Publicado em Olesc
Escrito por

Talentos catarinenses do xadrez passam pela Olesc

Para os que acompanham com frequência o esporte de Santa Catarina, não é novidade que eventos da Fesporte são reveladores em potencial de atletas. No xadrez, uma das grandes revelações foi a do joinvilense Alexandr Fier, que obteve o título de Grande Mestre Internacional, em 2006. Muitos jovens enxadristas catarinenses têm buscado seguir os passos do ídolo.

Uma das promessas que disputam a Olesc em Caçador é o blumenauense Thiago Dobuchak, de 16 anos, que, em sua primeira participação nos Jogos Escolares da Juventude de 15 a 17 anos (JEJs-15 a 17), este ano, em João Pessoa, PB, conquistou a medalha de ouro na modalidade convencional. Além deste título, o atleta tem ainda na carreira cinco títulos nacionais de diversas competições nos anos de 2008, 2011, 2012 e 2013. Além disso, foi sete vezes campeão catarinense, participou de três mundiais e foi duas vezes medalha de prata no sul-americano (2012 e 2014). Nesta edição da Olesc, Thiago já conquistou ouro no xadrez rápido e prata no blitz.

Para Thiago, a Olesc é importante porque reúne os principais atletas do estado na categoria. “A competição é fundamental para o desenvolvimento do atleta porque proporciona ter de desenvolver-se tecnicamente, já que o bom nível de uns exige que os adversários se preparem mais”, completou o enxadrista.

No feminino, a içarense Ana Júlia Librelato, 15 anos, é um dos grandes talentos que disputam também a Olesc. Sua primeira participação na competição foi em 2011, mesmo ano em que começou a jogar. Irmã da sexta colocada no ranking nacional, Kathie Librelato, Ana Júlia classificou-se para os JEJs-12 a 14 (2015), em Fortaleza (CE), ao vencer os Jogos Escolares de Santa Catarina de 12 a 14 anos (Jesc-12 a 14). Em 2016, já foi campeã do Festival Catarinense da Juventude, e espera encerrar o ano com a tríplice conquista na Olesc, já que foi ouro no rápido e no blitz, realizados no primeiro dia da competição, e espera vencer no modo convencional, que se encerrará na quarta-feira, 21.

 

Ana Júlia Librelato chegou para ficar entre as melhores    Foto: Heron Queiroz

Ana Júlia destacou a importância da Olesc. “É uma das poucas competições disputadas também em equipe. É uma oportunidade para os atletas que estão começando e para os que já competem há mais tempo. Isso ajuda bastante no desenvolvimento dos atletas”, concluiu ela.

Texto: Heron Queiroz - (48) 3665-6126 - e-mail:    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Assessoria de Comunicação - Fesporte  

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 88027742

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Olesc
Escrito por

Troféu de campeão geral da regional Oeste é de Chapecó

Chapecó é a grande campeã da regional Oeste da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), realizada em São Carlos. A etapa chegou ao fim nesta terça-feira, 27, após cinco dias de disputas nas modalidades futsal, handebol e vôlei, todas no masculino e feminino. O evento contou com a participação de cerca de 750 atletas representando 22 municípios.

Chapecó somou 50 pontos e três troféus de campeão: futsal e vôlei masculino, além do handebol feminino, modalidade que fechou a etapa. A cidade de Saudades foi a vice-campeã com 26 pontos conquistados com as medalhas de ouro no vôlei feminino e handebol masculino. Pinhalzinho foi o terceiro colocado com 22 pontos, 13 deles com o título da equipe feminina de futsal.

A regional Oeste da Olesc é um evento promovido pelo Governo do Estado e realizado pela Fesporte, em parceria com o município de São Carlos. A etapa estadual será realizada em Palhoça, de 26 de novembro a 3 de dezembro.

