×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 317

Publicado em Jasti
Escrito por

Truco consagra Formosa do Sul e Timbó nos Jasti

Itá - O truco chegou ao seu final no início da noite desta sexta-feira (17) nos Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) em Itá consagrando dois municípios. No masculino, Formosa do Sul sagrou-se campeã, enquanto que entre as mulheres a proeza foi de Timbó. A modalidade iniciou na quarta-feira com a participação de 150 atletas de 37 municípios.

Na final desta sexta-feira, Formosa do Sul foi campeã com Ermelindo Dalla Cort e Vilmar Rech. A dupla venceu por 2 a 0 a Arlindo Genoato e Elemar Baierle, de Águas de Chapecó. Monte Castelo terminou a competição em terceiro lugar.

Apesar de ser reserva no time campeão Jenir Zanchet era um dos que  mais festejava. Não largava o troféu do título. “É uma grande honra para nós de um município tão pequeno conquistar este troféu”, resumia Jenir no pódio. “Nossa cidade é próxima a São Lourenço do Oeste, tem cerca de dois mil habitantes. Lá, todos sabem que estamos aqui e vai ser uma grande festa da população essa conquista”, acredita Vinícius Gris, o técnico campeão.

Entre as mulheres o título foi definido em chave única com o sistema de disputa todos contra todos. No final o título ficou com a dupla de Timbó formada por Isabel Doicatti  e Iracy Bauer. Elas venceram oito dos nove jogos disputados e haviam vencido o torneio em 2010 nos Jasti de Barra Velha. “Isso aqui é emoção total. Dedico este título ao meu técnico Émerson Jubi, que está de aniversário hoje”, diz Iracy. O segundo lugar ficou com Herval do Oeste com a dupla formada por Oneides Shindler e Salete Dal Pizzol  e o terceiro com Faxinal dos Guedes com Ibraima Baldissera e Lurdes Speroto.

Os Jasti começaram na terça-feira (14) com a participação de 1.740 competidores de 151 municípios catarinenses disputando titulo na dança coreográfica, dança de salão bocha, bolão 23, canastra, dominó e truco. Os Jasti terminam neste sábado e são uma promoção do Governo do Estado, com realização da Fesporte e apoio das secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs) e da prefeitura de Itá.

Informações adicionais

Antonio Prado

Telefones: (48) 9696-3045

twitter.com/fesporte

Publicado em Jesc15-17
Escrito por

SC vence o atletismo, a natação e o judô dos JABs

Criciúma – Santa Catarina conquistou neste sábado (1º) os títulos do atletismo, da natação e do judô dos 22º Jogos Abertos Brasileiros (JABs), que ocorrem até terça-feira (4), em Criciúma, no Sul do Estado. Além de Santa Catarina, delegações do Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Ceará disputam os JABs. Na terça-feira serão conhecidos os campeões do vôlei, handebol, basquete e futsal.

Os atletas catarinenses venceram as disputas masculinas e femininas do atletismo, natação e judô. No total foram seis troféus e 68 medalhas de ouro, 38 de prata e 19 de bronze. Na pontuação geral, que considera apenas os troféus de 1º, 2º ou 3º lugar, SC soma 54 pontos, seguido de Goiás e Mato Grosso, ambos com 37. Nesta segunda-feira serão disputadas as semifinais das modalidades coletivas; e na terça-feira, as finais.

No sábado, Santa Catarina venceu nove das 10 provas do atletismo. A joinvilense Tamiris de Liz, integrante da equipe de atletismo do Brasil nas Olimpíadas de Londres e que no dia anterior havia vencido os 100m rasos, ganhou novo ouro nos 200m. A equipe feminina de atletismo de Santa Catarina foi comandada pelo técnico Roberto Bortolotto, treinador que revelou a velocista olímpica Ana Paula Lemos. “Em todas as provas, nossas atletas saíram com medalhas. Isso, além da importância deste evento, oferece um estímulo para as competições do restante do ano”, destacou Bortolotto.

