×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 331

Publicado em Olesc
Escrito por

Concórdia e Joaçaba sediarão Olesc e Jesc 15 a 17 anos

A viagem do presidente da Fesporte Osvaldo Juncklaus a Concórdia e Joaçaba nesta sexta-feira (11) serviram para definir sedes estaduais de dois eventos importantes no calendário esportivo da Fesporte: A Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e os Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) na faixa etária de 15 a 17 anos.

O primeiro encontro do presidente da Fesporte foi com a comitiva do prefeito João Girardi, de Concórdia. Após conversa ambos concordaram em realizar a etapa estadual da Olesc no município no período de 22 a 29 de outubro, conforme o cronograma do calendário da Fesporte. Na reunião também estiveram o vice-prefeito Neuri Antônio Santhier, a secretária de educação  Samira Furlan, além  dos vereadores Evandro Pegoraro e Arlan Guliani e também Dárcio de Saules, da Gerência de Rendimento da Fesporte.

Detalhe da reunião em Concórdia, que será sede da Olesc (Foto: Ana Cristina Zandavalle)

Depois Osvaldo Juncklaus se dirigiu até Joaçaba, onde se reuniu com o diretor de esportes da Fundação Municipal de Esporte (FME) Anderson Andres e Mirian Dolzan, coordenadora de eventos. No encontro ficou decidido que Joaçaba será sede da etapa estadual dos Jesc 15 a 17 anos no período de 8 a 11 de setembro.

“Saio desta viagem bastante satisfeito, pois Concórdia e Joaçaba são dois grandes municípios acostumados a realizar eventos esportivos de sucesso. Os Jasc foram positivos em Joaçaba no ano passado e Concórdia sempre obteve êxito quando realizou parceria com a Fesporte no gerenciamento de eventos. Por isso estou feliz e tranquilo quanto a uma realização de sucesso da Olesc e dos Jesc”, finaliza Juncklaus. 

Texto: Antonio Prado

(48) 9696-3045

 

Publicado em Olesc
Escrito por

São Carlos será sede da etapa regional da Olesc

O presidente da Fesporte, Osvaldo Juncklaus teve reunião, na tarde de quinta-feira, (3/3) com o  prefeito de São Carlos Cleomar Weber Kumn, com o secretário de agricultura Gelson Dupont,  e com o diretor municipal de esportes Stefan Jean Cristiano.

A reunião foi para tratar da etapa regional da Olesc que  acontecerá em São Carlos, no período de 23 a 27 de setembro deste ano.  

Não será a primeira vez que a cidade de São Carlos será sede de um evento esportivo, pois já sediou os Joguinhos, Moleque Bom de Bola e etapa regional da Olesc. “É bom para Fesporte que São Carlos retorne para o circuito de cidades sedes dos eventos esportivos.” Afirmou o presidente.

Estavam presentes na reunião o diretor de esportes da Fesporte Luciano Heck e técnico Darcio de Saules.

 

Texto: Ana Cristina

(48) 88027742

Publicado em Olesc
Escrito por

Criciúma ganha título inédito no basquete feminino

O título do basquete feminino da 15ª edição da Olesc também foi decidido neste sábado (5), no ginásio Arthur Müller, em Jaraguá do Sul. Itajaí fez a final com o Criciúma, que conquistou um título inédito na história da Olesc. Itajaí só havia disputado a final uma vez, em 2005, quando ficou com a medalha de prata na decisão com Florianópolis. E o Criciúma, na primeira vez que disputou uma decisão no basquete feminino ergueu o troféu de campeão, com a vitória por 56 x 50.

Nessa modalidade, Jaraguá do Sul é o maior campeão da história da Olesc, com cinco títulos.

Quem defendia o título da modalidade na Olesc era a equipe de São Miguel do Oeste, que foi eliminada ainda na primeira fase. Na preliminar, Jaraguá do Sul venceu Balneário Piçarras na disputa do 3º lugar, por 37 x 35, e ficou com a medalha de bronze.