Confira abaixo os classificados para a etapa estadual da Olesc:

Futsal Masculino

1º Chapecó 

2º Concórdia 

3º Pinhalzinho

Futsal Feminino

1º Pinhalzinho 

2º Xavantina

3º Concórdia

Handebol Masculino

1º Saudades

2º São José do Cedro 

3º Concórdia

Handebol Feminino

1º Chapecó 

2º Palma Sola

3º São José do Cedro

Voleibol masculino

1º Chapecó

2º Itá

3º Xanxerê

Voleibol feminino

1º Saudades

2º Chapecó

3º Xanxerê

 

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Publicado em Olesc
Escrito por

Joinville é campeão regional da Olesc Leste-Norte

As competições da etapa regional da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) chegaram ao seu final nesta terça-feira (27). Foram cinco dias de disputas nas modalidades coletivas (handebol, basquete, vôlei e futsal).

O título regional ficou com Joinville que totalizou 34 pontos, o vice-campeão foi Itajaí, com 33 pontos, e a terceira colocação ficou com Balneário Camboriú atingindo 32 pontos.

O evento contou com a participação de cerca de 700 atletas representantes de 28 municípios que integram as regiões Leste e Norte do estado.

Segundo o coordenador técnico da Olesc Leste-Norte, Marcelo Scharf, “a região levará para Palhoça um bom nível técnico, que deverá fortalecer ainda mais as competições da etapa estadual”.

De cada uma das modalidades e gênero masculino e feminino, classificam-se três para a etapa estadual, na qual ocorrem também as competições de outras modalidades esportivas (atletismo, ciclismo, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, caratê, natação, tênis, tênis de mesa e xadrez), nas quais a participação dos municípios depende apenas de inscrição.

As vagas por modalidade e gênero ficaram assim definidas:

Handebol masculino

1º Balneário Camboriú, 

2º São Bento do Sul, 

3º Blumenau.

Basquetebol masculino

1º Joinville, 

2º Balneário Camboriú,

3º Brusque.

Basquetebol feminino

1º Porto União,

2º Joinville,

3º Blumenau

Futsal masculino

1º Blumenau,

2º Camboriú,

3º Itajaí.

Futsal feminino

1º Itajaí,

2º Balneário Camboriú,

3º Joinville.

Voleibol masculino

1º Itajaí,

2º Brusque,

3º Joinville.

Voleibol feminino

1º Brusque,

2º São Bento do Sul,

3º Jaraguá do Sul.

 

A etapa regional da Olesc terá ainda realização na região Sul tendo como sede o município de Lauro Müller, de 21 a 25 de outubro, e na Centro-Oeste, em Rio do Sul, de de 29 de outubro a 2 de novembro.

A Olesc é um evento promovido pelo Governo do Estado e realizado pela Fesporte, em parceria com as prefeituras das cidades-sede de 2016. A etapa estadual será realizada em Palhoça, de 26 de novembro a 3 de dezembro.

Texto: Heron Queiroz

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Olesc
Escrito por

Saudades é ouro no handebol masculino, em São Carlos

Saiu o campeão do handebol masculino na etapa regional Oeste da Olimpíada Escolar Catarinense (Olesc), em São Carlos. A decisão, nesta terça-feira, 27, foi apertada entre São José do Cedro e Saudades, terminando 15 a 14 para Saudades. As duas equipes se classificaram para a etapa estadual da Olesc, que será realizada em Palhoça, no fim de novembro. O terceiro classificado para a Olesc estadual foi o time de Concórdia, que venceu Chapecó por 29 a 19 e conquistou o bronze.

Elas comandam em Concórdia

A equipe do bronze tem uma coisa que a maioria não têm: uma comissão técnica formada por mulheres. E mesmo se compararmos com as outras modalidades disputadas, essa é uma peculiaridade do time. A técnica Cristiele Finger e sua assistente Carina Mariani (técnica do time feminino) não aliviam para os garotos. Do banco elas passam orientação, esbravejam, dão bronca e jogam junto, uma relação com os atletas que vem de bastante tempo.