Na natação, os catarinenses também conquistaram, no sábado, nove ouros em 10 disputas. A criciumense Fátima Laurindo saiu da piscina do clube Mampituba com seis vitórias nos dois dias de competição. Na sexta, ela havia vencido os 100m livre, os 50m borboleta e integrado as equipes campeãs do revezamento 4x50m e dos 4x100m livre. Já no sábado, ganhou o ouro nos 50m livre e no revezamento 4x100m 4 estilos. “Os tempos foram de acordo com as minhas expectativas, ainda mais por estar numa equipe tão tradicional da natação como a do nosso estado”, comemorou a nadadora de 16 anos. “A competição foi de bom nível. Apesar da ausência de atletas de São Paulo, especialmente, Santa Catarina confirmou com atletas como a Fátima Laurindo, a Eloísa Drapzinski ou o Eduardo Seeger Duarte, que está muito bem na natação”, avaliou Marcelo Costa, coordenador da modalidade nos JABs.

No judô, o sábado foi de disputas por equipes, e Santa Catarina venceu entre os torneios masculino e feminino. Na pontuação geral da modalidade, os judocas catarinenses somaram 86 pontos nos dois dias de lutas; seguidos por Mato Grosso do Sul, com 70; e Goiás, 54. Entre as mulheres, SC ficou com 85 pontos, tendo Mato Grosso do Sul em segundo, com 54; e Mato Grosso em terceiro, com 50.

Os 22º Jogos Abertos Brasileiros são disputados por cerca de 1,1 mil atletas e têm o objetivo de promover o intercâmbio esportivo entre os estados, proporcionar boas relações entre dirigentes, técnicos e atletas e apontar o surgimento de novos talentos no cenário desportivo nacional. Os JABs em Santa Catarina serão organizados pelo Governo do Estado, por meio da Fesporte em parceria com a prefeitura de Criciúma.


Informações adicionais:

Eduardo Correia

(48) 8802-7742

Publicado em Jasc
Escrito por

Fogo simbólico dos 53º Jogos Abertos será aceso nesta sexta-feira, em Brusque

Brusque - A tradição do fogo simbólico será acesa nesta sexta-feira (25), dando início ao clima de Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) 2013. A cerimônia, como reza a tradição, será no berço dos Jogos, Brusque, a partir das 19h na Arena. Depois disso, o fogo passará por algumas cidades até a abertura da 53ª edição dos JASC, dia 20 de novembro, em Blumenau.

Um dos criadores dos JASC e organizador da cerimônia, o comendador Rubens Facchini conta que a intenção é manter viva a tradição. "É um dos momentos mais importantes dos Jogos, e queremos que ela passe através das gerações. Ensinar aos jovens de hoje o valor de rituais como esse", disse Facchini.

Outros momentos importantes no simbolismo dos JASC também vão ocorrer na cerimônia. Por exemplo, a entrega da bandeira oficial dos JASC ao prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, por parte do secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Valdir Walendowski, e do presidente da Fesporte, Erivaldo Nunes Caetano Junior, o Vadinho. O prefeito de Blumenau e o presidente da CCO dos 53º JASC, Sérgio Galdino, também receberão a bandeira do fogo simbólico das mãos do prefeito de Brusque, Paulo Eccel.

O aguardado acendimento do fogo simbólico será feito por Elisa Schlösser Niebuhr, filha do criador dos JASC, Arthur Schlösser.

Depois disso, o fogo passará por algumas cidades como forma de divulgação da edição 2013 dos Jogos Abertos, que vão ocorrer de 20 a 30 de novembro, em Blumenau. O trajeto, no entanto, ainda passará por definições, como explica o organizador Rubens Facchini: "A previsão de chuva para os próximos dias nos fez alterar algumas coisas, pois os eventos geralmente são em locais abertos, em praças. Mas acredito que na semana que vem já estará tudo normal", ressaltou.