Depois da decisão no basquete e com o ginásio Arthur Müller em festa, foi realizada a cerimônia de encerramento da 15ª edição da Olesc, evento que reuniu mais de 3 mil atletas de 75 municípios de todo o Estado. A 15ª edição da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

Jaraguá do Sul comemora o título no vôlei masculino

Das modalidades coletivas decididas neste sábado, na Olesc, o time da casa só esteve presente na final do vôlei masculino e conquistou o título com certa facilidade: 3 x 1. O adversário de Jaraguá do Sul foi Concórdia e a partida foi disputada no ginásio de esportes da Marisol. O time casa perdeu o primeiro set por 26/28, mas reagiu e virou para 3 x 1, com parciais de 25/13; 25/22 e 25/21. Na preliminar, Itajaí e Rio do Sul decidiram o 3º lugar e a medalha de bronze ficou com Rio do Sul, que venceu por 3 x 1.

Desde que começou a Olesc, em 2001, Jaraguá do Sul havia conquistado um título, em 2012, em Criciúma, quando ganhou a final contra Itajaí; e três vezes ficou com o vice-campeonato, em 2007, em Rio do Sul; em 2010, nos jogos de Tubarão; e em Criciúma, na edição de 2014. Já a equipe de Concórdia só esteve na final em 2014, quando foi campeão ao derrotar Jaraguá do Sul, no evento realizado em Criciúma. O time do Oeste defendia o título, mas Jaraguá do Sul aproveitou o fator casa e conquistou seu segundo título da modalidade na Olesc.

Na história a Olesc, Blumenau é o maior campeão do vôlei masculino, com quatro títulos em 14 edições disputadas, já que em 2009 a Olesc teve que ser suspensa.

No judô, Florianópolis ganha seu único troféu

                             

O último dia de disputas marcou a definição dos dois troféus no judô da 15ª edição da Olesc. As disputas foram realizadas durante dois dias, no ginásio do Sesi. Os campeões foram Itajaí, no masculino, com Joinville em 2º e Joaçaba em 3º, completando o pódio; e Florianópolis, no feminino, com Joaçaba chegando ao vice-campeonato e Blumenau ficando com o 3º lugar.

No judô feminino foi o único troféu conquistado pela Capital nesta competição. No masculino participaram 17 municípios, e, no feminino, as disputas tiveram representantes de 15 delegações.

Joinville confirma título, com Criciúma em 2º e Blumenau em 3º

A 15ª edição dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) terminou neste sábado, em Jaraguá do Sul, com Joinville confirmando seu sétimo título de campeão geral, com 153 pontos; o vice-campeão foi Criciúma, com 113; 3º Blumenau, com 102; 4º Itajaí, com 78; 5º Jaraguá do Sul, com 57; e em 6º, Florianópolis, com 48 pontos.

Dos 26 troféus que estavam em disputa em 14 modalidades, entre os naipes masculino e feminino, Joinville ganhou sete (atletismo masculino e feminino, futsal masculino, ginástica rítmica, karatê masculino, natação masculina e tênis de mesa feminino); Blumenau ganhou cinco: (ginástica artística masculina e feminina, karatê feminino, vôlei feminino e xadrez masculino); Criciúma foi campeão em quatro (basquete feminino, ciclismo masculino, futsal feminino e tênis feminino); Itajaí dois (judô masculino e tênis masculino); Jaraguá do Sul dois (basquete masculino e vôlei feminino); Caçador um (handebol masculino); Balneário Camboriú um (handebol feminino); Florianópolis um (judô feminino); Tubarão um (natação feminina); Joaçaba um (tênis de mesa masculino); e São Bento do Sul um (xadrez feminino).

 

 

Texto: Geraldo De Cesaro

Publicado em Olesc
Escrito por

Disputa do conjunto dá o título de Joinville na ginástica

As meninas do conjunto de Joinville entraram no tablado do ginásio da Arsepum, em Jaraguá do Sul, neste sábado (5) para a ultima apresentação do município com uma missão espinhosa: Teriam que tirar dez para garantir o título de campeã geral da ginástica rítmica da 15ª edição dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc). Caso contrário, Criciúma, que liderava, seria a campeã. Os primeiros movimentos foram angustiantes para a técnica joinvilense Letícia Maria Visbeck, que colocava as mãos na cabeça, apertava uma toalha, franzia a testa e respirava ofegante.