“Quando me chamaram para trabalhar com o masculino, eu fiquei bem assustada, pois pensei: ‘como vou lidar com eles?’ Mas eu gostei e, apesar de serem mais novos, eles são muito unidos, comprometidos e isso acabou me incentivando ainda mais para melhorar nossos treinamentos e continuar trabalhando. É gratificante, mesmo.”

O trabalho é desenvolvido há quatro anos com alunos das escolas da cidade e escolinhas de iniciação. Hoje são mais de 470 crianças, um projeto que já está colhendo frutos, como sua campanha na regional Oeste da Olesc mostra.

Na primeira fase, os comandados de Cristiele conseguiram bater Chapecó depois de derrotas consecutivas nas últimas etapas e chegaram às semifinais. Perderam para o time de Saudades, mas conquistaram a sonhada vaga para a etapa estadual, novamente vencendo Chapecó. Agora vão representar a região em Palhoça, no fim de novembro.

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Publicado em Olesc
Escrito por

Chapecó vence a regional Oeste no vôlei masculino

O título do vôlei masculino da etapa regional Oeste da Olimpíada Escolar Catarinense (Olesc) é de Chapecó. O time garantiu o ouro após vencer Xanxerê, nesta terça-feira, 27, por 3 set a 0 e chegar aos 100% de aproveitamento na competição. O jogo abriu a quinta e última rodada do torneio, disputado em grupo único com seis equipes. Itá, que venceu Pinhalzinho, ficou com a prata e Xanxerê com o bronze.

Com a vitória, a equipe quer chegar forte na etapa estadual, em Palhoça, sabendo que terão adversários fortes como falou o levantador e capitão da equipe Marco Antônio Bim, campeão regional por Xanxerê no ano passado e, agora, por Chapecó. “Nós estamos treinando há bastante tempo com esse objetivo, de ser campeão regional e fazer uma boa etapa estadual. Temos chance de medalha, sabemos que tem outros times bem fortes, mas é possível, nós temos força para isso.”

Já Xanxerê alcançou um dos objetivos no torneio, que era a classificação. “Vamos continuar treinando, mas a gente estava pensando para o regional mesmo, a maioria treina há pouco mais de um ano, é um time novo, então nosso objetivo já foi alcançado”, falou Carlos Eduardo Figur, um dos atletas mais experientes da equipe.

Trabalhando as gerações futuras

Na regional Oeste, times consolidados, como o de Chapecó, contrastam com alguns outros que tendem a render frutos no futuro. É o caso de Maravilha, time repleto de garotos entre 13 e 14 anos, bem abaixo do limite de 16.

O técnico, Thomas do Nascimento Zardo, contou sobre o trabalho que é realizado na Associação Maravilhense de Voleibol. “A gente tá querendo refazer o esporte no município, pois sempre tivemos time de adulto, mas nunca tivemos de base e agora estamos com o projeto vindo pela primeira vez para a Olesc. São cerca de 80 meninos treinando e, agora, competindo, pois lá nunca teve esse tipo de projeto.”

Foto: Lucas Inácio

Técnico Thomas do Nascimento Zardo, de Maravilha, orienta seus atletas na partida contra Itá (Foto: Lucas Inácio)

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Saudades é campeã do vôlei feminino da regional Oeste

Saudades é campeã do vôlei feminino na regional Oeste da Olimpíada Estadual Catarinense (Olesc), em São Carlos. O título foi conquistado na manhã desta terça-feira, 27, com vitória contra Chapecó por 3 sets a 2 (parciais de 23/25, 25/16, 26/24, 21/25 e 15/8). Na disputa do bronze, Xanxerê venceu Maravilha por 3 sets a 0 e ficou com a terceira vaga para a etapa estadual da Olesc, mostrando o quão forte é o vôlei da região.

Durante os cinco dias de competição, quem foi à quadra do Ginásio da Escola Especial Professora Márcia – APAE assistiu a jogos de muita qualidade. A final foi um exemplo disso: 3 sets a 2 com cerca de 2h30min de jogo.

