criciúma.

A 15ª edição da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

 

Texto: Geraldo De Cesaro

 

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Futsal de Videira aposta no futuro

Formar atletas na base para disputar competições desde cedo e preparar os atletas para o futuro é o lema do trabalho da equipe de futsal de Videira, no Meio-Oeste. O resultado prático é que o município tem a equipe com menor média de idade entre as 16 que estão em Jaraguá do Sul disputando a etapa estadual da 15ª edição dos Jogos da Juventude (Olesc) até sábado (5). A competição é destinada a atletas de 13 a 16 anos. O grupo de Videira tem média de 15 anos e 4 meses. Itajaí tem a equipe com maior média: 16 anos e 5 meses, mais de um ano de diferença.

“O objetivo principal é trabalhar na formação de atletas da nossa cidade. Um projeto que começou em janeiro do ano passado e já rende frutos”, destacou o técnico Betinho. Nesta Olesc, oito jogadores formados em Videira defendem outras equipes depois de receberem propostas financeiras e mudarem de cidade. “São atletas que se destacaram e chamaram a atenção pelo futebol que estão jogando”, reforça. Este é o segundo ano que o atual grupo disputa a Olesc. Na edição passada, a equipe foi eliminada na primeira fase da etapa estadual.

Para disputar o futsal masculino na Olesc, Videira contou com 12 atletas: Pedro, Leonardo, Arthur, Alan, Patrick, Vinícius, Wellington, Jonathan, Valdir, Lucas, Carlos e Matheus. “Esses garotos já disputaram o Estadual, neste ano, e ainda podem jogar mais uma ou duas edições da Olesc”, comemora. “A desvantagem é que, na parte física e na experiência, a gente ainda não consegue se equiparar aos adversários. Isso conta muito em quadra”, lamenta.

E o preço que Videira está pagando por ter a equipe mais jovem e com pouca experiência é a eliminação precoce na fase estadual da competição. No jogo de estreia, perdeu para Concórdia, por 1 x 0; na segunda rodada, foi derrotada por Camboriú, por 3 x 1; e nesta segunda-feira (1º), empatou com Pinhalzinho em 2 x 2, encerrando sua participação. No futsal masculino da Olesc são 16 equipes, divididas em quatro chaves. Só os dois primeiros passam de fase. A 15ª Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

 

Confira a média de idade

Videira – 15 anos e 4 meses

Jaraguá do Sul – 15 anos e 8 meses

São José – 15 anos e 8 meses

Caçador – 15 anos e 9 meses

Florianópolis – 15 anos e 9 meses

Blumenau – 15 anos e 11 meses

Pinhalzinho – 15 anos e 11 meses

Quilombo – 16 anos

Concórdia – 16 anos e 1 mês

Joinville – 16 anos e 2 meses

Camboriú – 16 anos e 3 meses

Criciúma – 16 anos e 3 meses

Luiz Alves – 16 anos e 3 meses

Chapecó – 16 anos e 4 meses

Rio do Sul – 16 anos e 4 meses

Itajaí – 16 anos e 5 meses

 

Texto: Geraldo De Cesaro

 

 

Publicado em Olesc
Escrito por

TV Fesporte Transmite Volei

A TV Fesporte transite hoje, a partir das 15h30, o voleibol feminino. Direto do ginásio da Marisol: Pilhalzinho X Forquilhinha às 15h30 e Jaraguá do Sul X Presidente Getúlio (17h00) no feminino.
No masculino, às 18h30,jogam Maravilha X Jaraguá do Sul. 
Acompanhe ao vivo em www.cifesc.com.br
Pagina 19 de 29