Logo após a apresentação o alivio: a equipe tirou 10. Vieram a seguir gritos, choro, abraços, enfim, emoção, muita emoção. A vitória de Joinville na ginástica como campeã geral parecia um daqueles jogos de futebol dramáticos em que tudo parecia perdido e o time conseguiu virar no último minuto da partida.

“Foi difícil. Muito difícil. Fechamos a primeira parte do primeiro dia de competição em quinto lugar. As meninas não competiram bem. Já parte na parte da tarde elas mudaram, já começaram a competir melhor e pulamos para o segundo lugar. Aí na última série, no conjunto cinco bolas, na ultima nota do último dia conseguimos pular para o primeiro. Ufa, conseguimos”, dizia emocionada a técnica campeã Letícia Maria.

No cômputo geral Joinville fechou em primeiro lugar da ginástica rítmica com  55,459 pontos; Criciúma, em segundo, com 54,375 e Florianópolis  fechou em terceiro lugar geral com 52,608 pontos.

Nicole Napoli Herkenhoff, de Joinville, foi a melhor ginasta da competição sendo ouro no individual geral e no conjunto 5 bolas. “Fico muito feliz com essa vitória do nosso município, principalmente porque erramos bastante no inicio da disputa e no final acertamos toda a nossa série. Isso é gratificante”, disse a ginasta de 12 anos.

Mais Informações

Antonio Prado

(48) 8802 - 7148

 

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Criciúma é campeã no futsal feminino na prorrogação

O último dia da 15ª edição dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) foi marcado por decisões e muita emoção em Jaraguá do Sul, embora Joinville tenha confirmado, ainda na sexta-feira (4), o seu sétimo título de campeão geral da competição, que é disputada por alunos de 13 a 16 anos de todo o Estado. Mas sete troféus ainda estavam em disputa, por modalidades, quatro de esportes coletivos.

Uma dessas modalidades foi o futsal feminino. Criciúma e Brusque decidiram o título no ginásio de esportes Duas Rodas AR. Depois do empate em 1 x 1 no tempo normal, o Criciúma confirmou o título ao marcar dois gols na prorrogação e fechar o jogo com vitória por 3 x 1. Na preliminar, Chapecó derrotou Caçador por 3 x 2 e ficou com a medalha de bronze.

Criciúma começou melhor e foi para o ataque em busca do gol, embora sem muita organização. Brusque procurava se defender e usar o contra-ataque. Embora sem criar muitas oportunidades, Criciúma pressionava e abriu o placar aos 16 minutos de jogo, com gol de Laura.

No segundo período, Brusque partiu para o ataque, mas parava na forte marcação de Criciúma, que defendia o placar a todo custo. A grande oportunidade surgiu aos 7 minutos, mas a goleira de Criciúma, Kemelli, fez grande defesa. No contra-ataque, Laura acertou a trave. O castigo veio em seguida, quando Inara empatou em 1 x 1, com um chute cruzado, aos 9 minutos do segundo período.

Depois de levar o gol, Criciúma decidiu atacar e quem apareceu foi a goleira Talita, que fez duas grandes defesas, uma delas faltando 52 segundos para encerrar o tempo, e segurou o empate em 1 x 1 no placar. A decisão foi para a prorrogação, de dois períodos de cinco minutos cada.

A técnico de Criciúma, Sabrina Cassol, decidiu soltar o time na prorrogação. Logo a 1 minuto e meio, Criciúma construiu a vantagem, com novo gol de Laura, o destaque da decisão. E faltando menos de dois minutos para o final do jogo, Paloma fez o terceiro gol e garantiu a vitória e o título de Criciúma. “Na prorrogação, decidimos apostar tudo no ataque. Poderíamos ter liquidado o jogo no tempo normal, mas concluímos pouco”, admitiu Sabrina, enquanto comemorava o título com as atletas no centro da quadra.