Por ter sido tricampeã estadual da Olesc entre 2012 e 2014, Saudades não participou das últimas três etapas regionais da Olesc. Porém, agora voltou da mesma forma que saiu em 2012: com título em São Carlos. “A gente sempre está buscando o melhor e nosso objetivo é esse. Agora temos a final do estadual e os Joguinhos Abertos, com a intenção de título, assim como o da etapa estadual da Olesc”, falou a ponteira saudadense, Camile Hister.

Já as vice-campeãs mostraram sua força, mesmo sem o título. Mesmo com uma semifinal de 2h contra Xanxerê, Chapecó fez uma final de cinco sets jogando no mais alto nível. Depois da semifinal, a levantadora Yasmin Schneider falou sobre a continuação da temporada. “O pensamento é lá na frente porque nosso objetivo era chegar na etapa estadual, mas damos de tudo em quadra. Agora é pensar nos Joguinhos, pois esse time é a base da equipe que vai para Caçador”, disse Yasmin que é atleta da equipe há sete anos.

Yasmin Schneider é uma das líderes de Chapecó em quadra

Yasmin Schneider é uma das líderes de Chapecó em quadra (Foto: Lucas Inácio)

Fechando o pódio do vôlei, Xanxerê ficou com o bronze depois da intensa semifinal. Depois da derrota contra Chapecó, a líbero Samara Luzzi contou como a vaga era importante e 12 horas depois ela foi conquistada. “É um jogo muito importante para nós, pois esse é o quarto ano que estamos tentando uma vaga, temos que pensar no jogo primeiro e depois pensar mais para frente. Não conseguimos a vaga antes, mas agora tem que ser.”

Parece que a confiança da líbero deu certo, confiança que agora se estende a toda região Oeste, já que estarão muito bem representados em Palhoça, no fim de novembro.

Líbero Samara Luzzi, medalha de bronze por Xanxerê

Líbero Samara Luzzi, medalha de bronze por Xanxerê (Foto: Lucas Inácio)

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Handebol já tem campeão na Olesc Leste-Norte

No Ginásio de Esporte Nilo Booz, em São João Batista, em formato de chave única, o handebol masculino da etapa regional da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) teve sua definição na tarde desta segunda-feira (26), no setor Leste-Norte. 

A equipe de Balneário Camboriú ficou em primeiro lugar, com 13 pontos, seguida de São Bento do Sul, com 8. No último jogo, Blumenau e Joinville fizeram um jogo muito disputado ponto a ponto até o último minuto. A equipe do Vale do Itajaí venceu por 23 a 22, somando 5 pontos e garantindo a terceira vaga para a etapa estadual, que ocorre em Palhoça, no período de 26 de novembro a 3 de dezembro, com a promoção do Governo do Estado e realização da Fesporte.

Texto: Heron Queiroz

Assessoria de Comunicação Fesporte

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

 

Publicado em Olesc
Escrito por

Olesc Leste-Norte a passos das decisões

A etapa regional da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), no setor Leste Norte, realizada em São João Batista, começa a entrar em clima de decisões. 

Nesta segunda-feira (26), o handebol masculino já terá a definição dos vencedores. A modalidade, que teve formatação em chave única, tem seu último jogo marcado para as 14 horas.

Voleibol, futsal e basquetebol, nos gêneros masculino e feminino, entram em fase semifinal. As equipes lutam para conquistar uma das três vagas por modalidade e gênero para a etapa estadual, que se realizará em Palhoça, de 26 de novembro a 3 de dezembro.

Handebol masculino já se definirão nesta segunda-feira (26)                 Foto: Heron Queiroz

A Olesc é uma promoção do Governo do Estado, com realização da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos Municípios  e Agências de Desenvolvimento Regional (ADR) que sediam as etapas.

Texto: Heron Queiroz

Assessoria de Comunicação Fesporte

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Olesc
Escrito por

Torcidas agitam o futsal da regional Oeste da Olesc

Nada como um programa divertido e gratuito para agitar um fim de semana ensolarado. Esse foi o clima em São Carlos em mais um dia de competição pela etapa regional Oeste das Olimpíadas Estudantis Catarinenses (Olesc).