Mais informações:

Rodrigo Braga

Ass. Comunicação Fesporte

48 8802-7742

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Publicado em Parajasc
Escrito por

Itajaí é campeã da 9ª edição dos Parajasc

Joaçaba - Foram cinco dias de disputas intensas mas, sobretudo, de muita confraternização e de exemplos e mais exemplos de superação pelo esporte. Mais de 1,8 mil paratletas de 60 municípios desfilaram seu talento e suas histórias de vida pelas quadras, piscinas, pistas e canchas de Joaçaba, Herval D'Oeste e Luzerna na 9ª edição dos Parajasc, encerrados neste domingo (27) com o título geral para Itajaí, que com esta conquista inédita para o município quebra uma sequência de dois troféus para Joinville, que acabou na segunda colocação. Chapecó (que venceu as primeiras cinco edições (em 2009 não houve campeão geral) fechou o pódio de 2013 na terceira colocação.

O cálculo da pontuação geral levou em conta a divisão por segmentos (deficientes físicos, auditivos, visuais e intelectuais). E neste contexto a delegação de Itajaí dominou, levando três dos quatro troféus de segmentos (venceu DF, DI e DV, somando 39 pontos no total). O outro troféu (DA) foi para Chapecó, que com 21 pontos acabou superada pela regularidade de Joinville, que foi vice nas três conquistas itajaienses e no total fez 27 pontos). O Top 10 dos Parajasc 2013 se completa, pela ordem, com Caçador, Concórdia, Criciúma, Jaraguá do Sul, Brusque, Florianópolis e Quilombo.

Vencedores ou não na contagem final, é fato que cada paratleta que esteve nas três cidades do meio-oeste catarinense nesta semana pode, e deve, se considerar vencedor, digno de uma medalha. E eles sabem disso, o que é facilmente comprovado pela festa nos locais de competições. Nos Parajasc vale mais do que nunca a máxima do "importante é competir". Estar lá já é uma vitória.

 

Mais informações:

Rodrigo Braga

Ass. Comunicação Fesporte

48 8802-7742

 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

Publicado em Parajasc
Escrito por

Sexta-feira de decisões em Joaçaba

Joaçaba - A sexta-feira (25) foi um dia de muita emoção para os paratletas que estão participando dos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina, os Parajasc, em Joaçaba, Herval do Oeste e Luzerna. Esportistas com deficiência auditiva (DA), física (DF), visual (DV) e intelectual (DI) vibraram, choraram e compartilharam alegrias e tristezas em confrontos de basquete de cadeira de rodas (BCR), futsal, atletismo, bocha, bocha paralímpica, goalball, natação, xadrez e tênis de mesa.

Na primeira parte pela manhã, desta sexta, Chapecó foi o destaque do atletismo feminino DA fechando em primeiro lugar com 66 pontos, seguido de Concórdia, com 61, e  Caçador, em terceiro lugar com 36 pontos. Os principais nomes do time de Chapecó foram: Nilze Aparecida Castro, ouro nos 200m feminino, e Bruna da Silva Dias, também ouro no salto em altura. As provas prosseguem neste sábado na pista do Clube Atlético Comercial com as disputas nos seguimento DF e DV.

Além do atletismo o sábado prossegue com as disputas do basquete (DI e BCR), bocha (DA,DI,DF e DV) ciclismo (DV), goalball (DV), futsal (DA e DI), handebol de cadeira de rodas (HCD/DF), natação (DA,DI, DV e DF) e tênis de mesa (DA, DI e DF). Os Parajasc iniciaram terça-feira, dia 22, e terminam neste domingo, dia 27. O evento envolve este ano, 2.056  profissionais.

Neste universo estão inscritos 133 árbitros, 20 classificadores funcionais, 97 profissionais, que incluem Tribunal de Justiça de Desportiva, pessoal da Fesporte, entre outros. Além disso, se inscreveram  na edição deste ano 1.806 paratletas de 59 municípios. O evento é uma promoção  do Governo de Santa Catarina por meio da Fesporte em parceria com as prefeituras de Joaçaba, Herval do Oeste e Luzerna e Secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs).