Antes da decisão deste sábado (5), Criciúma só tinha disputado a final uma vez no futsal feminino da Olesc. Foi em 2006, quando venceu Joinville e ficou com o título. Naquele ano também a competição foi realizada em Jaraguá do Sul. Já Brusque fez sua primeira final em 2008, em Criciúma, quando conquistou o título ao derrotar Itajaí. Em 2013, Brusque disputou a decisão novamente, mas perdeu o troféu para Caçador.

Na história da Olesc, Chapecó é o município que mais ganhou o futsal feminino, com três troféus. E o campeão de 2014 foi a equipe de Pinhalzinho, que neste ano desistiu de competir na etapa estadual. A 15ª edição da Olesc, que envolveu mais de 3.000 atletas de 75 municípios, é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

Texto: Geraldo De Cesaro

Publicado em Olesc
Escrito por

Caçador ganha título inédito no handebol masculino

O último dia de disputas da 15ª edição dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc), em Jaraguá do Sul, definiu o novo campeão no handebol masculino, já que o vencedor de 2014 foi São Bento do Sul, e a decisão do título, neste sábado (5), foi entre Itajaí e Caçador. E Caçador surpreendeu e ganhou o troféu da modalidade.

Em um jogo emocionante do começo ao fim, Caçador venceu Itajaí no detalhe: 27 x 26. Itajaí já era o maior campeão da história da Olesc, no handebol masculino, com cinco títulos, antes da decisão deste sábado, e quatro vice-campeonato. Agora são cinco vezes como vice-campeão. E Caçador, que tinha sido vice-campeão nas duas vezes em que disputara a final, desta vez quebrou o tabu e conquistou um título inédito no handebol masculino da Olesc.

A decisão foi disputada na Arena Jaraguá. E, na preliminar, São Bento do Sul e Jaraguá do Sul decidiram a medalha de bronze. O time casa levou a melhor e venceu por 22 x 19, também em jogo equilibrado.

A Olesc é disputada por atletas escolares de 13 a 16 anos. A 15ª edição, que envolveu mais de 3.000 atletas de 75 municípios, é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

 

Texto: Geraldo De Cesaro

Publicado em Olesc
Escrito por

De virada, Joinville é campeão no futsal

Joinville e Criciúma chegaram a final do futsal masculino dos Jogos Escolares da Juventude (Olesc) na noite deste sábado (4), em Jaraguá do Sul em condições de igualdade, afinal cada time tinha quatro vitórias e um empate. Mas foi só começar a partida e Igor fazer 1 x 0  logo no primeiro minuto da partida para o jogo ficar pró-joinvilenses.

Passados cinco minutos do gol o confronto ficou novamente equilibrado. Parecia uma partida de xadrez com muito toque de bola e pouca objetividade.

Na segunda etapa os dois times entraram com mais determinação, mas a partida continuava equilibrada até que um lance aos quatro minutos mudaria o confronto. O goleiro Luis Henrique, de Criciúma, falhou aceitando um gol bobo em um chute despretensioso de Matheus 1 a 1. O lance mexeu com a cabeça dos joinvilenses que deram espaço ao adversário.

A partir daí Criciúma cresceu no jogo e ampliou para 2 a 1 com Marcos e 3 a 1 com Fábio. Logo após o gol o técnico joinvilense Daniel trocou o goleiro Fagundes, que estava nervoso, por  Eric. O time cresceu e empatou em 3 a 3 com gols de Igor e Cristian.

A partida foi para prorrogação e os dois times procuram o gol, mas ele só veio no fim com Vinícius, para delírio da pequena, mas barulhenta torcida que esteve na Arena Jaraguá. Final Joinville 4 a 3 e campeão do futsal da 15ª Olesc.

“A nossa vitória foi dramática, dolorida, o time se superou. Acho que vitórias assim servem para esta garotada amadurecer”, disse o treinador campeão, Daniel.