A rodada do Ginásio Municipal Hélio dos Anjos Ortiz foi agitada no futsal deste sábado e domingo. Quando o time da casa ia para a quadra, ficava ainda mais agitado, com direito a transmissão da rádio e tudo. No sábado, por exemplo, cerca de 300 pessoas foram ao local apoiar os atletas são carlenses, mas não somente eles.

Esse é o caso do time de vôlei feminino de Concórdia que aproveitou uma folga na rodada da sua modalidade para prestigiar a equipe de futsal masculino. Os cantos de apoio ajudaram os jogadores que venceram sua partida do sábado contra Itá por 9 a 1. “Agora eles têm que ir lá torcer pela nossa equipe amanhã”, cobraram as atletas.

Já a torcida da casa não deu tanta sorte, pois os times feminino e masculino de futsal perderam suas partidas do fim de semana e foram eliminados. O ponto alto dos times da casa foi o jogo entre São Carlos e Quilombo, no sábado, pelo masculino. A partida contou com um minuto de silêncio a uma personalidade do município que faleceu.

Outros resultados

Nesta segunda-feira serão realizadas as eliminatórias e semifinais do futsal. No masculino, oito equipes passaram para a fase de mata-mata, que serão disputadas pela manhã. Os classificados disputam as semifinais no período da tarde.

Já o feminino, Pinhalzinho e Xavantina possuem as melhores campanhas e estão classificadas diretamente para as semifinais à tarde. Pela manhã, quatro equipes disputam as outras duas vagas para as semis.

 

:: Confira os resultados do futsal clicando aqui

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Publicado em Olesc
Escrito por

Handebol: a dura vida dos goleiros na Olesc, em São Carlos

Em um jogo caracterizado pela busca por espaços, dois dos 14 jogadores sem quadra têm um lugar para chamar de seu. No handebol, a área é exatamente um semicírculo com seis metros de raio e o único que pode pisar nela é o goleiro. Porém, essa não é a única peculiaridade da posição.

Quando seu time defende, todos os seis jogadores de linha os ajudam a defender sua meta, mas quando é hora de atacar, os goleiros ficam isolados, torcendo de longe para seus companheiros. São constantemente atacados, mas quase nunca atacam, com exceção nos momentos de desespero.

Aliás, desespero é uma palavra que não entra muito no vocabulário dos goleiros de handebol. Eles têm que ser pacientes e se conformar quando o adversário é superior. Tomar gols e boladas por cerca uma hora sem esbravejar não é para qualquer um, mas é para eles. E por que alguém escolhe essa posição?

Kauani Klos é goleira de Chapecó e disputa a etapa regional Oeste da Olimpíada Escolar Catarinense (Olesc), em São Carlos. Neste domingo seu time enfrentou Saudades e venceu por 26 a 6. Dessa vez ela foi mais observadora do que alvo, o que não tira em nada seu mérito.

É ela o jogo e quem ajuda o técnico a orientar o time em quadra, mas confessa que não é tão fácil quanto parece. “É difícil ser goleira e, na verdade, é para quem é louco. Tem que ter uma paciência enorme, pois você vê as suas amigas errando e não pode fazer nada a não ser defender.”

Filha de técnico, ela cresceu assistindo jogos de handebol e sua única conhecida no time era goleira, daí surgiu a admiração e a escolha. Agora são três anos na posição e, jogando Chapecó, sua intenção é ser tricampeã regional da Olesc. “A gente quer manter o título e se continuarmos jogando bem, concentradas, chegaremos na final e temos condições de ganhar”, falou a goleira.

A equipe feminina de Chapecó volta à quadra às 16h50 desta segunda-feira nas semifinais do handebol.