Informações adicionais:

 

Antonio Prado

 

(9696-3045)

Publicado em Joguinhos
Escrito por

Após equívoco, Moara recebe o bronze

Florianópolis - Antes tarde do que nunca, já diria o velho ditado. Que o diga a atleta Moara dos Santos Souza, de São José, que recebeu na tarde desta quinta-feira (24), na sede da Fesporte, em Florianópolis, a medalha de bronze no heptatlo, prova do atletismo dos Joguinhos Abertos de Santa Carina realizados de 28 de setembro a 5 de outubro, em Criciúma. Por um erro de digitação durante o evento, o nome da atleta não figurou na lista dos medalhistas da prova.

Corrigido o equívoco, a atleta se disse muito feliz com a medalha, mesmo com a espera de 20 dias para colocá-la no peito. “Vou disputar os JASC e quem sabe eu possa trazer outra medalha para São José”, enfatizou.

 

A medalha foi entregue a Moara por Celso Dorian de Oliveira, diretor administrativo e financeiro da Fesporte.

Publicado em Parajasc
Escrito por

Atletismo é o destaque do primeiro dia

Joaçaba - O primeiro dia de competições dos Parajasc, em Joaçaba, Herval D'Oeste e Luzerna, teve destaque na pista de atletismo. Os paratletas dividiram o tempo entre as disputas por medalhas e a festa descontraída nas arquibancadas,que teve muita música, dança e confraternização entre as delegações.

 

Nesta quinta-feira, as disputas prosseguem no atletismo e também em outras modalidades. Os Parajasc terminam no próximo domingo, dia 27.

Publicado em Parajasc
Escrito por

Abertura dos Parajasc celebra a força dos paratletas

Joaçaba - Uma festa do tamanho da superação de cada um dos 1,8 mil atletas que lá estavam. Assim, grandiosa, digna de grandes vencedores, foi a abertura dos Parajasc, neste terça à noite, no centro de eventos da Unoesc, em Joaçaba. Ao lado das vzinhas Herval D'Oeste e Luzerna, a cidade do centro-oeste catarinense fez uma celebração do passado e uma festa que reconheceu o valor destes atletas especiais.

O ginásio ficou absolutamente lotado com os paratletas e o público em geral. Entre apresentações de dança e performances de cadeirantes, as 60 delegações foram nominadas, uma a uma, para delírio de quem estava lá. Depois entraram as bandeiras, carregadas por atletas e autoridades. Na hora do fogo simbólico, dois representantes de Joaçaba partiram desde uma enorma imagem do homenageado da noite, Edinho, ex-dirigente do esporte local e ex-presidente da Fesporte, que morreu no início desse ano, até o palco, onde acenderam a chama dos Parajasc.

O presidente da Fesporte, Erivaldo Caetano Junior, o Vadinho, exaltou a tradição de bons eventos realizados pelo trio Joaçaba, Herval e Luzerna, e dirigiu boa parte da fala aos atletas. "Vocês são exemplos para todos nós de como buscar forças na adversidade para vencer na vida. Parabéns!", disse Vadinho, que também lembrou o importante papel dos pais e professores neste processo de inclusão no esporte. No fim, elechamou para declarar abertos os Parajasc o comendador Rudi Nodari, um dos criadores dos JASC, que é de Joaçaba.

Representando na abertura o governador Raimundo Colombo, o secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Valdir Walendowski, lembrou a ligação forte dele com o esporte catarinense, por ter nascido em Brusque, berço dos Jogos Abertos de Santa Catarina. "Creio que nenhum outro Estado tem um variedade esportiva tão rica quanto a nossa, devemos nos orgulhar disso e trabalhar para mais e mais", disse.

 

Os Parajasc começam agora a distribuir as medalhas e troféus. A competição prossegue até o próximo domingo, dia 27, com natação, atletismo, tênis de mesa, gollbol, bocha paralímpica, basquete e futsal.

Pagina 433 de 440