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte em parceira com a Secretaria Estadual de Educação e prefeitura de Jaraguá do Sul.

Mais Informações - Antonio Prado - (48) 8802 - 7148

 

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Joinville é campeão geral da Olesc em Jaraguá do Sul

A 15ª edição dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) chega ao último dia de disputas, em Jaraguá do Sul, com Joinville já campeão geral pela 7ª vez. Joinville está na liderança com 128 pontos; Blumenau em 2º, com 93; Criciúma é 3º, com 79; Jaraguá do Sul em 4º, com 47; o 5º é Itajaí, com 46; e São Bento do Sul está em 6º, com 33 pontos. Como Blumenau não está na disputa das modalidades coletivas, não tem mais como alcançar Joinville na pontuação geral. E nem Criciúma, apesar do município do Sul do Estado ainda estar em duas decisões. A vitória de Joinville sobre Criciúma, por 4 x 3, na final do futsal masculino, na noite desta sexta-feira, consolidou o título para Joinville.

Dos 27 troféus que estavam em disputa em 14 modalidades, entre os naipes masculino e feminino, sete serão definidos neste sábado. Falta conhecer o campeão no basquete feminino, no futsal feminino, na ginástica rítmica, no handebol masculino, no judô masculino e feminino e no vôlei masculino.

Nas modalidades coletivas, o basquete feminino será decidido entre Itajaí e Criciúma, a partir das 12h, no ginásio Arthur Müller, local da cerimônia de encerramento da 15ª Olesc; Criciúma e Brusque fazem a final do futsal feminino, a partir das 10h15min, no ginásio de esportes Duas Rodas AR; também a partir das 10h15, Itajaí e Caçador decidem o título no handebol masculino, na Arena Jaraguá; e a decisão no vôlei masculino será entre Jaraguá do Sul e Concórdia, a partir das 10h, no ginásio de esportes da Marisol.

Nessa sexta-feira (4) foram definidos mais oito campeões: no basquete masculino (Jaraguá do Sul), no futsal masculino (Joinville); no handebol feminino (Balneário Camboriú); no vôlei feminino (Blumenau); no tênis de mesa masculino (Joaçaba); e no tênis de mesa feminino (Joinville). No karatê masculino, Joinville foi campeão, com Tubarão em 2º e Jaraguá do Sul em 3º. Já no karatê feminino, o troféu foi conquistado por Blumenau; o vice ficou com Içara e a medalha de bronze, com Tubarão.

A Olesc é disputada por atletas escolares de 13 a 16 anos. A 15ª edição, que envolve mais de 3.000 atletas de 75 municípios, é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

 

Texto: Geraldo De Cesaro

 

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Basquete masculino dá primeiro troféu a Jaraguá do Sul

O basquete masculino dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) tem um novo campeão. Nesta sexta-feira (4), penúltimo dia de disputas, em Jaraguá do Sul, o time da casa fez a final com Blumenau e conquistou o seu segundo título da modalidade na história da competição com uma vitória consagradora. Os atletas do técnico Alexandre Stange tiveram uma atuação de gala e Jaraguá do Sul venceu por 67 x 40, garantindo o primeiro troféu desta edição da Olesc para o time da cada.

Desde o início do jogo o time de Blumenau, do técnico Sérgio Carneiro, não conseguia parar as investidas do anfitrião e, além disso, errava muito no ataque. O desequilíbrio foi tanto que, ao final do primeiro período, Jaraguá do Sul vencia por 23 x 6, e o segundo período fechou com vantagem de 44 x 14 para Jaraguá, placar que praticamente garantia o título.

Nos dois últimos períodos, de 10 minutos cada, o time da casa tratou de controlar o jogo e fazer o tempo passar, enquanto Blumenau tentava correr contra o tempo. O terceiro período terminou com a diferença diminuindo: 58 x 28 para Jaraguá do Sul, um placar ainda muito sossegado, tanto que o time da casa fechou o jogo sem jamais ser ameaçado. Faltando 90 minutos para acabar a partida, com vantagem de 67 x 36, a torcida de Jaraguá do Sul soltou o grito de “é campeão, é campeão, é campeão...”