:: Confira a tabela completa clicando aqui

Texto: Lucas Inácio

Telefone: (48) 8426-5095

Publicado em Olesc
Escrito por

Emily: talento repentino chega a Nova Trento

Emily Delfino dos Santos surgiu como uma das grandes apostas da equipe de Nova Trento. Ela é natural de Tubarão, no Sul do estado. Começou a treinar voleibol na Escola Técnica Comercial de Tubarão apenas para cumprir as exigências de uma bolsa de estudos que recebia, porém ela afirma que não tinha qualquer interesse por esportes. Foi por causa de uma foto com um árbitro, durante um jogo, que Emily foi indicada à professora Vandelina Maria Tomasoni Ribeiro, a Vandeca, renomada treinadora de voleibol em Santa Catarina, que dirige a equipe neo-trentina.

Emily se propõe a recuperar o tempo que perdeu                               Foto: Heron Queiroz

O convite para treinar na terra de Santa Madre Paulina transformou a vida da jovem, que largou tudo na cidade natal para dividir um apartamento com mais cinco atletas. A cada jogo, Emily chama a atenção, sobretudo das adversárias, por sua altura, envergadura e desempenho cada vez mais crescente. Ela hoje se diz apaixonada por voleibol e se propõe a recuperar o tempo que perdeu por não ter começado a praticar esporte antes.

Convidada para treinar com a seleção de vôlei sub-18, a jogadora confessa o sonho de atuar por uma grande equipe e, principalmente, pela seleção principal.

Texto: Heron Queiroz

Assessoria de Comunicação Fesporte   

Antônio Prado

Heron Queiroz

Mariana Hendler

Tels: (48) 3665 6126, 36656127, 36656128

Cel: (48) 9635-9617

www.fesporte.sc.gov.br

https://www.facebook.com/fesporte

Publicado em Olesc
Escrito por

Favoritas, Chapecó e Saudades vencem estreia do vôlei

Cunha Porã, Chapecó e Saudades saíram na frente pela disputa do vôlei feminino da etapa Oeste da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc), em São Carlos. Em partidas realizadas nesta sexta-feira, 23, as três equipes venceram seus jogos de estreia pelos grupos A, B e C, respectivamente, e saíram na frente por uma das três vagas para a Olesc Estadual.

Pelo Grupo A, Cunha Porã e Concórdia fizeram o jogo mais equilibrado da tarde. As cunha-porenses venceram os dois primeiros sets, mas deixaram as adversárias igualarem o jogo. No tié-break elas retomaram o controle da partida e fecharam a partida em 3 sets a 2 (25/16, 25/18, 23/25, 17/25 e 15/7). Pinhalzinho foi a equipe do grupo que folgou na rodada.

Pelo Grupo B, Chapecó venceu Maravilha com facilidade por 3 sets a 0 (25/14, 25/10, 25/10). A partida ainda demorou mais que o normal por causa do sol no ginásio, mas meia hora depois o problema foi resolvido e o jogo continuou sem grandes problemas. A equipe de Anchieta folgou na rodada pela chave.

Fechando a rodada, São Carlos não foi páreo para a equipe de Saudades (tricampeã da Olesc estadual entre 2012 e 2014). As donas da casa contaram com o apoio da torcida, mas desde o início do jogo as saudadenses não deram chances e permitiram apenas 19 pontos das adversárias em toda a partida. O jogo terminou 3 sets a 0 com parciais de 25/7, 25/4 e 25/8. Xanxerê foi o time que ainda não estreou no grupo C.

No masculino, todos estrearam

Diferente do feminino, o vôlei masculino conta com seis equipes, sendo assim, todos estrearam nesta sexta-feira pela chave única do torneio. Xanxerê, Chapecó e Anchieta venceram seus jogos.

Xanxerê venceu Maravilha por 3 sets a 0 (25/7, 25/9 e 25/10), Chapecó venceu Itá por 3 a 1 (25/15, 23/25, 25/12, 25/18) e Anchieta derrotou Pinhalzinho por (25/18, 25/12, e 25/8). Todas voltam a quadra neste sábado.

 

Texto: Lucas Inácio

 

Telefone: (48) 8426-5095

Pagina 15 de 29