“Conseguimos esse título graças à união da nossa equipe, à vontade de vencer e, principalmente, ao talento individual de cada um desses garotos”, afirmou o técnico Alexandre Stange. “Nos preparamos muito para essa competição. E a largada com grande vantagem no placar foi decisiva para essa conquista. O trabalho no nosso sistema de defesa foi fantástico e a nossa capacidade ficou comprovada em quadra”, comemorou Alexandre Stange.

Na história da Olesc, Blumenau tem dois títulos e, agora, ficou com o terceiro vice-campeonato na modalidade, enquanto Jaraguá do Sul passa a ter dois títulos e dois vice-campeonatos. O Joinville foi o campeão na edição anterior e, neste ano, foi eliminado na semifinal por Blumenau. A decisão foi disputada no ginásio de esportes Arthur Müller.

Na preliminar, Joinville e Porto União jogaram pela medalha de bronze. Porto União venceu por 70 x 61 e ficou com o terceiro lugar, e Blumenau terminou a competição em quarto. Joinville tem, na história, quatro títulos e duas medalhas de prata no basquete masculino da Olesc, enquanto Porto União nunca esteve na final.   

No basquete feminino, o penúltimo dia de disputas na Olesc definiu os finalistas, também com jogos no ginásio Arthur Müller. Na primeira partida, Itajaí eliminou Balneário Piçarras por 59 x 40 e garantiu vaga na decisão deste sábado (5). O adversário será o Criciúma que, na outra semifinal, derrotou o time da casa por 47 x 34. Itajaí só chegou à final uma vez, em 2005, e ficou com a medalha de prata. E Criciúma é a primeira vez que disputa uma decisão no basquete feminino. Nessa modalidade, Jaraguá do Sul é o maior campeão, com cinco títulos.

A Olesc é disputada por atletas escolares de 13 a 16 anos. A 15ª edição, que envolve mais de 3.000 atletas de 75 municípios, é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

 Texto: Geraldo De Cesaro

 

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Balneário Camboriú é bicampeã no handebol feminino

Um clássico regional decidiu o título no handebol feminino da 15ª edição dos Jogos Escolares da Juventude (Olesc), nesta sexta-feira (4), penúltimo dia de competições, em Jaraguá do Sul. Balneário Camboriú, que defendia o título conquistado em 2014, em Criciúma, chegou ao bicampeonato. Voltou a enfrentar Itajaí na grande final realizada na Arena Jaraguá, repetindo o duelo de 2014, e vencer por 14 x 12. A decisão envolveu duas equipes sem muita tradição no handebol da Olesc. Balneário Camboriú entrou em quadra com um título e um vice no currículo; e Itajaí tinha dois vices em toda a história da Olesc e chegou a três medalhas de prata. Quem mais ganhou o handebol feminino foi Criciúma, com seis títulos.

A decisão foi emocionante, mas começou muito equilibrada. Balneário Camboriú fechou o primeiro tempo com vantagem de 6 x 5. No segundo tempo, Balneário Camboriú abriu para 12 x 8, mas Itajaí reagiu e descontou para 12 x 11 quando faltavam menos de cinco minuto para o final. Balneário Camboriú voltou a abrir vantagem para 14 x 11 faltando menos de um minuto para o final. Itajaí ainda descontou para 14 x 12, mas não havia mais tempo para uma virada. Ainda na quadra, as atletas e comissão técnica festejaram muito o bicampeonato.

O grande destaque da final foi a atleta Amanda Machado, 16 anos, que marcou 7 dos 14 gols do time bicampeão. “O que fez a diferença para a gente ganhar o título foi a nossa união, a garra com que jogamos e a vontade de vencer”, resumiu Amanda, que não estava na equipe que conquistou o título no ano passado. Em 2014, Amanda disputou a Olesc por Barra Velha e ficou em 4º lugar. No time de Itajaí, destaque para Camila, que marcou 5 gols.

Na preliminar, Blumenau derrotou Palma Sola por 22 x 14 e ficou com a medalha de bronze, e a equipe do Oeste do Estado ficou em 4º. Blumenau perdeu a semifinal para Itajaí, por 19 x 15, enquanto a equipe de Palma Sola foi derrotada por Balneário Camboriú, por 17 x 10. Na história da Olesc, Blumenau tem um título no handebol feminino e dois vices. E Palma Sola nunca chegou à final.

No handebol masculino, a sexta-feira foi de definição dos finalistas na Olesc. Na primeira semifinal, Itajaí eliminou São Bento do Sul, por 22 x 19, e vai disputar o título da modalidade com Caçador, que ganhou do time da casa por 25 x 20. Itajaí é o maior campeão da história da Olesc, no handebol masculino, com cinco títulos, e já foi vice-campeão quatro vezes. E Caçador foi vice-campeão nas duas vezes em que disputou a final. São Bento do Sul e Jaraguá do Sul decidem a medalha de bronze.

A Olesc é disputada por atletas escolares de 13 a 16 anos. A 15ª edição, que envolve mais de 3.000 atletas de 75 municípios, é uma promoção do Governo de Santa Catarina, com realização da Fesporte, em parceria com a prefeitura de Jaraguá do Sul.

 

Texto: Geraldo De Cesaro

Publicado em Olesc
Escrito por

Tênis de mesa finaliza com Joaçaba e Joinville campeões

A sexta-feira (4) foi dia de celebração para o tênis de mesa dos Jogos da Juventude Catarinense (Olesc) em Jaraguá do Sul. Dia de conhecer os campeões da modalidade. No masculino o troféu de campeão geral ficou com Joaçaba, em primeiro, Joinville, em segundo, e Criciúma, em terceiro lugar. Já no feminino Joinville terminou em primeiro lugar, seguido de Criciúma, em segundo e Videira, em terceiro.

Neste sábado (5) a competição finalizou com as disputas das medalhas por equipe. No masculino Joaçaba foi medalha de ouro e Criciúma de prata, com Joinville em terceiro lugar com a de bronze. Na disputa por equipe feminino Joinville levou ouro, com Criciúma em segundo com a prata, e Videira em terceiro com a medalha de bronze.

Durante a competição Joaçaba foi campeã em dupla e equipe. A dupla foi formada por Luís dos Anjos e Lauro Sobolt. Já o ouro da equipe veio com o time formado por Luiís dos Anjos, Lauro Sebolt, Rafael Busetti, Willian Ferreira, Winícius Bandeira e Ramon Huntermann.

As medalhas de ouro de Joinville vieram em duplas, individual e equipe. A dupla campeã formou com  Heloise Cabral e Larissa Correa, com Heloíse faturando a medalha de ouro no individual.  A equipe formou com o trio Heloíse,  Larissa e Laís Lhays Stolarski.

Meninas de Joinville comemoram o titulo de campeã geral (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

“Acredito que o ponto principal de nossa conquista do troféu de campeão foi nossa vitória sobre Joinville na dupla, pois eles eram os principais favoritos para o ouro”, disse Luis dos Anjos, de Joaçaba

“Apesar de virmos com um time desfalcado da Alexia Nakashima, que está disputando competição na França pela Seleção Brasileira, conseguimos o título. Foi muito difícil, mas quanto mais difícil a vitória é mais gostosa”, disse a treinadora campeã por Joinville, Janaína Costa.

A etapa estadual da Olesc é uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte em parceira com a Secretaria Estadual de Educação e prefeitura de Jaraguá do Sul.

Mais Informações

Antonio Prado

Mais Informações

(48) 8802 - 7148

Publicado em Olesc
Escrito por

TV Fesporte Transmite Futsal

TV Fesporte transmite hoje às 20 horas, na Arena Jaraguá, final do futsal masculino entre Criciúma X Joinville.
Acompanhe ao vivo emwww.fesporte.sc.gov.br ou em cifesc.com.br
Pagina 17 de 29